718085 25072577 - Doenças cardiovasculares

Doenças cardiovasculares

A homeopatia, nesta área nitidamente orgânica, tem um papel importante, infelizmente ainda demasiado limitado a uma medicação de complemento, porque é desconhecida dos terapeutas. A sua eficácia ganharia em ser avaliada a fim de constituir uma ajuda preciosa para as pessoas de idade.

Veremos o seu papel nas hipertensões arteriais e o interesse de um tratamento de fundo que permite um regresso ao normal dos números da tensão nas hipertensões arteriais limites (< a 16/9,5), e evita recorrer aos ansiolíticos, ou às medicações hipertensivas de primeira intenção.

Do mesmo modo, nas hipertensões arteriais moderadas ou severas, em adjunção aos medicamentos clássicos, a homeopatia impede ou retarda a escalada terapêutica – ou seja a adição de um ou de vários medicamentos suplementares para regularizar a tensão arterial – considerada sempre como pejorativa pelos cardiologistas.

Para além disso, nas doenças cardíacas graves, tais como as insuficiências cardíacas direitas ou esquerdas, as perturbações do ritmo, a angina de peito, a terapêutica homeopática tem um papel de complemento que não deixa de ser importante. Também é o caso nas arterites dos membros inferiores.

Originally posted 2014-03-28 11:59:30.

baby2 - Tratamento de perturbações esfincterianas

Tratamento de perturbações esfincterianas

Enuresia sem horários especiais

Com micções abundantes

  • Equisetum 9CH, nas crianças magras e friorentas que sentem uma ligeira irritação que urinam (sem infeção urinária). A dar em associação com Silicea.
  • Plantago 9CH, nas crianças que têm sempre sede.

Posologia (para todos estes medicamentos); 2 grânulos ao deitar.

Dos sujeitos que respondem bem

  • Cina 9CH, enuresia de crianças nervosas sujeitas a lombrigas e aos terrores noturnos.
  • Pulsatilla 9CH, nas crianças que respondem bem que fazem chichi na cama, por vezes até à adolescência.
  • Sepia 9CH, enuresia das meninas que respondem bem.
  • Silicea 9CH, enuresia das crianças que respondem bem.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos ao deitar.

Durante as doenças

  • Ferrum phosphoricum 9CH, para as crianças que retêm dificilmente a sua urina, tanto de dia como de noite, quando estão doentes (com febre).
  • Ferrum metallicum 9CH, depois de uma anemia.

Quando a micção acontece na primeira parte da noite

Logo que a criança se deita

  • Causticum 15CH convém a crianças que respondem bem, que fazem chichi na cama logo no primeiro sono e têm dificuldades para reterem a sua urina durante o dia (as cuecas estão sempre um pouco molhadas).
  • Sepia 9CH, nas crianças que respondem bem.

Posologia: 2 grânulos ao deitar.

E não acorda a criança

  • Chloralum 9 CH.

Posologia: 2 grânulos ao deitar.

E é acompanhada por um eritema nadegueiro

  • Kreosotum 9 CH, quando as urinas têm um cheiro muito forte e são irritantes.

Posologia: 2 grânulos ao deitar.

Quando a micção acontece na segunda parte da noite

Durante o sono profundo

  • Belladonna 9CH.

Posologia: 2 grânulos ao deitar.

Na criança que molhou os pés durante o dia

  • Dulcamara 9CH.

Posologia: 2 grânulos ao deitar.

Originally posted 2014-04-07 10:22:24.

Homeopatia para adelgazar 2 - Zona

Zona

A zona é uma infeção neurológica provocada pelo vírus varicela-zona. Aparece na maior parte das vezes através da reativação deste vírus nas pessoas que tiveram a varicela.

De facto, o vírus que ficou nos gangliões do crânio ou da espinal medula espalha-se na pele por intermédio tios nervos sensitivos. Ataca cerca de 10 a 20% da população e é inquietante nas pessoas de idade cuja imunidade está diminuída ou nas pessoas que tomam corticóides devido a uma doença grave.

Diagnóstico

  • Distinguimos principalmente duas espécies de zonas: a zona intercostal (50 % dos casos) que ataca o tórax, e a zona oftálmica que ataca o rosto. De facto, o vírus pode estar localizado em qualquer nível da medula. Portanto, a zona pode situar-se no abdómen, nos lombos, nas nádegas, e nos membros.
  • Caracteriza-se por uma erupção unilateral de vesículas — pequenas bolhas cheias de líquido — idênticas às da varicela, mas circunscritas ao território do nervo atacado, e por nevralgias ligadas à infeção do ou dos nervos sensitivos. As dores aumentam com o aparecimento das vesículas, a sensação de queimadura é intensa e não deixa dormir. No fim de quatro ou cinco dias, as vesículas secam e formam-se crostas.
  • A chegada da zona é muitas vezes precedida por dores ou ardores no território atacado, as erupções evoluem por crises.

Na zona oftálmica, um exame oftalmológico é indispensável.

Principais complicações

  • Na zona intercostal, a sobre-infeção e a generalização da erupção são raras. As cicatrizes são mais ou menos importantes.

A principal complicação é a persistência das dores depois da cura da zona. Estão presentes em 25 a 50% dos sujeitos com mais de cinquenta anos; a sua frequência aumenta mais com a idade.

A dor nem sempre desaparece com o tempo, visto que 50% dos sujeitos ainda sofrem um ano depois.

  • Na zona oftálmica, as principais complicações são oculares: a conjuntivite é frequente, e a ceratite aparece em 35% dos casos.

Regras de higiene

  • Corte as unhas muito curtas.
  • Tome um banho todos os dias, depois aplique uma solução de eosina aquosa a 1% ou de hexamidina.
  • Se estiver a tratar um doente, deve sempre lavar as mãos depois de cada contacto.

Tratamento homeopático

No início
Se o diagnostico for feito precocemente, deve tomar com seis horas de intervalo:

  • Um dose de Vaccinotoxinum 30CH
  • Uma dose de Stephylococcinum 30CH
  • Um dose de Sulfur 15CH

Originally posted 2014-03-27 10:43:41.

prisao de ventre na gravidez - Tratamento de pequenos males da gravidez Parte III

Tratamento de pequenos males da gravidez Parte III

Dores nas costas

As dores nas costas são muito frequentes durante a gravidez. Pode acontecer logo ao princípio mas, no geral, aprecem durante o 2º e 3º trimestres.

Estas dores são a consequência do aumento de peso ocasionando pela gravidez: complicam-se por vezes com ciáticas.
Uma ginástica quotidiana é um excelente meio preventivo.

A homeopatia e a acupuntura são muito eficazes nestas indicações; para além disso, evitam recorrer aos anti-inflamatórios.
Não se esqueça de se deitar muitas vezes, sobretudo no fim da gravidez: repousa-a, acalma as contrações, alivia as dores dorsais e melhora as perturbações venosas.

Comichão

Aparece a meio da gravidez e necessita de uma consulta ao médico a fim de eliminar, evita também, a possibilidade de uma afeção cutânea, uma hepatite viral ou um cálculo biliar.

Na maioria das vezes, apenas se trata de um prurido da gravidez que desaparece no parto.
Para prevenir a comichão, vista roupas exteriores e interiores de algodão, e evite a lã e materiais sintéticos.

Enquanto não for à consulta, tente:

  • Caladium seguinum 5CH, se a comichão predominar na vulva e provocar por vezes uma excitação sexual.
  • Coffea cruda 5CH, na mesma indicação, nas mulheres muito emotivas e com insónias.
  • Staphysagria 7CH, se a comichão mudar e lugar, ou seja, logo que a coçadela a aliviar num sítio, o prurido recomeça noutro. Também convém nos pruridos vulvares excitabilidade genital nas mulheres que respondem bem.

Posologia (para todos os medicamentos): 2 grânulos 3 vezes por dia.

Prevenção pré-natal

Muitas mulheres grávidas preocupadas com a saúde do seu futuro filho desejam um tratamento que atenue as predisposição familiares.

Esta preocupação, embora legitima, necessita de consulta medica, porque o seu médico homeopata deve tomar em consideração o seu terreno a fim de elaborar um tratamento especifico tendo em conta o melhor possível estas situações.

Por exemplo, se você ou o futuro pai forem alérgico, receitara durante a gravidez medicamentos tais como Sulfur ou Psornum.

Originally posted 2014-03-31 09:25:27.

remedio - Comichão Parte II

Comichão Parte II

Comichões ligadas a causas identificadas

Provocadas por lombrigas (oxiurose)

As comichões do nariz e do ânus são facilmente notadas na criança. Dois medicamentos são principalmente indicados:

  •  Cina 9CH., nas crianças muito nervosas, caprichosas, que rangem os dentes de noite e acordam cheias de medo a meio da noite.
  •  Sabadilla 9CH, quando a oxiurose se manifesta através de côltcas abdominais, e as comichões aparecem e/ou pioram na Lua Nova ou na Lua Cheia.

Posologia (para lodos estes medicamentos) 2 grânulos ao levantar e ao deitar durante 1 mês.

De origem alérgica

  • Apis mellifica 7CH: lesões de urticárias que pioram com o calor e melhoram com agua fria ou aplicações frias.
  • Urtica urens 7CH: lesões de urticária que pioram com a água e com as apbcaçoes frias

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos de cinco em cinco minutos de uma meneira repetida, depois espace logo que haja melhoras.

  • Dolichos pruriens 7CH, medicamento de prurido ou de comichão que piora à noite o calor da cama.

Posologia: 2 grânulos 5 vezes por dia durante 2 dias, depois 3 vezes por dia durante 6 dias

  • Muriaticum acidum 9CH, em prevenção das alergias provocadas pelo sol, as lucites solares.

Posologia 2 grânulos ao levantar e ao deitar. Comece o tratamento 15 dias antes de partir de férias e continue o tratamento durante a primeira semana

Provocadas por doenças de pele

  • Lycopodium clavatum 7CH, no eczema acompanhado por comichões que o doente coça até fazer sangue, nos sujeitos que sofrem de perturbações digestivas
  • Staphysagria 9CH, em toda as doenças de pele características por comichões que mudam de lugar quando coçamos, ou seja, passam de uma zona para a outra logo que o paciente se atinou num sitio.

Posologia (para todos estes medicamentos) 2 grânulos ao levantar e ao deitar durante 1 mês

Originally posted 2014-03-26 16:03:27.