Homeopatia para adelgazar 2 - Tratamento da Diarreia Parte II

Tratamento da Diarreia Parte II

Diarreia de pessoa constipada

É de origem viral e cura-se depressa. No entanto, se o tratamento não for rapidamente eficaz, deve ir consultar um médico porque estes sinais podem ser anunciadores, entre outros, de uma hepatite virai.

  • China rubra 5CH é indicado para as diarreias líquidas indolores que contêm restos alimentares. São acompanhadas por um inchaço de todo o abdómen, uma febre sem sede, arrepios, tremores, e são seguidas por um esgotamento geral num sujeito pálido.
  • Gelsemium sempervirens 5CH: medicamento de diarreia pouco característica que aparece num sujeito congestionado, extenuado, febril, trémulo, esgotado.
  • Nux vomica 5 CH: nas diarreias formadas por pequenas fezes num doente com dores no corpo que aumentam à norte.
  • Soro de Yersin 15 CH: uma dose pode melhorar a situação.

Posologia 2 grânulos 5 vezes por dia sistematicamente e depois de ir à casa-de-banho durante as, depois 3 vezes por dia. Pare o tratamento um dia após o desaparecimento dos problemas.

Diarreias de origem medicamentosa

“Doença dos laxativos”

O paciente que toma laxativos de uma maneira incontrolada, abusiva ou excessiva, que sofre ou que pensa que sofre de prisão de ventre origina falsas diarreias.

Diarreia pós-antibiótica

Declara-se três a cinco dias depois de termos começado a tomar antibióticos. Na maioria das vezes é isolada, sem dores, sem febre, sem tocar no estado geral. Existem formas mais graves que necessitam de uma consulta.

  • China rubra 5CH, diarreia liquida indolor esgotante com inchaço global do abdómen
  • Nux vomica 5CH tem um papel de desintoxicante medicamentoso do organismo.

Posologia: 2 grânulos 5 vezes por dia sistematicamente e depois de ir à casa-de-banho durante os dias depois 3 vezes por dia. Pare o tratamento um dia depois do desaparecimento dos problemas.

Originally posted 2014-03-28 09:32:05.

curare bambini omeopatia - Verrugas

Verrugas

São tumores benignos contagiosos, que atacam cerca de 10% da população. São provocadas por papilomavírus dos quais mais de sessenta tipos são hoje conhecidos. Cuidado para não confundir com outros tumores cutâneos.

Diagnostico

Existem vários tipos de verrugas

  • as verrugas vulgares são as mais espalhadas na população. Rugosas, com os limites nítidos, indolores, estão localizadas na maioria das vezes nos dedos (à volta das unhas), nos cotovelos, nos joelhos, no rosto, no couro cabeludo. As crianças e os adolescentes são especialmente atacados, a proliferação das verrugas é favorecida pela manipulação incessante e pelos traumatismos dos joelhos e dos cotovelos.
  • as verrugas plantares, as mirmécias, situadas na planta dos pés, são achatadas, dolorosas e tem tendência para sangrarem facilmente, estão engastadas na pele e são difíceis de eliminar. As verrugas em mosaico, uma outra forma de verrugas plantares, são pequenas, múltiplas, muito próximas. Multiplicam-se graças ao chão das piscinas e aos seus duches.
  • as verrugas filiformes, pequenas excrescências estreitas e compridas, situam-se nas pálpebras, no rosto, no pescoço e nos lábios.

Tratamentos

Verrugas vulgares

Verruga das mãos

  • Das palmas das mãos
  • Antimonium crudum 7CH, se as verrugas forem córneas e duras.
  • Natrum sulfuricum 7CH, se os sujeitos responderam bem.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 granulos, ao levantes e ao deitar, durante pelo menos 2 meses.

  • Das costas das mãos
  • Dulcamara 7CH, se a verrugas forem moles, largas, planas, transparentes, pouco ou nada dolorosas.
  • Natrum carbonicum 7 CH, se os sujeitos responderem bem.
  • Thuya occidentalis 7CH, se as verrugas duras e dolorosas sangrarem facilmente

Posologia (para todos estes medicamentos) 2 grânulos ao levantar e ao deitar, durante pelo menos 2 meses.

  • Dos dedos
  • sob ou à volta das unhas, largas e que sangram facilmente: Causticum 7 CH
  • à volta das unhas e dolorosas: Graphites 7CH (por vezes com deformação nas unhas).

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos ao levantar e ao deitar, durante pelo menos 2 meses

Verrugas do rosto

  • do nariz: Causticum 7 CH, se sangrarem facilmente
  • das faces: Dulcamara 7 CH.

Posologia (para todos estes medicamentos) 2 grânulos, ao levantar e ao deitar, durante pato menos 2 meses.

Seja qual for a sua localização

Se as verrugas forem:

  • córneas e duras: Antimonium crudum 7CH.
  • dolorosas e sangrarem facilmente: Thuya occidentalis 7CH
  • indolores e moles: Dulcamara 7CH.
  • amareladas (ou a pele à volta), pontiagudas e sangrarem facilmente: Nitricum acidum 7CH

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos, ao levantar e ao deitar, durante pelo menos 2 meses

Verrugas plantares

  • Antimonium crudum 7CH.
  • Dulcamara 7CH, verrugas plantares contraídas numa piscina.
  • Thuya occidentalis 7CH.
  • Nitricum acidum 7CH. se as verrugas – ou a base na qual estão implantadas – forem amareladas, córneas e sangrarem facilmente

Posologia 2 grânulos, ao levantar e ao deitar, durante pelo menos 2 meses.

Verrugas filiformes

  • Nitricum acidum 7CH, se a verrugas pontiagudas causares comichão e sangrarem.
  • Ferrum pitricum 7CH, se a verrugas forem menos pontiagudas e sobretudo estiverem agrupadas.

Posologia: 2 granulos, ao levantar e ao deitar, durante pelo menos 2 meses

Excrescências genitais

É indispensável ir consultar um médico.

Tratamento local

Aplique nas verrugas, duas vezes por dia. com a ajuda de uma compressa:

  • Thuya occidentalis tintura-mãe, se as verrugas forem duras, dolorosas e sangrarem facilmente.
  • Chelidonium majus tintura-mãe, medicamento popular eficaz no tratamento das verrugas, em aplicação local.

Originally posted 2014-03-27 10:31:36.

3 - Tratamento das perturbações do comportamento motor

Tratamento das perturbações do comportamento motor

Os medicamentos homeopáticos mais correntes nesta indicação são os seguintes:

  • Argentum nitricum 9CH convém a uma criança que está em ação sem parar, sempre precipitada, que faz coisas rápida e superficialmente. Gulosa por doces, tem sempre medo antes de uma data importante, tal como um trabalho de casa sobre a tabuada, um exame oral ou escrito. Este medo manifesta-se através de diarreias emotivas e ardores no estômago. Junta-se aos outros medos do fracasso e do futuro que to naturalmente.
  • Chamomilla vulgaris 9CH é o medicamento tipo da criança agitada, colérica, caprichosa, insuportável, por vezes má. Tenaz, grita, chora, parte, rebola-se no chão, até obterá objeto do seu desejo. É uma criança que na maioria das vezes faz espasmos do soluço. Não suporta a mais pequena contradição e só se acalma se a passearem de carro ou a embalarem. É exatamente o tipo de criança que é necessário segurar com um mão de ferro numa luva de veludo se não quisermos que se crie uma oposição destruidora.
  • Cina 9CH esta muito próximo de Chamomilla vulgaris, mas as perturbações são acompanhadas por insónia, enuresia (chichi na cama) e uma agravação geral do doente na Lua Cheia ou na Lua Nova. Tem muitas vazas olheiras; a sua tendência natural para ter lombrigas (oxiúros) acentua o seu nervosismo.
  • Kalium bromatum 9CH convém as crianças ou aos adolescentes acneicos, facilmente inquietos, cuja instabilidade se manifesta através de uma agitação constante das mãos e dos dedos. Roem as pontas dos lápis, trituram as borrachas, manipulam os dedos e os pequenos objetos em todos os sentidos. A noite, têm dificuldades para adormecerem, são sujeitas a ter-rores noturnos, e mais raramente são sonâmbulas e fazem chichi na cama. A sua memória é fraca, o seu estado nervoso, que pica regularmente com a Lua Cheia é muitas vezes a consequência da presença de lombrigas nas fezes.
  • Nux vomica 9CH é o medicamento das crianças que se tornam nervosas devido a constrangimentos da vida dita moderna que as obriga a levantarem-se cedo, a não terem períodos de repouso ou de calma durante o dia, e a voltarem para casa muito tarde ao mesmo tempo que os pais. Este stress que seria necessário evitar-lhes é imposto e concorre para perpetuar este estado. Por isso, as suas crises de fúria, embora menos violentas do que as crises dos seus camaradas descritos nos medicamentos precedentes, são mais frequentes.
  • Staphysagria 9CH interessa as crianças irritáveis, muito nervosas, muito sensíveis à reprimenda e a tudo o que as contraria. São caprichosas mas interiorizam as suas fúrias que “tornam a sair” sob a forma de tremores, insónias, ou outras, tais como concas ou tosses persistentes.
  • Tarentula hispana 9CH convém a uma criança hiperativa, ansiosa, que agita as mãos e os pés sem parar, e que só se acalma com música. As dificuldades escolares que encontra estão em relação com a dissipação, a falta de concentração e as perturbações do sono tais corno os terrores noturnos, a oscilação da cabeça quando adormece (ritmias) e a insónia. É também um medicamento de hipercinesia da criança.
  • Theridion 9CH dá-se às crianças turbulentas, muito tagarelas, que mexem as mãos em permanência. Hipersensíveis ao barulho, ainda se mexem mais nos ambientes barulhentos que não suportam.
  • Tuberculinum 9CH é o medicamento da criança longilínea que cresce muito depressa, tem amígdalas grossas e rinofaringites a repetição. Insuportável, desinquieta, turbulenta, tem ataques de fúria por uma coisa de nada.
  • Valeriana 1DH, quando as crianças estão estafadas, tensas, agitadas com tiques e têm dificuldades para adormecerem.
  • Zincum metallicum 9CH ajuda as crianças demasiado enérgicas, facilmente reconheci-das pala agitação permanente dos pés e das pernas. Cansam-se depressa, tem perturbações da memória e não suportam o barulho.

Posologia (para todos estes medicamentos, exceto Valeriana): 2 grânulos ao levantar. Valeriana 1DH: 20 gotas 2 vezes por dia ao levantar e ao deitar.

Chuchar o polegar

É uma pequena mania do bebé – tal como chuchar na chupeta – que o tranquiliza e que dura normalmente até à idade de um ou dos anos; mas pode prolongar-se até aos quatro ou cinco anos, até mesmo mais.

Não há motivo para ir contra este hábito que desaparece normal-mente como a evolução afetiva da criança.

A utilização transitória de um objeto (urso de pelúcia, cobertor, fralda, etc.) permite passar este cabo. Nenhum tratamento homeopático é necessário, exceto quando há perturbações do comportamento.

Originally posted 2014-04-03 14:05:35.

1dandelion3 - Diarreia aguda do adulto

Diarreia aguda do adulto

Só abordaremos as diarreias agudas, ou seja, aquelas que aparecem de uma maneira brutal. Se as diarreias forem crónica, deve ir consultar um médico.

Diagnóstico

A diarreia define-se pela emissão quotidiana de fezes demasiado frequentes (mais de três por dia) e/ou demasiado liquidas e/ou demasiado abundantes.

As circunstâncias principais durante as quais a diarreia aparece são:

  • a diarreia do viajante ou turista”, no regresso de um pais estrangeiro;
  • a diarreia provocada pelas salmonelas durante uma intoxicação alimentar;
  •  a diarreia depois de um tratamento antibiótico. Há numerosos medicamentos que podem provocar as diarreias; informe-se junto do seu médico se estas últimas aparecerem durante um novo tratamento.
  •  a diarreia de origem viral, que aparece num sujeito com gripe;
  •  a falsa diarreia daqueles que sofrem de prisão de ventre, que abusam de laxativos;
  •  a diarreia provocada pela má digestão de um alimento ou a seguir a excesso alimentaras
  • a diarreia de stress.

Existem, claro, múltiplas outras causas de diarreia que necessitam de uma opinião médica autorizada. Deve ir a uma consulta se tiver:

  • mais de seis fezes por dia ou sangue nestas últimas;
  • dores abdominais violentas;
  •  uma febre persistente;
  • um estado geral alterado.

A diarreia aguda, no geral, cura-se muito rapidamente no adulto são e raramente se complica com desidratação

Regras dietéticas

Seja qual for a causa da diarreia, as regras que se seguem fazem parte integrante do tratamento:

  1. o repouso ao quente;
  2. uma alimentação principalmente à base de líquido durante vinte e quatro a quarenta e oito horas, ou seja:
  • pelo menos um litro e meio de água;
  •  caldos de legumes cozidos durante muito tempo (para dissociar bem as fibras) e ligeiramente salgados (para reter a água), excluindo legumes irritantes para o intestino tais como os alhos franceses, as cebolas, as couves, os nabos, o cercefi;
  •  água de arroz no primeiro dia, uma sopa de cenouras, maçãs cruas finamente raladas, polpa de alfarroba no segundo dia;
  • nos dias seguintes: sêmola, sopa de massa, arroz bem cozido, peixe magro muito fresco cozido, bife picado depois de cozido, manteiga crua. puro de legumes e um iogurte.

A seguir, recomece progressivamente uma alimentação normal.

Originally posted 2014-03-27 16:53:49.

vacuna1 - Tratamento da varicela

Tratamento da varicela

No princípio

Em caso de febre:

Se a criança tiver sede

  • e não transpirar: Aconitum napellus 5CH;
  • depois transpira com abundância: Belladonna 5CH, Mercurius solubilis 5CH.

Se a criança não tiver sede

  • e não transpirar, e se estiver muito abatida: Gelsemium sempervirens 5CH;
  • e se tiver a pele seca entrecortada de transpiração: Apis mellifica 5CH

Posologia: 2 grânulos 5 vezes por dia enquanto a febre durar.

Na fase da erupção

  • Rhus toxicodendron 5CH, sistematicamente, porque reproduz tipicamente as lesões; com ardores e picadas, da varicela, que melhoram com aplicações de água muito qu mas não com as arranhadelas.
  • Mezereum 5CH. indicado logo que as vesículas se cobrem de crostas.

Posologia: 2 grânulos 5 vezes por dia durante 2 dias, depois 3 vezes por dia durante 6 dias.

No caso de sobreinfeção

Continue os dois medicamentos precedentes e acrescente:

  • Mercurius solubilis 5CH, sobretudo se a varicela for acompanhada por uma feto importante com uma sede intensa, suores nocturnos abundantes.
  • Graphites 5CH, se as vesículas então transudantes melhorarem com aplicações fresca e piorarem com as arranhadelas, o calor da cama. Se os fenómenos parecerem piorai tome Graphites em 15CH.

Posologia: 2 grânulos 5 vezes por dia durante 2 dias, depois 3 vezes por dia durante 6 dias.

Para recuperar da doença

  • Sulfur iodatum 15CH: dar sistematicamente uma dose para acelerar o desaparecimento dos elementos cutâneos restantes.

Se as cicatrizes persistirem

  • Tomar sistematicamente Graphites 7CH, durante 2 ou 3 meses, 2 vezes por dia

Originally posted 2014-04-02 09:19:28.