Artigos

718085 25072577 - Doenças cardiovasculares

Doenças cardiovasculares

A homeopatia, nesta área nitidamente orgânica, tem um papel importante, infelizmente ainda demasiado limitado a uma medicação de complemento, porque é desconhecida dos terapeutas. A sua eficácia ganharia em ser avaliada a fim de constituir uma ajuda preciosa para as pessoas de idade.

Veremos o seu papel nas hipertensões arteriais e o interesse de um tratamento de fundo que permite um regresso ao normal dos números da tensão nas hipertensões arteriais limites (< a 16/9,5), e evita recorrer aos ansiolíticos, ou às medicações hipertensivas de primeira intenção.

Do mesmo modo, nas hipertensões arteriais moderadas ou severas, em adjunção aos medicamentos clássicos, a homeopatia impede ou retarda a escalada terapêutica – ou seja a adição de um ou de vários medicamentos suplementares para regularizar a tensão arterial – considerada sempre como pejorativa pelos cardiologistas.

Para além disso, nas doenças cardíacas graves, tais como as insuficiências cardíacas direitas ou esquerdas, as perturbações do ritmo, a angina de peito, a terapêutica homeopática tem um papel de complemento que não deixa de ser importante. Também é o caso nas arterites dos membros inferiores.

Originally posted 2014-03-28 11:59:30.

lirio3 - A homeopatia poderá ser utilizada em prevençao das hepatites?

A homeopatia poderá ser utilizada em prevençao das hepatites?

O exemplo típico e o da hepatite B ou C crónica ativa. É uma doença que começa na maioria das vazes com sintomas banais, tais como uma gripe ou um grande cansaço mais ou menos prolongado. Este período inicial é, no geral, seguido por um longo período de estabilidade – quinze ou vinte anos – ou melhor de evolução insidiosa da doença durante a qual o doente não sente qualquer perturbação.

Depois a hepatite revela-se brutalmente através de uma cirrose ou de um cancro do fígado. Tomados durante decénios “para nada” e sentidos como tóxicos pelos doentes, os tratamentos são difíceis de aceitar.

No entanto, estes últimos, embora variavelmente eficazes, são indispensáveis. Nestas doenças, o tratamento homeopático não deve ser menosprezado, porque permite regularmente, em função do estado clínico do doente, uma redução das posologias alopáticas e/ou dos efeitos nefastos destas últimas.

A diminuição das doses pode ser até a supressão de um ou de vários medicamentos, de acordo, se possível, com o especialista que se ocupa do doente.

Originally posted 2014-03-24 13:17:21.

lirio3 - Tratamento de Hemorróides Parte II

Tratamento de Hemorróides Parte II

No caso de fissuras anais sobre-acrescentadas

Enquanto não vai a uma consulta:

  • Nitricum acidum 7CH: hemorroidas com dores violentas e persistentes desencadeadas quando vamos à casa-de-banho e acompanhadas por corrimento e comichões.
  • Ratanhia 7CH pode ser associado ao medicamento precedente, porque as suas características são muito próximas.
  • Graphites 7CH.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos 3 vezes por dia durante 8 dias.

No caso de tromboses
Enquanto não vai a uma consulta:

  • Muriaticum acidum 7 CH.
  • Lachesis mutus 7 CH.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos 5 vezes por dia durante 2 dias, depois 3 vezes por dia durante 6 dias.

Tratamento local
— Banhos de assento quentes ou frios conforme se sentir melhor, porque as opiniões são divididas.

  • Pomada Ratanhia 4 % tintura-mãe 3 aplicações por dia.
  • Pomada Poeonia 4 % tintura-mãe: 3 aplicações por dia.

Tratamento de terreno

O objetivo destes tratamentos de terreno consiste em prevenir as recaídas nos sujeitos predispostos
Ver:

  • Graphites.
  • Lachesis mutus.
  • Lycopodium clavatum, para as hemorroidas dos sujeitos que respondem bem.
  • Nux vomica 9CH. quando as hemorroidas aparecem nas pessoas com tendência para a prisão de ventre e a seguir a refeições de negócios bem condimentadas e alcoolizadas.
  • Sepia 9CH durante a gravidez as hemorroidas dos sujeitos que responderem bem pioram. Durante este período, poderá aparecer um prolapso.
  • Sulfur 9CH hemorroides dos sujeitos que respondem bem, que comem muito e que apreciam a comida picante e o álcool.

Originally posted 2014-03-28 10:21:00.

homeopathbottles - Primeira Impressão Parte I

Primeira Impressão Parte I

A “imagem” que o paciente lhe envia constitui a primeira aproximação global do medico. Esta ultima, essencialmente visual, fornece elementos de orientação baseados na sua observação.
Assim, algumas obras concedem muita importância ao aspeto físico e descrevem muitas vezes, nesta etapa, caricaturas que, na nossa opinião, desvalorizam a pratica da homeopatia e transformam-na em terapêutica de salão.

“A aparência física de um Individuo terá um sentido?”

Algumas obras só consideram o aspeto físico e atribuem a todas as mulheres louras com
olhos azuis as características de Pulsatilla, e as de Sepia ou lodum a todas as morenas com olhos negros e com a pele mate.

Do mesmo modo, o trajo é valorizado: todas as mulheres Sepia vestem-se de preto ou de castanho, e as mulheres Platina só vestem roupa extravagante, multicolor, e joias que brilham por todo o lado.
Estas descrições feitas ao principio do século ainda persistem.

A propósito disso, haverá mais línguas que poderiam facilmente afirmar que Sepia conviria maioritariamente às mulheres de África do Norte, e Pulsatilla às mulheres de origem germânica ou escandinava. E o que dizer dos africanos e dos asiáticos! A derivação racial pode facilmente aparecer.

Estas descrições que agradam ao publico fazem em parte o êxito da homeopatia. No entanto estes retratos realmente encontrados na pratica devem ser postos no seu lugar, no ultimo, porque
a prescrição do medicamento homeopático só depende dos sinais homeopáticos.

Basear-se nestes quadros para a prescrição só conduz ao fracasso, faz pensar que a homeopatia e uma terapêutica fácil, e contribuiu para dar uma ideia errada. Estas descrições caricaturais fazem parte do folclore, do carnaval homeopático.

“A morfologia a o temperamento de um individuo terão um interesse para o médico homeopata?”

Embora não autorizem a prescrição homeopática, mais interessantes são aquelas a que verdadeiramente da observação do homem doente, e não da sua fachada.

Hahnemann nunca as descreveu; datam do final do século XIX, época reinante da fisiognomonia (ou estudo do carácter e do temperamento de um individuo segundo os traços e a conformação geral do seu rosto), da classificação, da quantificação e da medida.

As constituições foram desertas primeiro por Grauvogl, depois retomadas por Antoine Nebel, Lèon Vannier e Henri Bernard (escola de Bordéus), que descreveram constituições especiais, as quais corresponderiam portanto a morfologias e a temperamentos característicos, predisporiam para patologias, e orientaram para certos medicamentos.

Assim, foram representados carbónicos, fosfóricos, sulfúricos (por Henri Bernard), fluóricos:

  • os carbónicos seriam de temperamento linfático, brevilíneos, ou seja, pequenos e atarracados, e com predisposição para as doenças da nutrição, para a artrose e para arteriosclerose;
  • os fosfóricos seriam nervosos a fatigáveis, longilíneos, portanto altos mas curvados, e com tendência para o emagrecimento e para as doenças anergizantes;
  • entre os dois, os sulfúricos ou normolíneos seriam “normais” física e psiquicamente; e no extremo da “normalidade” estariam os fluóricos que apresentariam perturbações nervosas o físicas nos arretes do patológico.

Estas constituições são modelos de teorização de doentes e de doenças, que dependem simultaneamente da cultura de uma sociedade e do dogmatismo médico de uma época. Portanto, não podem ser universais, visto que a pretensa normalidade do homem dependeria destes dois fatores.

Para alem disso, a constituiçao do adulto é quase invariavel no tempo. O tamanho, o temperamento, as predisposições mórbidas de um sujeito não podem – felizmente- ser modificadas, nem mesmo moduladas por um tratamento qualquer e, para alem disso, preexistiam às patogenesias, ou seja, ou seja, às experimentações medicamentosas homeopáticas. Mesmo as prováveis manipulações genéticas futuras – esperamo-lo – terão pouco impacto sobre uma situação realizada.

Por outro lado, estas constituições descrevem sujeitos de boa saúde – não doentes – apresentando predisposições mórbidas que conselhos de higiene de vida podem prevenir ou retardar. A utilização de uma terapêutica, neste caso. é de um interesse limitado em relação às regras de higiene.

Para além disso. estes retratos, ausentes da medicina moderna, também deveriam desaparecer da homeopatia.
Apenas o modo reacional do individuo tem um carácter universal: é a razão pela qual apenas os sinais homeopáticos são sinais de prescrição, e é também por isso que as classificações emergiram a fim de tentar facilitá-la.

Originally posted 2014-03-26 09:22:13.

mininacooking - Perturbações na Alimentação

Perturbações na Alimentação

Anorexia banal da criança pequena

Os pais consultam muitas vezes os médicos, porque acham que a criança come muito pouco à medida que cresce. Isto é raramente o caso porque, de tato, a criança entre dois e oito anos, devido a um abrandamento do crescimento, come menos.

O mais simples, par evitar tensões familiares, consiste, se a criança comer muito pouco as refeições, em não a forçar, mas restringir ao máximo a sua alimentação entre as refeições para abrir o apetite no momento destas últimas. Uma criança que tem uma curva de peso normal que segue o mesmo ritmo — uma criança franzina e que se mantém franzina — está de boa saúde.
Pode ficar descansado.

Crianças que comem demasiado

Esta atitude é o reflexo ou de um comportamento familiar global, no qual os dois pais são obesos e/ou a cultura do “comer demasiado” é um sinal de boa saúde, ou de uma atitude que aparece nas criança mais crescidas ou nos adolescentes que têm problemas afetivos ou relacionais.

Nos dois casos, impõe-se uma consulta médica. Primeiro para tentar explicar aos pais o interesse de modificar o seu comportamento alimentar para eles e para as crianças, depois para ajudar o adolescente nas dificuldades que encontra. Nestas situações, um tratamento homeopático de terreno pode ajudar estes sujeitos a passarem um cabo difícil.

Originally posted 2014-04-07 09:01:01.