fundo02 - Rinofaringites

Rinofaringites

Os medicamentos das rinofaringites do adulo e da criança são idênticos. Para escolher os medicamentos referentes à sua constipação, aconselho o leitor a rever o artigo sobre as rinofaringites da criança. Se a sua temperatura estiver muito alta, consulte o artigo as “Febres da criança”.

Originally posted 2014-03-27 15:20:52.

Aree d’intervento - O que é necessário sabe para se tratar com a homeopatia

O que é necessário sabe para se tratar com a homeopatia

Em função dos seus conhecimentos, dos seus hábitos da homeopatia, utilizará esta parte prática com uma facilidade mais ou menos grande:

  •  Se está familiarizado com a homeopatia, sabe observar, reconhece rapidamente os sinais importantes. A navegação far-se-á facilmente neste livro.
  • Se está a descobrir a homeopatia, a navegação necessitará talvez de um período de aprendizagem, até mesmo de arfagem, e da ajuda de uma bússola. Aconselho o leitor a ir consultar um médico homeopata que o ajudará a adquirir este estado de espírito necessário a uma prática inteligente da homeopatia.
  • Em função da sua cultura médica, os conselhos de prudência permitir-lhe-ão evitar eventuais obstáculos.

Em todo o caso, se se perder, se o nevoeiro for muito denso, ou se tiver a mínima dúvida, se não conseguir orientar-se. não hesite em lançar um “SOS” ao capitão da sua saúde: o seu médico homeopata.

Originally posted 2014-03-26 10:43:32.

1371627748 cartaz consultas oftalmologia - Oftalmologia

Oftalmologia

As possibilidades da homeopatia nesta área são muitas vezes desconhecidas do grande público e dos profissionais de saúde não homeopatas.

Numerosos medicamentos alopáticos que intervêm nas afeções dos olhos, ou nas doenças mais gerais, comportam efeitos secundários e causam consequências nefastas sobre os olhos. Por exemplo, alguns colírios, ou os corticóides ou outros, atuando sobre a angina de peito ou sobre a pão arterial, podem provocar glaucomas.

A homeopatia associada no tratamento destas doenças tem a vantagem de minimizar os efeitos deletérios destes medicamentos,mesmo modo, atua nas manifestações oftalmológicas rebeldes à terapêutica alopática.

A idade também é interessante nas doenças dos olhos que aparecem nas pessoas de idade. A homeopatia é eficaz tanto nas manifestações infecciosas como nas alérgicas. As afeções febras também podem ser tratadas com esta terapêutica.

Com as diferentes indicações descritas neste capítulo, aconselho o leitor a não deixar persistir as leões mais de quarenta e oito horas e a consultar imediatamente um médico principalmente se os seus olhos estiverem vermelhos, dolorosos e/ou acusarem uma má visão.

Originally posted 2014-04-01 11:15:12.

szociálisgondozó1 1024x682 - Reumatologia

Reumatologia

A homeopatia tem uma grande eficácia nas dores crónicas. Associada à acupunctura e às manipulações vertebrais, evita recorrer precocemente aos anti-inflamatórios e aos corticoides e permite, de uma maneira segura, diminuir as doses destas substâncias quando a sua utilização é dispensável. Isto é ainda mais interessante porque as dores reumatismais aparecem antes de mais nas pessoas de idade, portanto mais sensíveis, juntamente com as crianças, aos efeitos dos medicamentos.

De facto, os sujeitos de idade têm muitas vezes outras doenças tornando ilusória ou impossível a utilização prolongada de anti-inflamatórios, por exemplo quando o doente apresenta antecedentes de ulceras gastroduodenais, ou tem de tomar anticoagulantes para uma afeção cardíaca, ou então quando tem problemas renais ou hepáticos severos. Nos sujeitos mais jovens, tomar anti-inflamatórios nem sempre é fácil ou possível, assim, por exemplo, diminuem a eficácia contracetiva das mulheres que usam um dispositivo intrauterino (DIU).

Para além disso, ainda não há muito tempo, sabemos que tomar anti-inflamatórios prolongadamente agrava o problema cartilaginoso, estes últimos só devem ser tomados quando houver crises. Assim, a homeopatia, a acupunctura, as manipulações vertebrais, os tratamentos termais deveriam ser terapêuticas de primeira intenção nas afeções reumatismais degenerativas (provocadas peto envelhecimento) agudas ou crónicas.

De facto, a eficácia e a inocuidade destas técnicas, e os riscos potenciais dos tratamentos clássicos fazem destas últimas medicações de segunda intenção. Não por um dogmatismo mal situado, mas numa visão a longo prazo que visa graduar as respostas terapêuticas à dor do doente, ou seja, utilizar terapêuticas adaptadas â sua dor. Para além disso, o uso abusivo de anti-inflamatórios ao mais pequeno sofrimento em termos de beneficio-risco é negativo para o doente e limita o arsenal terapêutico do médico que não tem rapidamente outros recursos a não ser utilizar a cortisona.

Originally posted 2014-04-08 08:35:56.

mujer bebe varicela - Varicela

Varicela

A varicela é um doença viral aguda contagiosa provocada pelo vírus herpes-varicela. Aparece em 90% dos casos na criança de dois a dez anos.

Diagnóstico

Depois de um período de incubação de aproximadamente quinze dias, a doença revela-se atraves de erupções características de vesículas, ou seja, de bolhas com 3 a 5mm de diâmetro cheias de um líquido claro. Secam em menos de vinte de quatro horas e cobrem-se com uma crosta que cai no oitavo dia, sem deixar cicatrizes se a criança não se arranhar e não as infetar.

As erupções evoluem por fases – por vezes com fere nos primeiros dias -, começa normalmente no tronco, depois espalham-se até ao rosto, ao pescoço e aos membros.

Principais complicações

A varicela é uma doença benigna na criança, séria, até mesmo grave no adulto

  • Na criança, as arranhadelas intempestivas provocam sobreinfeção e cicatrizes indeléveis.
  • No adulto, são possíveis complicações pulmonares e neurológicas.

Regas de higiene

  • Corte as unhas curtas à criança Escove-as duas vezes por dia para evitar as complicações supracitadas
  • Dê-lhe um banho por dia; enxugue-a com uma toalha às pancadinhas e não a esfregue. A seguir, aplique nas erupções uma solução de eosina aquosa a 1% ou de fluoresceína aquosa.
  • A pessoa que trata o doente deve lavar as mãos depois de cada contacto.
  • Não deve levar a criança à escola enquanto houver crostas, porque ainda está contagiosa. Evite o contacto com as mulheres grávidas e os sujeitos doentes que tomam corticóides, porque correm o risco de desenvolverem uma varicela muito grave.

Originally posted 2014-04-02 09:09:00.