Artigos

url - Tratamento das Rinites alérgicas

Tratamento das Rinites alérgicas

Quando o corrimento nasal é irritante e a lacrimação doce

O que significa que o nariz, ao pingar, irrita as narinas e a parte situada por cima dos lábios, e que as lágrimas provocadas pela alergia não são corrosivas para o contorno dos olhos.

  • Allium cepa 5CH, se os espirros frequentes, em descarga, começarem ao levantar, e se as perturbações forem desencadeadas pelos alérgenos sazonais (pólenes, feno e ervas cortadas), pioram num quarto quente, e melhoram ao grande ar. Estão por vezes presentes dores supra-orbitais (por cima dos olhos).
  • Ammonium muriaticum 5CH: os espirros são também muito frequentes, mas o doente não apresenta as mesmas modalidades que Allium cepa (agravação num quarto quente e melhoras ao grande ar). A sensação de nariz entupido é intensa e é acompanhada por perda do olfato.
  • Sanguinária 5CH: espirros em descarga, rinorreia irritante, nariz seco e entupido predominam. Estes sintomas pioram com os pólenes e com os cheiros de qualquer natureza, sobretudo de flores.
  • Aralia racemosa 5 CH: os espirros frequentes e o corrimento nasal, claro e muito irritante, aumentam com a mais pequena corrente de ar. A rinite alérgica complica-se frequentemente com a asma que provoca dificuldades respiratórias que pioram quando o doente se estende ao comprido, sobretudo ao deitar e no primeiro sono.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos todas as horas no primeiro dia em período de crise, depois espace os medicamentos à medida que as perturbações diminuem. Continue 3 vezes por dia e consulte o seu medico homeopata.

Quando o corrimento nasal é doce e a lacrimação irritante

  • Euphrasia 5CH convém quando o corrimento nasal é doce, a lacrimação muito abundar e muito irritante, e as pálpebras estão inchadas e ardentes (o contrário de Allium cepa). As perturbações pioram com o vento, a luz do sol e num quarto quente, e melhoram ao grande ar.
  • Ambrósia 5CH, se o corrimento nasal, embora nasal, for acompanhado por urra lacrimação irritante e muita comichão nas pálpebras. É um medicamento muito utilizado no Outono no vale do Rhône onde a ambrósia predomina nesta estação.
  • Sabadilla 5CH: este medicamento é individualizado por espirros frequentes, violara paroxísticos, em descarga, seguidos por uma rinorreia fluida, apesar da sensação intensa de nariz entupido e uma lacrimação irritante. Os espirros, provocados por uma forte comichão no nariz e no palato, acalmam com a aplicação e a fricção da língua neste último. A lacrimação e os espirros pioram com o cheiro das flores, os perfumes, e ao grande ar; melhoram com o calor.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos todas as horas no primeiro dia em período de crise, depois espace os medicamentos à medida que as perturbações diminuem. Continue 3 vezes por dia e consulte o seu médico homeopata.

Quando o corrimento nasal e a lacrimação são irritantes

  • Kalium iodatum 5 CH: os espirros acompanham um corrimento nasal e ocular aquoso, abundante e ardente. Os olhos e o nariz estão vermelhos e inflamados. As crises acalmam com o calor e pioram com o ar fresco.
  • Naphtalinum 5 CH: o corrimento nasal e ocular – principalmente a lacrimação – são muito abundantes e irritantes. Os espirros em descarga são incessantes. Os sintomas melhoram em pleno ar.
  • Arsenicum álbum 5 CH, se a rinorreia e a lacrimação muito irritantes e abundantes piorarem durante a noite e melhorarem com o calor.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos todas as horas no primeiro dia em período de crise, depois espace os medicamentos à medica que as perturbações diminuem. Continue 3 vezes por dia e consulte o seu médico homeopata.

Tratamento de terreno

Os tratamentos de terreno têm o interesse de prevenirem as crises de rinites alérgicas espasmódicas ou febres-dos-fenos.

Devem ser começados pelo menos um mês antes do período pressuposto da crise. e devem continuar durante esta última. A sua grande eficácia constitui uma alternativa certa aos tratamentos alopáticos.

As rinites alérgicas peranuais, para as quais as crises são mais ou menos permanentes durante o ano, também necessitam de um tratamento de terreno. São mais difíceis de tratar, mas os resultados são muito bons a longo prazo.

Originally posted 2014-03-27 15:16:02.

shutterstock 13330168 - Tosse

Tosse

No adulto, as tosses têm origens diversas. A persistência de uma tosse para além de três semanas deve levá-lo a consultar um médico, que decidirá, em função do contexto clínico, praticar ou não exames complementares.

As causas mais frequentes de tosses persistentes são: um corrimento nasal tenaz a seguir a uma constipação, a asma, a bronquite crónica, o refluxo gastroesofagiano. Estas últimas aumentam com o tabagismo e a poluição.

É evidente que se estiverem presentes outros sinais – dificuldades para respirar, escarros de sangue, febre persistente -. deve ir a uma consulta antes deste prazo.

A tosse grossa é aquela que, por ocasião de esforços de tosse, traz escarros; é fácil de por em evidência no homem, mas muito mais delicada de reconhecer na mulher que raramente sabe escarrar, ou antes, detesta fazê-lo, e na criança que ingurgita os escarros em vez de os expulsar.

Para mais pormenores, consulte os capítulos seguintes: a “tosse”, as “Rinofaringites” do adulto que são tratadas com as “Rinofaringites da criança”, o “Refluxo gastroesofagiano”, as “Sinusites agudas”, as “Laringites”, a “Asma”, e a “Bronquite crónica”.
Se a sua temperatura estiver alta, consulte também o capítulo sobre as febres da criança.

Originally posted 2014-03-27 15:48:54.

homeopathbottles - Sinusites agudas

Sinusites agudas

A sinusite é uma inflamação aguda das cavidades sinuosas, secundaria a uma infeção viral ou bacteriana. Aparece na maioria das vezes durante uma constipação banal.

Distinguimos as sinusites maxilares, que atingem as cavidades sinuosas maxilares, e as sinusites frontais, que atacam as cavidades sinuosas frontais.

Diagnostico

Sinusites maxilares

Três espécies de sinais dão a conhecer as sinusites maxilares:

  • a dor viva na região situada sob os olhos (dor suborbital), piora quando baixamos a cabeça, que se tussa ou que se espirre;
  • muitas vezes unicamente do lado da dor, o nariz está entupido e o corrimento nasal muco purulento;
  • também pode haver um pouco de febre por volta dos 38° C.

Estas sinusites são a consequência ou de uma rinofaringite. ou de uma cárie dentária.

Sinusites frontais

As sinusites frontais são mais raras do que as precedentes. Complicam uma constipação.
As dores situadas por cima dos olhos (dores supra-orbitais) e o corrimento nasal muco-purulento estão normalmente nos dois lados.
Segam quais forem as sinusites, as complicações são raras.

Tratamento de Sinusites maxilares

  • Mezereum 5CH é indicado nas sinusites maxilares – mais especialmente de origem dentária – que aparecem no lado esquerdo. A pele que está em frente das cavidades sinuosas é muito sensível ao tocar, as secreções nasais são muco-purulentas.
  • Kalium bichromicum 5CH convém quando, a seguir a uma constipação – com corrimento nasal amarelo-esverdeado e crostas dentro do nariz -. aparecem dores suborbitais.
  • Kalium iodatum 5CH.
  • Hydrastis 5CH convém às sinusites frontais e maxilares nas quais o corrimento de pus amarelo, espesso, viscoso, se faz pelo nariz e pela parte da faringe atrás das amígdalas. Uma tosse seca, penosa está presente.
  • Cinnabaris 5CH é o medicamento das sinusites frontais e maxilares acompanhadas por uma congestão do rosto, e por dores lancinantes nas cavidades sinuosas frontais e maxilares. Os olhos estão vermelhos, o corrimento de pus faz-se pela parte da faringe atrás das amígdalas.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos 5 vezes por dia durante 2 dias, depois 3 vezes por dia durante 6 dias.

Originally posted 2014-03-27 15:32:27.