Artigos

remedio - Doenças digestivas

Doenças digestivas

A homeopatia tanto atua em certa doenças digestivas, graves, tais como as hepatites ou as pancreatites, como em perturbações banais tais como a prisão de ventre, as as hemorroides, as fissuras anais. Conforme o estado da doença, os medicamentos homeopáticos podem ser dados em primeira intenção ou em complemento de um tratamento alopático.

Originally posted 2014-03-28 12:13:23.

silicio - Silicea

Silicea

Origem

A sílica é uma pedra de uma grande dureza, insolúvel na água e no álcool. As principais indicações em homeopatia são as supurações agudas e crónicas, e as perturbações da mineralização A sua atividade, em altas diluições, sobre o sistema imunitário foi demonstrada experimentalmente.

Indicações

Perturbações do crescimento

Das crianças que respondem bem.

  • Com tendência para o raquitismo devido a uma dieta desequilibrada: demasiados doces, insuficiência de lacticínios, quando os sujeitos que respondem bem têm sobretudo necessidade destes últimos.
  • Perturbações dentárias: dentes a romper lenta e dificilmente, dentes ameados esmalte estragado, cáries precoces.
  • Perturbações dos fâneros: unhas com manchas brancas que se partem facilmente.
  • Fratura nos sujeitos jovens com atraso na formação do calo ósseo.

Perturbações provocadas pelas lombrigas (oxiúros) na criança

Acentuação do lado mau do carácter e do sonambulismo das crianças que respondem bem infestadas pelos oxiúros na Lua Nova.

Esgotamento intelectual

Dos estudantes com:

  • cefaleias crónicas;
  • perda da memória e da concentração: já não conseguem memorizar nem ouvir;
  • depressão com falta de coragem;
  • sono agitado não reparador, com despertar em sobressalto e sonambulismo.

Supurações agudas

  • Da pele abcessos, panarícios, furúnculos, acne supurada.
  • Da esfera ORL:
  1. Rinofaringites, anginas, otites, que aparecem com o mais pequeno frio;
  2. Bronquites: a mais pequena constipação cai sobre o perto.

Estes episódios infeciosos a repetição são muitas vezes desencadeados pela vacinação demasiado precoce, pela BCG ou pela repetição das vacinações nos sujeitos que respondem bem.

Supurações crónicas

Necessitam de uma consulta médica; englobam as:

  • infeções pulmonares a repetição;
  • infeções genitais e as cistites crónicas;
  • feridas supurantes com ou sem corpos estranhos visíveis ou invisíveis;
  • cicatrizações lentas e que se arrastam.

Estas supurações inflamatórias são acompanhadas por dores que picam, tipo espinho ou lasca enfiada na pele.

Prisão de ventre

Dos sujeitos que respondem bem.

As fezes, difíceis de expulsar, têm tendência para subirem no reto depois do esforço.

Posologia

  • Supurações cutâneas crónicas Silicea 15CH, ao levantar e ao deitar até ao desaparecimento completo dos fenómenos supurativos.
  • Fratura nos sujeitos jovens: Silicea 7CH, 3 vezes por dia até à consolidação da fratura e nos três meses seguintes.

Silicea convém se

Os fatores desencadeantes forem:

  • Idênticos às modalidades de agravação.

As modalidades forem:

  • Uma agravação com o frio, no Inverno, com as vacinações, na Lua Nova.
  • Melhoras com o calor, com agasalhos (as cefaleias).

Os sujeitos que respondem bem a Silicea

São as crianças inteligentes e fatigáveis, com desenvolvimento físico lento.

No bebé, a magreza dos membros faz contraste com a barriga e a cabeça grandes. As bossas frontais sobressaem, os olhos são vivos e brilhantes. As fontanelas fecham-se bastante tarde, o crescimento é lento e retardado. Transpira abundantemente da cabeça ao adormecer, e transpira dos pés em permanência. Tem tendência para fazer chichi na cama até bastante tarde.

Posteriormente, estes aspetos confirmam-se. A criança, fraca, é viva e inteligente, teimosa, tímida e medrosa. Tem falta de confiança em si própria, é ansiosa e tem medo de não conseguir fazer as coisas. Fisicamente, embora remexida, cansa-se depressa. As feridas cicatrizam lentamente e têm tendência para supurarem.

Adulto, é alto, magro, friorento, tem sempre os pés frios durante a noite e aquece-os muitas vezes contra os do seu parceiro. Os traços de carácter persistem e acentuam-se. Uma particularidade que encontramos em qualquer idade: a fobia dos alfinetes.

Originally posted 2014-04-14 10:15:29.

radisrose - Raphanus sativus

Raphanus sativus

Origem

O rabanete preto, Raphanus sativus niger, de origem desconhecida, é uma planta herbácea que dá flores brancas com veios violeta, da família das crucíferas (brassicáceas).

Composição

A tintura-mãe, fabricada a partir da raiz fresca, é rica em flúor e estimula a evacuação da bílis.

Indicações

Prisão de ventre

  • Banal.
  • Ou a seguir a uma intervenção cirúrgica na região do abdómen ou da pélvis ou a seguir a uma colonoscopia ou a uma celioscopia.

Em todos os casos, o abdómen fica completamente inchado e bastante doloroso.

Raphanus sativus convém se

Os fatores desencadeantes forem:

  • Uma intervenção cirúrgica na região do abdómen ou da pélvis.
  • Uma coloscopia ou uma celioscopia.

Posologia

Raphanus sativus 5CH, dado preventivamente 3 vezes por dia 4 dias antes da intervenção e nos dias seguintes, facilita o restabelecimento do trânsito.

Originally posted 2014-04-11 14:22:06.

url - Tratamento de Hemorróides Parte I

Tratamento de Hemorróides Parte I

Tratamento

Crises de hemorroides

Sistematicamente

  • Aesculus hippocastanum 6DH, nas pessoas congestionadas na parte de baixo do ventre cujas hemorroides são dolorosas, e picam “como uma pregadeira de alfinetes” no ânus. Ficam melhores quando sangram e com banhos de assento frios, e pioram com o calor e a posição de pé. Este medicamento também atua eficazmente nas mulheres grávidas com prisão de ventre.

Posologia: 100 gotas 3 vezes por dia durante 3 dias.

A associar a:

  • Aloe 7CH, nos sujeitos obesos, que comem muito, sedentários com tendência para as diarreias. As suas hemorroides são acompanhadas por comichão e corrimento anal. São muitas vezes desencadeadas por medicamentos irritantes para o intestino, principalmente pelos laxativos.
  • Arnica montana 7CH atua sobre as hemorroides muito dolorosas ao tocar.
  • Colinsonia 7CH: se as hemorroides que picam e ardem sangrarem muito. Convém bem às mulheres grávidas e com prisão de ventre.
  • Graphites 7CH; hemorroides e fissuras anais dos sujeitos que têm prisão de ventre crónica que não sentem vontade de ir à casa-de-banho.
  • Hamamelis 7 CH: hemorroides de sangue negro, que pioram com o calor, com sensação de rebentamento das veias.
  • Kalium carbonicum 7 CH: hemorroides, sobretudo dos sujeitos de idade, que melhoram quando nos sentamos num assento duro.
  • Lachesis mutus 7 CH: hemorroides violáceas que melhoram durante a menstruação, ou nas mulheres que respondem bem durante a menopausa Também é um medicamentos de tromboses de hemorroides se as perturbações piorarem.
  • Melilotus 7 CH: hemorroides congestivas que pioram antes da menstruação e que melhoram quando esta última começa.
  • Muriaticum acidum 7CH, se as hemorroides forem muito dolorosas, se estiverem esticadas, inchadas, e piorarem com o mais pequeno contacto. Deve tomar este medicamento enquanto não vai a uma consulta, porque estes sinais são anunciadores de uma trombose de hemorroides.

Posologia: 2 grânulos a todas as horas no primeiro dia, depois 5 vezes por dia durante 2 dias,
S vezes por dia a seguir.

Originally posted 2014-03-28 10:12:52.

1024px Graphit 01 - Graphites

Graphites

O grafite ou plombagina carvão mineral, constitui Juntamente com o diamante uma das duas formas cristalinas principais do carbono. Apresenta-se sob a forma de um pó preto insolúvel na água e no álcool. Constitui o bico dos nossos lápis.

Composição

A variedade natural de carbono cristalizado deve ser formada com mais de 90 % de carbono e menos de 10% de sílica para a utilização homeopática.

Indicações

Eczema atópico

Que escorre com vesículas que ardem e picam, de onde corre um líquido viscoso amarelado parecido com mel, e acaba em crostas espessas e pegajosas.

Localizado sobretudo por detrás das orelhas, nos joelhos, nos cotovelos, no couro cabeludo e à volta da boca, piora com as arranhadelas e a lavagem, e o calor da cama, e melhora com aplicações frescas.

Outras perturbações cutâneas

  • Verrugas dolorosas â volta das unhas.
  • Herpes labial ou genital, sem comichão, quando as crostas aparecem e deixam correr um liquido amarelado viscoso.

A presença de um primeiro episódio de herpes genital impõe uma consulta medica.

  • Cicatrizes queloides (refego duro na pele que pode constituir-se durante uma má cicatrização).
  • Terçolhos e calázios (quistos na pálpebra) a repetição.

Prisão de ventre crónica

A pessoa não tem vontade de ir à casa de banho; as fezes são grossas, reunidas por muco.
O sujeito tem hemorroides e fissuras anais.

Perturbações da menstruação

  • Uma síndroma pré-menstrual, nas mulheres que respondem bem e que sofrem do inchaço do peito antes da menstruação.
  • A menstruação vem em atraso, pouco abundante e dolorosa (como cólicas). As mulheres apresentam uma rouquidão característica durante a menstruação.

Menopausa

Graphites convém às mulheres que respondem bem e q apresentam afrontamento na menopausa.

Graphites convém se

As modalidades forem:

  • Uma agravação com o calor da cama, com o tempo frio e húmido, durante a menstruação,
  • Melhoras com o movimento, o grande ar.

Os sujeitos que respondem bem a Graphites

Os sujeitos pálidos, gordos, friorentos, apáticos, com tendência para a obesidade. Indecisos, pouco ativos, hesitantes, são tímidos, emotivos, muito sensíveis à música que os torna tristes e lacrimosos.

Têm prisão de ventre e são bulímicos, mas não gostam de doces nem de carne. Têm perturbações venosas (varizes, úlceras varicosas), o seu apetite sexual é fraco. A pele das suas mãos é seca, dura, áspera, espessa, os seus dedos têm fissuras e gretas.

Originally posted 2014-04-09 15:48:44.