Artigos

surucucu - Lachesis mutus

Lachesis mutus

Origem

O lachesis mudo – crotálido da família dos viperídeos -, cujo tamanho pode atingir 3 a 4 m de comprimento, é a maior serpente venenosa do mundo. Originária das regiões muito húmidas e frescas da América central e do Sul, chegamos a encontrá-la até a uma altitude de 1.000 m. Este animal noturno e mudo (não faz barulho) é raro.

Composição

A tintura-mãe é preparada a partir do veneno que contém substâncias na origem de perturbações da coagulação.

Indicações

Perturbações da perimenopausa

Com o seu cortejo de perturbações circulatórias

  • afrontamentos fortes com suores noturnos e/ou diurnos;
  • uma tendência para a caparrosa, para a hipertensão arterial;
  • uma tendência para as equimoses espontâneas e para as hemorroidas;

Com as suas perturbações da menstruação

  • Na maioria das vezes, menstruação de sangue negro pouco abundante ou ao contrário interminável, com corrimento a meio do ciclo.
  • De facto, todas as perturbações da menstruação que encontramos neste período nas mulheres que respondem bem.

Com as suas perturbações nervosas que se revelam através

  • De perturbações do comportamento, com:
  1. Alternância de logorreia e de mutismo que traduzem um estado nervoso frágil;
  2. Desconfiança, ciúmes, malevolência.
  • De manifestações psicossomáticas, com:
  1. Insónias e excitação cerebral ao deitar que retarda o adormecimento;
  2. Cefaleias batentes;
  3. Um nó na garganta, uma intolerância às golas e às roupas apertadas;
  4. Uma claustrofobia com necessidade de ar apesar de uma sensibilidade ao frio habitual.

Síndroma pré-menstrual

Melhora com o aparecimento da menstruação.

Alcoolismo

O alcoolismo aparece ou piora na menopausa, mas também diz respeito aos homens. A fisionomia toma-se então evocadora: com caparrosa, cianose, um nariz vermelho e os lábios violáceos.

A logorreia acentua-se, os ciúmes tomam-se patológicos, as fúrias também.

Angina

Começa na amígdala esquerda e acaba na direita. A dor faríngea piora com as bebidas quentes.

Sinusite

Torna-se muito dolorosa a seguir a paragem do corrimento nasal.

Ciúmes

  • das crianças com o nascimento do irmãozinho ou da irmãzinha por exemplo;
  • patológicos dos alcoólicos.

Lachesis mutus convém se

Os fatores desencadeantes forem:

  • O álcool.

As modalidades forem:

  • Uma agravação antes da menstruação, com a supressão de um corrimento, depois do sono, com a sesta, com o calor.
  • Melhoras com a menstruação, com um corrimento

Os sujeitos que respondem bem a Lachesis mutus

Este medicamento diz sobretudo respeito às mulheres na perimenopausa, cujas perturbações foram descritas mais atrás.

Neste período da sua vida, se forem atraídas pelo álcool, podem ter a fisionomia com caparrosa, os lábios violetas e o nariz vermelho escuro. Excitadas, têm tendência para a logorreia.

Posologia

Os aumentos com o nascimento de um irmãozinho ou de uma irmãzinha: uma dose de Lachesis mutus 15 CH, a repetir se necessário com uma semana de intervalo durante 1 mês, depois uma dose por mês durante vários meses.

Originally posted 2014-04-10 14:45:26.

MERCURIUS SOLUBILIS - Isoterápico

Isoterápico

Isoterápico: bioterápico preparado a partir de substâncias provenientes do próprio doente (sangue, fezes, urinas, escarros) ou trazidas pelo doente (substâncias alérgicas por exemplo).

Originally posted 2014-04-17 09:40:36.

homeopathbottles - Doenças das vias respiratórias

Doenças das vias respiratórias

As doenças das vias respiratórias tornam-se cada vez mais frequentes: tanto atacam as crianças corno os adultos.
É por isso que estas doenças também são tratadas no capítulo sobre a pediatria porque, para além de algumas especificidades especiais à criança, os medicamentos homeopáticos são os mesmos; de mais a mais, numerosas chamadas de atenção orientam-no para esse capítulo.
Estas doenças correntes são na maioria das vezes benignas e facilmente reconhecíveis. Constituem a área ideal para se iniciar e começar a exercer-se na prática da homeopatia Assim, constatara rapidamente a sua eficácia e evitará tomar intempestivamente antibióticos à mais pequena constipação ou quando tiver uma gripe.
Se a sua aprendizagem for mais difícil do que previsto, não hesite em contactar o seu médico homeopata.
No entanto, alguns sintomas pouco habituais ou que duram muito tempo devem levá-lo a consultar o seu médico imperativa e rapidamente: uma tosse persistente, (para além de quinze dias) ou o aparecimento de sangue nos escarros por exemplo.
Este capítulo também é uma encruzilhada, porque mostra o interesse e a extensão do campo de ação da homeopatia.
De facto, tanto diz respeito às doenças infecciosas, como a gripe, as bronquites agudas ou as anginas, como às afeções alérgicas, tais como a asma ou a febre-dos-fenos. Mostra a atividade da homeopatia na dor, ou seja, nas sinusites ou nas otites agudas, e nas doenças crónicas ou que se repetem com frequência, tais como as bronquites crónicas ou as rinofaringites a repetição.

Originally posted 2014-03-27 12:02:56.

homeopathbottles - Tratamento homeopático da Perimenopausa

Tratamento homeopático da Perimenopausa

Perimenopausa

Conforme a duração do ciclo

Quando a perimenopausa começa, os ciclos tornam-se irregulares, ou seja, as menstruações mais próximas no tempo, ou mais afastadas.
Tome sistematicamente:

  • Folliculinum 9 CH, uma dose por semana, para travar a secreção de estrógenos e contribuir para o reequilíbrio hormonal.

Acrescente os medicamentos seguintes:

  • Se a menstruação estiver em avanço, ou seja, volta de quinze em quinze ou de vinte em vinte dias:
  • Sabina 7CH é indicado para a menstruação de sangue vermelho vivo com coágulos. Esta última é abundante, longa e piora com o mais pequeno movimento. As dores predominam nas nádegas e nos rins, e propagam-se até à parte da frente na direção do púbis.
  • Trillium pendulum 3DH é um medicamento muito próximo de Sabina, mas a menstruação é ainda mais dolorosa e abundante. As algias estão situadas nas nádegas; pioram com o mais pequeno movimento, e melhoram com a pressão forte, como usar uma cinta por exemplo.
  • Secale comutum 7CH, se a menstruação fluida for vermelha-escura, irregular, abundante, demasiado longa (podendo durar até ao ciclo seguinte). O fluxo aumenta com o mais pequeno movimento.
  • Thlaspi bursa pastoris 7CH é um medicamento que convém às mulheres cuja menstruação, vermelha-escura com coágulos, é muito abundante e leva muito tempo a começar. Dura entre oito e quinze dias, e as dores na parte inferior do ventre melhoram quando se dobra ao meio.
  • Ferrum metallicum 7CH convém às mulheres cuja menstruação, em avanço, com sangue pálido, é abundante, esgotante, acompanhada por afrontamentos e cefaleias congestivas

Posologia: Trillium pendulum 3DH, 10 a 20 gotas de meia em meia hora quando a hemorragia é muito forte, depois menos vezes quando a hemorragia começa a diminuir.

Para os outros medicamentos: pelo menos todas as horas, enquanto a menstruação for abundante, depois com menos frequência a seguir. Em tratamento preventivo: 2 grânulos por dia do medicamento mais apropriado.

  • Se a menstruação estiver em atraso, ou seja, mais espaçada do que de hábito Gossypium 7CH, quando a menstruação de sangue claro é pouco abundante. A mulher tem dores e uma sensação de peso na parte inferior do ventre nos dias que preceda sua chegada, “como se estivesse a aparecer”. Magnesia carbonica 7CH quando a menstruação rara e de sangue negro só com noite ou em posição deitada.

Posologia: ao principio todas as horas, depois, quando a hemorragia começa a enfraquecer diminua a frequência das doses. Em tratamento preventivo: 2 grânulos por dia do medicamento mais apropriado.

  • Se a hemorragia não parar rapidamente, consulte o seu médico para que verifique se essas hemorragias não escondem uma doença subjacente, um fibroma por exemplo.

No caso de perturbações do comportamento

  • Murex purpúrea 9CH, nas mulheres depressivas em período pré-menstrual cuja menstruação muito fatigante, chega em avanço, dolorosa e muito abundante.
  • Lilium tigrinum 9CH convém às mulheres com menstruação pouco abundante que corre durante o dia.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos ao levantar e ao deitar.

Se tiver hemorragias entre as menstruações

Consulte o seu médico.

Tratamento de terreno

Os principais medicamentos de fundo são: Calcarea carbónica, Graphites, Sepia, Sulfur, Thuya occidentalis.

Originally posted 2014-03-31 12:12:31.

Conheca a terapia floral2 - Tratamento de Cistite

Tratamento de Cistite

Tratamento das crises

  • Cantharis vesicatora 5CH é o medicamento das cistites com ardores urinários que aparecem antes, durante e a seguir a cada micção.
  • Equisetum hiemale 5CH, quando a dor na bexiga não melhora urinando e os ardores urinários aparecem em fim de micção e logo a seguir.
  • Formica rufa 5CH, quando as urinas são turvas, abundantes, mal cheirosas e têm tendência para sangrarem.
  • Mercurius corrosivus 5CH, nas cistites extremamente dolorosas com presença de sangue nas urinas, espasmos da bexiga e vontades prementes e urgentes de urinar.
  • Mercurius solubilis 5CH, se a micção, muito dolorosa, for acompanhada por uma sensação de ardor, de falsas vontades de urinar e de espasmos da bexiga.
  • Staphysagria 5CH é indicado nas cistites em que os ardores que se fazem sentir entre as micções desaparecem com estas últimas. Este medicamento convém às “cistalgias com urinas claras”, ou seja, aos ardores urinários sem infeção, às “cistites dos jovens casais” que aparecem a seguir às primeiras relações sexuais, ou às cistites que aparecem a seguir ao coito.
  • Terebinthina 5CH convém às mulheres que têm ardores urinários, espasmos da bexiga, vontades urgentes de urinar, muitas vezes só algumas gotas, e que têm por vezes sangue nas urinas.
  • Pareira brava 5CH, nas cistites com vontades constantes e ineficazes de urinar, e necessidade de fazer esforços para esvaziar a bexiga.
  • Populus tremula 5CH, nas infecções urinárias das mulheres grávidas desencadeadas por uma sondagem urinária (pela colocação de uma sonda urinária).
  • Senecio aureus 5CH, nas mulheres com ardores urinários (cistalgias) antes da menstruação, quando esta última está em atraso.
  • Soro anticolibacilar 6DH é um tratamento de complemento interessante que completa utilmente os medicamentos mais indicados.

Posologia (para lodos estes medicamentos): 2 grânulos 5 vezes por dia, até mesmo mas vezes se necessário, durante 2 dias, depois 3 vezes por dia durante 6 dias.

Na ausência de melhoras rápidas (vinte e quatro ou quarenta e oito horas), consulte o seu médico que lhe dará um tratamento apropriado e verá se é útil ou não fazer um exame citobateriológico das urinas.

Tratamento de terreno

É inútil expecto no caso de infecções urinárias a repetição.
Os principais medicamentos são: Equisetum hiemale, Sepia, Soro anticolibacilar, Silicea Staphysagria.

Os tratamentos termais são por vezes benéficos nesta indicação Aulus-les-Bains, Capvern-les-Bains. Châtelguyon, Contrexéville, Eugénie-les-Bains, Évian-les-Bains, La Preste-les-Bains, Saint-Nectaire, Thonon-les-Bains, Vittel.

Originally posted 2014-03-28 14:54:07.