Homeopatia para adelgazar 2 - Urologia

Urologia

Adenoma da próstata

Só poderá fazer este tratamento se o diagnóstico for feito pelo seu médico. Em todos os casos, deve absolutamente ir a uma consulta.
Tome sistematicamente:

  • Baryta carbónica 7CH: 2 grânulos ao levantar e ao deitar.
  • Pereira brava 6DH, nos adenomas da próstata acompanhados por vontades constantes e ineficazes de urinar, e de uma necessidade de fazer esforços para esvaziar a bexiga
  • Sabal serrulata 6DH, quando acorda muitas vezes durante a noite e o jato urinário é fraco e aos saltos.

Posologia: estes dois últimos medicamentos podem ser tomados sob a forma de uma preparado à razão de 20 gotas de manhã e à noite.
Acrescente:

  • Squilla marítima 7CH, se urinar muito e muitas vezes.
  • Contai maculatum 7CH, se urinar em várias vezes.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos ao levantar e ao deitar.

  • Lycopodium clavatum 9CH, nos sujeitos que respondem bem e que sentem vontades frequentes de urinar.

Posologia: 2 grânulos ao levantar.

Incontinência urinária

Para além dos medicamentos (Causticum, Kalium carbonicum, Equisetum hiemal) descritos no capitulo sobre a incontinência urinária da pessoa de idade, há dois medicamentos muito interessantes:

  • outra vez. Causticum 9CH, nas incontinências urinárias que aparecem a seguir a um esforço moderado nos sujeitos que respondem bem;
  • e Ferrum metallicum 9CH, nas incontinências urinárias que aparecem a seguir à tosse, esforços, ou espirros nos outros sujeitos.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos ao levantar.

Em geriatria, a homeopatia e indicada em numerosas outras áreas, entre as quais as perturbações psiquiátricas, que não desenvolvemos, porque necessitam de uma prescrição especializada.

A homeopatia integra-se no conjunto dos meios terapêuticos permitindo uma melhor qual dado de vida da pessoa de idade e um conforto maior do doente senil ou não.

A sua atividade exerce-se em todos os níveis, tanto na área preventiva como curativa (sozinha ou em associação). Para terminar, vamos insistir sobre o interesse geral desta terapêutica: eficácia, inocuidade, complementaridade.

Originally posted 2014-03-28 12:34:16.