asma

Tratamento das crises

Não fique à espera que a crise apareça para ler esta rubrica. Selecione os medicamentos que lhe parecem melhor adaptados e tenha-os à sua disposição no caso de crises.

Sistematicamente

  • O mais eficaz, para tratar as crises, consiste em alternar de minuto em minuto Ipeca 5 CH e Antimonium tartaricum 5 CH. Não se esqueça de espaçar os medicamentos logo que a respiração regressar ao normal, e não hesite em utilizar as terapêuticas clássicas na ausência rápida de melhoras:
  • Ipeca 5 CH convém principalmente às asmas da criança que aparecem todos os anos na mesma época. A tosse seca e violenta provoca náuseas e vómitos que não aliviam o doente. A língua está limpa.
  • Antimonium tartaricum 5 CH, quando a crise, na maioria das vezes noturna (cerca das 3 ou 4 horas da manhã), é acompanhada por uma respiração ruidosa e penosa. O paciente sente-se muito incomodado, é obrigado a sentar-se para respirar melhor. Apesar de uma tosse grossa, emite dificilmente escarros. Tem a língua branca e náuseas.

Conforme o caso

Podem ser indicados medicamentos mais específicos:

  • Arsenicum álbum 9CH reproduz a crise de asma típica que acorda o sujeito em plena noite entre 1 e 3 horas da manhã. Durante esta última, o sujeito sente-se muito ansioso, muito agitado e tem medo de morrer. Levanta-se porque não consegue ficar deitado, caminha em todas as direções para tentar ficar mais aliviado. Embora tenha frio, abre a janela para respirar melhor.
  • Aralia racemosa 9CH, quando a asma é desencadeada por uma rinofaringite ou uma rinite alérgica. Traduz-se por dificuldades respiratórias que pioram quando se estende ao comprido, sobretudo ao deitar ou no primeiro sono.
  • Cuprum metallicum 5CH: asma noturna que é acompanhada por uma cianose (coloração azul-arroxeada) do rosto e violentos ataques de tosse seca dificilmente suportáveis. Estes últimos melhoram com bebidas frias. Um tratamento alopático complementar é por vezes necessário.
  • Kalium carbonicum 5CH ó indicado na asma das pessoas idosas que aparece entre 2 e 4 horas da manhã. A expetoração é difícil, o doente fica mais aliviado ao respirar sentado inclinado para a frente.
  • Lachesis mutus 5CH, quando a asma aparece nas mulheres em perimenopausa.
  • Ignatia amara 9CH: asmas dos sujeitos espasmófilos, acompanhada por uma tosse seca que aparece depois de uma contrariedade.

Posologia: se um medicamento sobressair nitidamente, deve prescrevê-lo em 9CH de 2 em 2 minutos, depois espaçá-lo com as melhoras.

Na minha opinião

É preferível ir consultar o seu médico homeopata para que prepare um tratamento individualizado das suas crises. Nunca hesite em utilizar tratamentos clássicos se a crise não ceder rapidamente.

Tratamento de terreno

O tratamento de terreno é da competência do médico homeopata: qualquer doente asmático deve consultá-lo para que possa avaliar a gravidade da doença e da oportunidade ou não de uma terapêutica de terreno.

Este tratamento tem por objetivo ser preventivo, ou seja. limitar a frequência das crises. a sua intensidade quando aparecem, e a evolução da doença.

Tratamentos termais

A opinião dos pneumologistas está dividida sobre a eficácia dos tratamentos termais Têm o interesse de ensinarem aos asmáticos a conhecerem melhor a sua doença e. quando estão situados em altitude, a mais de 1.500-2.000 metros, permitirem uma evicção total dos ácaros que estão ausentes a esta altitude.

Originally posted 2014-03-27 12:51:41.

Comments

comments