mujer bebe varicela - Dentes a romper

Dentes a romper

Os dentes a romper são um problema benigno que pode estragar a vida da criança e a dos pais. Os tratamentos homeopáticos são muito eficazes neste indicação.

Tratamento

  • Chamomilla vulgaris: as mães que conhecem o “truque” dão, muitas vezes com êxito e eficácia, de uma maneira quase sistemática, Chamomilla vulgaris quando a criança tem dor de dentes. Saiba que este medicamento é ainda mais indicado e portanto ativo quando as crises aparecem:
  1. numa criança normalmente — ou que se tornou devido à dor que não tolera insuportável, colérica, caprichosa.
  2. e/ou são acompanhadas por sinais gerais: febre com suores quentes no rosto.

A bochecha do lado do dente a romper está vermelha e quente, ao passo que a outra está fria. As dores pioram quando o biberão está quente (gritos); e melhoram quando andamos de criança ao colo ou a embalamos.

  • Chamomilla vulgaris também é indicado quando a crise provoca:
  • uma otite média aguda;
  • e/ou uma diarreia esverdeada com um cheiro fétido de ovos podres, e uma colite reconhecida pela agitação (“se se torcer como uma cobra”) e os gritos da criança;
  • e/ou uma rinofaringite com uma tosse noturna que não acorda a criança.

Posologia:

  • Se utilizar Chamomilla vulgaris a titulo sistemático sem a presença dos sinais supracitados, dará: Chamomilla vulgaris 5CH, 2 grânulos de quarto em quarto de hora, depois espace a dose logo que começam a aparecer melhoras.
  • Se encontrar os sinais precedentes, a criança deve tomar Chamomilla vulgaris 15CH; 2 grânulos de quarto em quarto de hora fazem ceder rapidamente a dor.

Acrescentará

  • Coffea cru da 7CH, se, para além disso, a criança tiver dificuldades para dormir, porque, tal como para Chamomilla vulgaris, as dores pioram com as bebidas quentes, mas melhoram com água fria (o molho de chaves dos pais está muitas vezes na boca).
  • Ferrum phosphoricum 7CH, no caso de otite associada.
  • Mercurius solubilis 7CH, se a criança babar na almofada e tiver a língua branca e febre.
  • Rheum 5CH. quando a diarreia torna a criança caprichosa e agitada, quando grita antes de ir à casa-de-banho e o cheiro azedo das fezes se espalha pelo corpo apesar aos cuidados de limpeza.
  • Staphysagria 9CH, se ficar com muito mau humor.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos 5 vezes por dia durante 2 dias, depois 3 vezes por dia se necessário.

Originally posted 2014-04-02 14:16:52.

headache woman - Tratamento de Enxaquecas

Tratamento de Enxaquecas

Enxaquecas sem aura

Enxaquecas direitas

Ou seja, aquelas que aparecem no lado direito.

  • Sanguinária 5CH é indicado quando a dor de cabeça começa no occipício e fixa-se por cima do olho direito. A dor começa ao levantar, é maximal ao meio-dia e acalma-se à noite A enxaqueca é acompanhada por uma vermelhidão no rosto, principalmente nas bochechas, e por vezes de náuseas e de vómitos gástricos e/ou biliosos. Tem tendência para aparecer de sete em sete dias, por vezes no dia ou na véspera da menstruação,
  • Iris versicolor 9CH também é um medicamento de enxaquecas oftálmicas. A dor situa-se por cima do olho direito, e é sobretudo acompanhada por uma sensação de ardores esofagianos e digestivos, por uma diarreia ardente e uma salivação abundante. A crise e por vezes anunciada por uma sensação de “visões”, nevoeiro diante dos olhos. É hebdomadária e manifesta-se principalmente nos fins de semana ou nos dias de descanso.
  • Chelidonium majus 7CH, para a enxaqueca que aparece num contexto digestivo, nos sujeitos “hepáticos”, que se queixam de dores ao nível do fígado e que se espalham a ti à omoplata direita.

Posologia (para todos estes medicamentos): 5 grânulos logo ao principio da crise, depois passada meia hora, a seguir 2 grânulos todas as horas até ao fim da crise, ou menos vezes em funçao da intensidade da dor.

Enxaquecas esquerdas

Ou seja, aquelas que aparecem no lado esquerdo:

  • Spigelia 5CH é indicado na enxaqueca occipital que se fixa a seguir por cima do olho esquerdo. Tal como para Sanguinária, segue a curva solar, ou seja, começa ao levantar, é maximal ao meio-dia, e diminui no final da tarde. Não há náuseas nem vómitos, mas por vezes uma ansiedade acompanhada por uma sensação de batidas fortes no coração.
  • Ginkgo biloba 5CH é uma medicamento de enxaquecas localizadas por cima do olho ou na têmpera esquerda, pioram com o frio.
  • Niccolum metallicum 5CH, quando a enxaqueca aumenta até ao meio-dia, piora num quarto quente, e melhora em pleno ar e com uma merenda.

Posologia (para todos estes medicamentos): 5 grânulos logo ao principio da crise, depois passada meia hora, a seguir 2 grânulos todas as horas até ao fim a crise, ou menos vezes em função da intensidade da dor.

Enxaquecas com aura neurológica

  • Gelsemium sempervirens 7CH: os formigueiros e entorpecimentos podem ser acompanhados por paralisias motrizes reversíveis da face.

Tratamento de terreno

O tratamento das enxaquecas necessita de um tratamento de terreno para espaçar as crises e atenuá-las quando aparecem, e ao mesmo tempo para diminuir as consequências das circunstâncias que as desencadeiam.

Os principais medicamentos são Gelsemium sempervirens. Lachesis mutus, Lycopodium clavatum, Natrum muriaticum, Psorinum, Sepia, Sulfur.

Note que Lycopodium clavatum 7CH é também um medicamento de enxaqueca digestiva indicado sobretudo nos sujeitos que respondem bem, e que Lachesis mutus 9CH convém às enxaquecas que aparecem durante a menopausa, e evoluem da esquerda para a direita.

Originally posted 2014-04-01 09:47:03.

Una receta casera contra la tos 1 0 - Tratamento da Tosse Parte II

Tratamento da Tosse Parte II

Casos de tosse

Na maioria das vezes, são por vezes grossas e podem encontrar-se em todas as afeções

  • Coccus cacti 5CH: nas rinofaringites – que aparecem em tempo frio – acompanhadas por um corrimento de mucosidades espessas, amareladas, difíceis de expulsar e ataques violentes de tosse seca, espasmódica, sufocante que deixa o rosto corado. Esta tosse melhora com as bebidas frias.
  • Corallium rubrum 5CH: nas rinofaringites, nas bronquites caracterizadas por uma tosse espasmódica, violenta, esgotante, que aparece logo com ataques, congestionando o rosto. A tosse piora ao acordar e com o a frio.
  • Cuprum metallicum 5CH: para as tosses secas com ataques, extremamente violentas ,com cianose da face, aparecendo durante rinofaringites, traqueites.
  • Drosera rotundifolia 5CH: ataques de tosse logo que deitamos a criança, com dores músculos abdominais provocadas pela intensidade da tosse.

Tosses noturnas

As tosses noturnas são muito frequentes. As tosses que aparecem logo que a criança se deita correspondem a Drosera rotundifolia e a Hyoscyamus quando a tosse cessa logo que a criança se senta.

Quando aparecem antes da meia-noite orientam para Coccus cacti ou Corallium rubrum, ao passo que as tosses que se manifestam depois da meia-noite correspondem a Drosera rotundifolia, e aquelas que aparecem por volta da meia-noite a Aconitum napellus.

As tosses que não têm horário noturno especial indicam mais Mercurius solubilis, Pulsatilla e Sticta pulmonaria.
As tosses que não acordam as crianças que continuam a tossir e a dormir, orientam para Chamomilla vulgaris ou Tuberculinum.

Originally posted 2014-04-02 11:45:14.

homeopathbottles - Inchaços e Tratamento Parte II

Inchaços e Tratamento Parte II

Conforme a causa

As pessoas que comem habitualmente muito

  • Aloe 9CH.
  • Antimonium crudum 9 CH é o medicamento das pessoas que comem muito na maioria das vezes obesas e irritáveis Digerem mal os excessos que fazem, sobretudo a charcutaria e os alimentos ácidos que, no entanto, apreciam. Esta má digestão provoca aerofagia, regurgitações com o sabor dos alimentos, diarreia e/ou vómitos, até mesmo cefaleias. A sua língua está completamente coberta por um revestimento esbranquiçado e espesso.
  • Sulfur 9 CH. num sujeito alérgico cujo inchaço abdominal é doloroso. É acompanhado por cefaleias. gases nauseabundos, hemorroides, por vezes prisão de ventre ou diarreia quando acorda no dia seguinte.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos ao levantar

A seguir ou em prevenção de excessos alimentares ocasionais

  • Antimonium crudum 5CH. se a língua estiver completamente branca.
  • Nux vomica 5CH, apenas a parte posterior da língua está branca e quando as náuseas melhoram com os vómitos que o doente provoca.
  • Ipeca 5CH, se a língua estiver limpa, ou seja, normal, e quando os vómitos não acalmam as náuseas.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos de duas em duas horas ao principio, depois 5 vezes por dia no dia seguinte.
Em prevenção (antes de uma festa, por exemplo).

Nux vomica 15 CH ou Antimonium crudum 15CH, uma dose meia hora antes da refeição. A escolha dos medicamentos faz-se em função dos sintomas que sentimos habitualmente nestas circunstâncias.

A seguir a perturbações hepáticas

  • Lycopodium clavatum 9CH, em tratamento de fundo: 2 grânulos ao levantar.
  • Juglans regia 5 CH, quando o inchaço se associa a uma sensação de mal-estar e cefaleias.

Posologia: 2 grânulos antes do almoço e do jantar.

  • Taraxacum 6DH, nos sujeitos inchados que têm uma língua dolorosa e despapilada com a forma de um mapa geográfico.

Posologia: 20 gotas antes do almoço e do jantar.

Durante a gravidez

Os medicamentos já citados podem ser indicados para a mulher grávida. Existem outros medicamentos mais específicos que são descritos no capítulo “Gravidez”.

A seguir a perturbações nervosas.

Em tratamento de terreno.

Originally posted 2014-03-28 10:55:16.

banner2 - Limites da automedicaçao

Limites da automedicaçao

Aviso

Apesar da sua mediatização, o desconhecimento da homeopatia leva-nos a fixar logo os limites, ou seja, as barreiras que devemos impor quando utilizamos uma obra de automedicação. “Impor-se”, a palavra não é muito fraca, porque a automedicação só se torna perigosa quando fingimos ignorar ou subestimar os nosso próprios limites.

O objetivo desta obra consiste em levar-nos progressivamente a utilizar sozinhos e sem perigo a homeopatia nas afeções benignas. Nunca hesite em solicitar a opinião do seu médico.

Interrogue-o, eventualmente, vá consultá-lo togo que lhe surja a mais pequena dúvida ou a mais pequena inquietude. É sempre melhor muito cedo do que demasiado tarde.

A cultura médica que adquire, ou que jà tem, ficará mais rica com a leitura desta obra, com a experiência pessoal e com a troca de ideias com o seu médico homeopata.

É por isso que ao longo deste livro serão indicados, por um lado, os conselhos de bom senso para o ajudar a tomar a decisão certa e, por outro, os sinais que devem alerta-lo ao mais pequeno obstáculo e levá-lo a consultar um médico.

Também insistimos em salientar que este guia trata em prioridade as doenças benignas e informa-o das afeções da competência da homeopatia. Associa, em função das patologias, as regras de higiene, os conselhos alimentares ou outras informações que podem ajudá-lo a obter uma melhor qualidade de vida.

Seja mais vigilante do que de costume, se decidir tratar-se sozinho. O bom senso e um mínimo de cultura médica devem guiá-lo.

O que deve absolutamente saber

Na rubrica terapêutica, são indicados avisos específicos a cada doença; deve absolutamente respeitá-los e reconhecer bem esses sinais que devem levá-lo a consultar um médico.

Na ausência de melhoras rápidas, numa doença aguda ou se as perturbações não forem habituais, vá imediatamente consultar um médico.

Não continue um tratamento do qual não retira qualquer beneficio. Se sofre de uma doença grave ou crónica, deve consultar logo um médico homeopata, porque a preparação de um tratamento de terreno necessita de um conhecimento aprofundado da homeopatia. Sobretudo não pare o seu tratamento alopático sem conselho médico.

Originally posted 2014-03-26 12:19:20.