Artigos

Aree d’intervento - Acne Juvenil

Acne Juvenil

A acne ataca 80% dos adolescentes, sobretudo aqueles que têm a pele oleosa. A causa principal é o aumento de hormonas masculinas e femininas que aparecem nesta idade.

Diagnóstico

  • A acne aparece sobretudo na puberdade. Manifesta-se atraves de borbulhas inflamatórias e pontos negros.
  • Instala-se principalmente no rosto, na parte de cima das costas e do tórax.

Principais complicações

  • Presença de nódulos subcutâneos, de quistos purulentos, e riscos de cicatrizes.
  • O aparece cimento recente de acne no adulto de incitá-lo a consultar um médico.

Regras de Higiene

  • Não esprema as borbulhas sem parar e não retire as crostas, porque retarda a cicatrização.
  • Não utilize sabonetes abrasivos ou anti-bacterianos, é inútil, o sabonete de Calendula ou o sabonete sobre-gorduroso são sabonetes que pode utilizar vantajosamente todos os dias.

Consulte um dermatologista para que efetue uma limpeza de pele que melhorará a eficácia do tratamento.

Pode retirar uma vez por semana os pontos negros maiores, mas não se esqueça de passar antes com uma compressa de água quente para dilatar os poros.

  •  Desconfie dos cosméticos, dos produtos gordurosos e da brilhantina que agravam a acne através de um mecanismo de obstrução cutânea dos poros da pele. e até favorece a produção de pontos negros.
  • O sol só é benéfico a curto prazo: no retomo, a acne piora.
  • O papel da alimentação (sobretudo chocolate) é bastante discutido, a estação dos amores parece não ter qualquer efeito.
  • Numerosos medicamentos podem provocar a acne: a pílula, por exemplo, pode desencadeá-la numa jovem que até ali não tinha.
  • Muitas vezes esquecido, o tratamento de uma ansiedade e de uma instabilidade emocional, até mesmo de uma depressão reacional subjacentes frequentes na adolescência.

Tratamento

Acne Banal

  • Sulfur Iodatum 9CH, nos sujeitos pouco friorentos que se constipam facilmente e com acne na testa e nas costas.
  • Selenium 7CH, nos adolescentes com a pele oleosa e coberta de pontos negros.
  • Juglans regia 5CH: a acne é desencadeada ou agravada com alimentos gordurosos, num adolescente que sofre de perturbações digestivas.
  • Eugenia jambosa 5CH, na jovem cuja acne seborreica piora antes da menstruação.
  • Antimonium crudum 7 CH: a acne piora nos jovens que comem muito, a seguir a excessos alimentares Por vezes, tem borbulhas e pústulas associadas.

Posologia 2 grânulos ao levantar e ao deitar.

Acne que tem tendência para supurar

  • Arnica montaria 7CH, na acne inflamatória, numa pele violeta que foi triturada pelo adolescente.
  • Hepar sulfur 7CH quando a acne é inflamatória e o pus sanguinolento.
  • Silicea 9CH, no adolescente alto, magro, friorento, com os pés frios.
  • Sulfur 9 CH, num sujeito alérgico que tem sempre muito calor e cuja acne reaparece regularmente.

Posologia: 2 grânulos ao levantar e ao deitar

Acne com cicatrizes

Kalium bromatum 9CH, quistos e pus num adolescente friorento que reconhecemos através da agitação constante das suas mãos e dedos.
Tuberculinum residuum 9CH, na acne severa das costas e dos ombros

Posologia: 2 grânulos ao levantara ao deitar.

Tratamento de terreno

O médico homeopata pode preparar um tratamento de terreno. Este tratamento limitará a frequência e a intensidade das crises de acne.

Tratamento local

Uma pomada de Calendula pode acalmar as acnes inflamatórias.

Originally posted 2014-03-26 14:26:36.

banner2 - Aerofagia

Aerofagia

Diagnóstico

  • É a deglutição voluntária ou não de uma certa quantidade de ar que penetra no esófago e no estômago. De facto, a aerofagia é muitas vezes descrita como uma sensação de inchaço do estômago que aparece após as refeições, e cede através de eructações voluntárias ou não.
  • Por vezes, é acompanhada por dispneia (dificuldades para respirar) e palpitações, até mesmo mal-estar.
  • Piora nas pessoas ansiosas e naquelas que comem muito depressa ou enervadas.

Prevenção

  • Não é necessária qualquer dieta especial, mas evite mastigar pastilhas elásticas, absorver bebidas gaseificadas, fumar e tomar medicamentos antiácidos.
  • Tente comer num ambiente calmo e descontraído.

Tratamento

Aerofagia simples

  • Antimonium crudum 5CH é indicado nas aerofagias acompanhadas por inchaços e eructações com o sabor dos alimentos. É muitas vezes útil para as pessoas que comem muito e cuja má digestão se manifesta através de uma língua muito branca.
  • Argentum nitricum 7CH é encontrado nas aerofagias com eructações ruidosas, em descargas, mais ou menos dolorosas . Convém melhor a sujeitos sempre apressados, sempre em avanço, que correm em vez de andarem e engolem a alimentação em vez de a saborearem. Também é indicado nas aerofagias provocadas pelo receio.
  • Kalium carbonicum 5CH. quando as eructações muito frequentes são acompanhadas por inchaço de todo o abdómen, que aparece durante ou logo a seguir às refeições.
  • Dioscorea villosa 5 CH, quando a aerofagia coincide com as colites espasmódicas.
  • Valeriana 9CH para a aerofagia dos sujeitos muito nervosos ou espasmófilos facilmente emotivo.

Posologia (para todos estes medicamentos): no caso de crise, 2 grânulos 5 vezes por dia durante 2 dias. Se estas perturbações forem mais ou menos constantes. 2 grânulos antes de cada refeição
Na ausência de melhoras, consulte um medico.

Aerofagia “complicada”

Ou seja, acompanhada por dificuldades para respirar, palpitações ou mal-estar.

  • Ambra grisea 9CH: aerofagia de origem “nervosa” que aparece depois de ter comido muito pouco, até mesmo logo à primeira colherada. É útil para os sujeitos muito emotivos que têm tendência para as indisposições à mais pequena contrariedade.
  • Asa foetida 7CH: aerofagia com eructações difíceis, acompanhadas por espasmos do esófago inchaço do estômago e por uma impressão de nó na garganta. Estes sujeitos neuróticos têm tendência, também eles, para desmaiarem por causas fúteis.
  • Ignatia amara 9CH: aerofagia nos sujeitos ansiosos capazes de digerirem sem problemas ia pesado almoço de negócios, e incapazes de digerirem um almoço leve e equilibrado.
  • Moschus 9CH: aerofagia dos sujeitos histéricos acompanhadas por um nó na garganta, dispneia, indisposições teatrais e um meteorismo impressionante do todo o abdómen.
  • Nux moschata 9CH aerofagia e aerogastria (ar no estômago) bastante consideráveis associadas a uma sonolência anormal e a inchaços gástricos importantes logo a seguir às refeições. Eructações em descargas, ruidosas, indolores e indisposições nervosas completam o quadro.

Posologia (para todos estes medicamentos): no caso de crise, 2 grânulos 5 vezes por dia durante 2 dias Se estas perturbações forem mais ou menos constantes, 2 grânulos antes de cada refeição.
Na ausência de melhoras, consulte um médico.

Tratamento de terreno do nervosismo

A maioria dos medicamentos sintomáticos podem ser medicamentos de terreno.

Originally posted 2014-03-27 16:20:16.

miedo - Fobias

Fobias

Fobias de objeto

Seguem muitas vezes manifestações de angústia durante o sono. Variam em função da idade.

Por volta dos dois anos, a criança tem sobretudo medo do escuro, aos três ou quatro anos dos animais grandes, e aos quatro ou cinco anos dos animais pequenos.

No geral, estas perturbações são pouco marcadas. No caso contrário ou se persistirem, um tratamento de terreno homeopático pode ser útil.

Medo do escuro

Para além dos medicamentos de terrores noturnos — aos quais correspondem principalmente Stramonium e Hyoscyamus —, há três medicamentos que sobressaem muitas vezes:

  • Causticum 9CH, que se dirige às crianças medrosas por natureza, muito afetadas com as infelicidades dos outros, que começam a andar e a falar bastante tarde. Do mesmo modo, fazem chichi na cama durante muito tempo.
  • Lycopodium clavatum 9CH, por vezes indicado nos sujeitos que respondem bem.
  • Phosphorus 9CH.

Posologia (para todos estes medicamentos) 2 grânulos ao deitar.

Outras fobias

Tal como acabei de precisar, a fobia dos animais não necessita de tratamento, ou de um tratamento homeopático de terreno. No entanto, foi verificado que:

  • o medo dos animais grandes é mais frequente nas crianças que necessitam de Calcarea carbónica ou Tuberculinum (medo de cães sobretudo);
  • a fobia dos micróbios ou dos bichinhos pequenos encontra se sobretudo nas crianças às quais Luesinum é útil.

Posologia (para todos estes medicamentos): em 9CH, 2 grânulos ao deitar.

Originally posted 2014-04-03 15:33:05.

menopausa e alimentazione - Tratamento da Menopausa

Tratamento da Menopausa

Afrontamentos

  • Belladonna 5CH é indicado quando os afrontamentos são acompanhados por suores profusos do rosto e por uma sensação de batidas nas carótidas.
  • Gionoinum 5CH é próximo de Belladonna. mas as mulheres apresentam sobretudo vermelhidão no rosto e sensações de batidas violentas e visíveis nas carótidas.
  • Melilotus 5CH é um medicamento utilizado nos afrontamentos congestivos associados a cefaleias e aliviados quando o nariz sangra. É um medicamento de hipertensão arterial da menopausa.
  • Sanguinária canadensis 5CH é muito útil para as mulheres cujos afrontamentos são acompanhados por uma vermelhidão intensa das bochechas e por uma sensação de calor ardente nas palmas das mãos e nas plantas dos pés.
  • Amylium nitrosum 5CH é um medicamento de afrontamentos violentos congestivos, seguidos por uma sensação de frio em todo o corpo e suores abundantes. Não há hipertensão arterial.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos ao levantar e ao deitar.

O meu conselho:

Estes medicamentos do sintoma “afrontamentos” terão uma eficácia optimal se forem acompanhados por um tratamento de fundo, porque os medicamentos de terreno mais indicados corrigem também este problema.

Tratamento de terreno

Principais medicamentos de terreno são os seguintes:

  • Lachesis mutus 9CH é o medicamento homeopático da menopausa. Estas mulheres friorentas têm, dia e noite, grandes afrontamentos acompanhados por suores. Têm tendência para a hipertensão arterial, para as hemorroidas e paras as equimoses. Loquazes, ciumentas, adormecem dificilmente e sofrem de cefaleias batentes. São pessoas ansiosas (nó na garganta) e não suportam golas ou roupas apertadas. Como sofrem de claustrofobia, reclamam ar apear da sua sensibilidade ao frio.
  • Sepia 9CH interessa a mulher que vê chega com entusiasmo a menopausa para a aliviar da sua menstruação que foi sempre uma fonte de aborrecimentos. No entanto este período, devido às perturbações que ocasiona, também não lhe convém muito. No pior dos casos, torna-se depressiva, indiferente a tudo, “vê tudo negro”, e não suporta o marido, nem os filhos, nem o trabalho. Fica então ansiosa, irritável, desagradável e recusa a companhia e não aceita aqueles que querem ajudá-la, recusa a companhia e não aceita aqueles que querem ajudá-la. Recusa as relações sexuais, que são uma catástrofe quando acontecem. Pode até mesmo instalar-se certa frigidez. Os seus afrontamentos, que vão da pequena bacia até à cabeça, acompanhados por suores e seguidos por uma grande fadiga. As hemorroides, as varizes e a tendência para a hipotensão pioram.
  • Sulfur 9CH convém a uma mulher que tem tendência para ter sempre muito principalmente durante a menopausa. Na sua cama, procura um lugar fresco para os seus pés a escaldar e vai até ao ponto de os retirar para fora dos cobertores. Os seus problemas de pele e de alergia acentuam-se por vezes. A menopausa pode ser acompanhada por afrontamentos, hipertensão arterial com cefaleias congestivas. É por vezes vitima de perturbações caracteriais e de alcoolismo neste momento da sua vida.
  • Graphites 9CH convém às mulheres pálidas, moles, indolentes, bastante friorentas, com afrontamentos. No geral, têm prisão de ventre e tendência para o eczema e para as verrugas. Por outro lado, as suas perturbações venosas — hemorroides, varizes, úlceras varicosas — acentuam-se.
  • Thuya occidentalis 9CH é adaptado às mulheres que são ou que se tornaram gordas na menopausa. Conservam uma certa vivacidade apesar do aumento de que predomina essencialmente nas ancas. Estas mulheres com a pele oleosa, transpiram naturalmente do rosto, têm afrontamentos acompanhados por abundantes e viscosos. As infecções genitais tornam-se mais frequentes, os desenvolvem-se, e as perturbações venosas acentuam-se. A sua depressão, aparece, manifesta-se através de fobias, do cancro em especial, e uma insónia por um despertar às 4 horas da manhã.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos ao levantar.

Originally posted 2014-03-31 13:23:10.

Conheca a terapia floral2 - Tratamento de Cistite

Tratamento de Cistite

Tratamento das crises

  • Cantharis vesicatora 5CH é o medicamento das cistites com ardores urinários que aparecem antes, durante e a seguir a cada micção.
  • Equisetum hiemale 5CH, quando a dor na bexiga não melhora urinando e os ardores urinários aparecem em fim de micção e logo a seguir.
  • Formica rufa 5CH, quando as urinas são turvas, abundantes, mal cheirosas e têm tendência para sangrarem.
  • Mercurius corrosivus 5CH, nas cistites extremamente dolorosas com presença de sangue nas urinas, espasmos da bexiga e vontades prementes e urgentes de urinar.
  • Mercurius solubilis 5CH, se a micção, muito dolorosa, for acompanhada por uma sensação de ardor, de falsas vontades de urinar e de espasmos da bexiga.
  • Staphysagria 5CH é indicado nas cistites em que os ardores que se fazem sentir entre as micções desaparecem com estas últimas. Este medicamento convém às “cistalgias com urinas claras”, ou seja, aos ardores urinários sem infeção, às “cistites dos jovens casais” que aparecem a seguir às primeiras relações sexuais, ou às cistites que aparecem a seguir ao coito.
  • Terebinthina 5CH convém às mulheres que têm ardores urinários, espasmos da bexiga, vontades urgentes de urinar, muitas vezes só algumas gotas, e que têm por vezes sangue nas urinas.
  • Pareira brava 5CH, nas cistites com vontades constantes e ineficazes de urinar, e necessidade de fazer esforços para esvaziar a bexiga.
  • Populus tremula 5CH, nas infecções urinárias das mulheres grávidas desencadeadas por uma sondagem urinária (pela colocação de uma sonda urinária).
  • Senecio aureus 5CH, nas mulheres com ardores urinários (cistalgias) antes da menstruação, quando esta última está em atraso.
  • Soro anticolibacilar 6DH é um tratamento de complemento interessante que completa utilmente os medicamentos mais indicados.

Posologia (para lodos estes medicamentos): 2 grânulos 5 vezes por dia, até mesmo mas vezes se necessário, durante 2 dias, depois 3 vezes por dia durante 6 dias.

Na ausência de melhoras rápidas (vinte e quatro ou quarenta e oito horas), consulte o seu médico que lhe dará um tratamento apropriado e verá se é útil ou não fazer um exame citobateriológico das urinas.

Tratamento de terreno

É inútil expecto no caso de infecções urinárias a repetição.
Os principais medicamentos são: Equisetum hiemale, Sepia, Soro anticolibacilar, Silicea Staphysagria.

Os tratamentos termais são por vezes benéficos nesta indicação Aulus-les-Bains, Capvern-les-Bains. Châtelguyon, Contrexéville, Eugénie-les-Bains, Évian-les-Bains, La Preste-les-Bains, Saint-Nectaire, Thonon-les-Bains, Vittel.

Originally posted 2014-03-28 14:54:07.