Artigos

lirio3 - Frieiras

Frieiras

Diagnostico

  • As freiras são lesões provadas pelo frio, caracterizadas por uma tumefação vermelha, violácea e dolorosa das zonas atacadas: os dedos das mãos, dos pés, as orelhas ou o nariz são os sítios que são mais atacados.
  • Na fase seguinte, por exemplo muito frio (gelo) e se não tivermos a possibilidade de nos aquecermos, a frieiras gela; um consulta médica urgente impões-se logo que possível.
  • Recentemente, Affca mostrou que as vitimas das frieiras são mulheres jovens, que não fumam, não estão expostas ao frio no local de trabalho, e cujas mães apresentam o mesmo problema.

Principais complicações

Os enregelamentos com as sua complicações: bolhas (flictenas), rachas e escaras.

Prevenção

  • Quando o tempo está frio ou muito frio, a cabeça deve ser agasalhada, as luvas ou as meias devem manter-se o mais secas possível, e os sapatos não devem ser demasiados apertados para não incomodarem a circulação.
  • Mexa as mãos e os pés logo que a sensação de entorpecimento aparecer.

Tratamento local

  • Aquecer as partes atacadas molhando as mãos ou os pés em agua quente com uma temperatura suportável (entre 38ºC e 43ºC).
  • Pomada de Calendula: aplicação em massagem leve, até encontrar as sensações normais na ponta dos dedos das mãos ou dos pés.

Tratamento homeopático

Sistematicamente

  • Agaricus 7CH, em todas as fases: no inicio, quando as partes atacadas têm formigueiro e começam a tornar-se vermelhas e violáceas. A seguir, quando as frieiras ou os enregelamentos são acompanhados por comichão e dores que picam e ardem. Tanto ataca os dedos das mãos e dos pés, como o nariz e as orelhas.

Posologia: 2 grânulos de cinco em cinco minutos togo que possível, depois 5 vezes por dia durante 2 dias no caso de urgência. Senão, 2 grânulos ao levantar e ao deitar durante os períodos de frio.

Associado a

  • Petroleum7CH, se as frieiras começarem a ficar com gretas e aparecerem todos os Invernos.
  • Nitricum acidum 7CH, se a pele tiver gretas e deitar sangue.
  • Ranunculus bulbosus 7CH, se a dor predominar
  • Urtica urens 7CH, se a comichão ganhar
  • Secale comutum 7CH, se os formigueiros e as queimaduras melhorarem com o frio.

Posologia: 2 grânulos de cinco em cinco minutos logo que possível, depois 5 vezes por dia durante 2 dias no caso de urgência. Senão, 2 grânulos ao levantar e ao deitar durante os períodos de frio.

Originally posted 2014-03-26 16:41:45.

asma - Tratamento homeopático da asma

Tratamento homeopático da asma

Tratamento das crises

Não fique à espera que a crise apareça para ler esta rubrica. Selecione os medicamentos que lhe parecem melhor adaptados e tenha-os à sua disposição no caso de crises.

Sistematicamente

  • O mais eficaz, para tratar as crises, consiste em alternar de minuto em minuto Ipeca 5 CH e Antimonium tartaricum 5 CH. Não se esqueça de espaçar os medicamentos logo que a respiração regressar ao normal, e não hesite em utilizar as terapêuticas clássicas na ausência rápida de melhoras:
  • Ipeca 5 CH convém principalmente às asmas da criança que aparecem todos os anos na mesma época. A tosse seca e violenta provoca náuseas e vómitos que não aliviam o doente. A língua está limpa.
  • Antimonium tartaricum 5 CH, quando a crise, na maioria das vezes noturna (cerca das 3 ou 4 horas da manhã), é acompanhada por uma respiração ruidosa e penosa. O paciente sente-se muito incomodado, é obrigado a sentar-se para respirar melhor. Apesar de uma tosse grossa, emite dificilmente escarros. Tem a língua branca e náuseas.

Conforme o caso

Podem ser indicados medicamentos mais específicos:

  • Arsenicum álbum 9CH reproduz a crise de asma típica que acorda o sujeito em plena noite entre 1 e 3 horas da manhã. Durante esta última, o sujeito sente-se muito ansioso, muito agitado e tem medo de morrer. Levanta-se porque não consegue ficar deitado, caminha em todas as direções para tentar ficar mais aliviado. Embora tenha frio, abre a janela para respirar melhor.
  • Aralia racemosa 9CH, quando a asma é desencadeada por uma rinofaringite ou uma rinite alérgica. Traduz-se por dificuldades respiratórias que pioram quando se estende ao comprido, sobretudo ao deitar ou no primeiro sono.
  • Cuprum metallicum 5CH: asma noturna que é acompanhada por uma cianose (coloração azul-arroxeada) do rosto e violentos ataques de tosse seca dificilmente suportáveis. Estes últimos melhoram com bebidas frias. Um tratamento alopático complementar é por vezes necessário.
  • Kalium carbonicum 5CH ó indicado na asma das pessoas idosas que aparece entre 2 e 4 horas da manhã. A expetoração é difícil, o doente fica mais aliviado ao respirar sentado inclinado para a frente.
  • Lachesis mutus 5CH, quando a asma aparece nas mulheres em perimenopausa.
  • Ignatia amara 9CH: asmas dos sujeitos espasmófilos, acompanhada por uma tosse seca que aparece depois de uma contrariedade.

Posologia: se um medicamento sobressair nitidamente, deve prescrevê-lo em 9CH de 2 em 2 minutos, depois espaçá-lo com as melhoras.

Na minha opinião

É preferível ir consultar o seu médico homeopata para que prepare um tratamento individualizado das suas crises. Nunca hesite em utilizar tratamentos clássicos se a crise não ceder rapidamente.

Tratamento de terreno

O tratamento de terreno é da competência do médico homeopata: qualquer doente asmático deve consultá-lo para que possa avaliar a gravidade da doença e da oportunidade ou não de uma terapêutica de terreno.

Este tratamento tem por objetivo ser preventivo, ou seja. limitar a frequência das crises. a sua intensidade quando aparecem, e a evolução da doença.

Tratamentos termais

A opinião dos pneumologistas está dividida sobre a eficácia dos tratamentos termais Têm o interesse de ensinarem aos asmáticos a conhecerem melhor a sua doença e. quando estão situados em altitude, a mais de 1.500-2.000 metros, permitirem uma evicção total dos ácaros que estão ausentes a esta altitude.

Originally posted 2014-03-27 12:51:41.

maxresdefault - Prisão de Ventre

Prisão de Ventre

Uma criança que não vai a casa-de-banho todos os dias não 6 uma criança com prisão de ventre. Respeitar as regras dietéticas é a melhor maneira para assegurar um funcionamento normal do intestino de toda a família.

Não passe a sua prisão de ventre para os seus filhos. Peça-lhes para irem à casa-de-banho a horas fixas e controle a frequência das suas fezes.

Diagnóstico

A prisão de ventre na criança define-se por uma diminuição da frequência das fezes, seja qual for o seu volume e a sua consistência. Retemos este diagnóstico quando:

  • o bebé que é amamentado ao peito tem menos de duas fezes por dia;
  • a criança mais crescida tem menos de três fezes por semana.

As fezes normais do bebé (uma a seis por dia são líquidas, grumosas, amarelo-dourado. “ovo
mexido”, contendo mais líquido do que matéria.

Desconfie, na criança mais crescida, de fezes de frequência normal mas pouco abundantes, duras e desidratadas.

Se a prisão de ventre persistir, embora tenha respeitado as regras higieno-dietéticas, aconselhamo-la a consultar um médico a fim de começar um tratamento homeopático de fundo.
Devemos sempre procurar um problema psicológico e/ou afetivo.

Regras higieno-dietética

No bebé com menos de cinco meses

Existe muitas vezes uma prisão de ventre com as preparações lácteas para bebés. Podemos ajudar a criança:

  • dando-lhe sumo de ameixa seca ou de laranja, legumes verdes;
  • utilizando uma farinha à base de cevada ou cevada-ameixas secas:
  • preparando um em cada dois biberões com agua Hepar, durante uma semana, ate mesmo um mês. mas não de uma maneira prolongada a fim de não modificar o equilíbrio iónico do bebé;
  • dando-lhe, togo que o bebé possa, pequenos pedaços de alimentos, em vez de alimentos em puré.

Na criança mais crescida

É necessário aumentar o volume das fezes da criança:

  • dando-lhe suficientemente de beber,
  • enriquecendo a sua alimentação em fibras
  • cereais (pão completo, arroz completo, farelo de arroz, farelo de trigo),
  • cereais com grão completo ao pequeno-almoço.
  • legumes secos, espinafres,
  • frutos (maçãs, laranjas)

Limitando os alimentos seguintes:

  • açúcar e bombons, arroz, cenouras, maçãs, marmelos, chocolate, pão branco, massas brancas.

Por outro lado, faça com que a criança vá à casa-de-banho a horas regulares. Isto com um duplo interesse:

  • habitua a criança a ir à casa-de-banho a horas fixas. Pode ajudá-la ao principio e durante um curto prazo com supositórios de glicerina ou com microclisteres.
  • controla a frequência das fezes.

Não adote uma atitude rígida que corre o risco de agravar a prisão de ventre.

Originally posted 2014-04-03 09:15:42.

Conheca a terapia floral2 - Dinamização

Dinamização

Dinamização (ou sucução): etapa do modo de fabricação do medicamento homeopático que tem lugar a seguir a cada fase de diluição. É o ato de abanar, manual ou mecanicamente, a solução diluída. Esta operação condiciona provavelmente a atividade do medicamento homeopático apesar da quase ausência de moléculas.

Originally posted 2014-04-17 09:23:18.

A Homeopatia e o doente

Embora a homeopatia seja utilizada por 36 % dos franceses, existem muitas zonas escuras quanto à sua destinação e às suas indicações Vamos tentar esclarece-las.

“A quem se destina a homeopatia?”

A terapêutica homeopática convém a todas as idades e a todos os indivíduos – bebés, pessoas de idade, mulheres grávidas, diabéticas – ou em primeira intenção, ou em complemento de um tratamento.

  • Para os bebés, antes dos seis meses, é aconselhado derreter os grânulos num restode biberão a fim de termos a certeza de que o bebé engole o conteúdo todo. Depoisdesta idade, os grânulos podem ser postos, um ou dois, diretamente na boca; depoisde um tempo de surpresa exprimido através de um “beicinho” dubitativo, o bebé habituar-se-á muito facilmente.
  • Do mesmo modo. o tratamento homeopático não tem perigo para as mulheres grávidas, e constitui muitas vezes uma medicina de primeira intenção. As outras terapêuticas são sempre delicadas de utilizar durante este estado especial, porque podem ter uma repercussão significativa sobre a mãe e sobre o feto. Por conseguinte, os ginecologistas enviam-nos regularmente as suas parturientes. ou seja, as mulheres grávidas, que apresentem perturbações para as quais a terapêutica alopática poderia constituirum risco.
  • Para as pessoas de idade, devido ao abrandamento do seu metabolismo e dacronicidade das suas doenças, a homeopatia é um tratamento de opção. Utilizada sozinha ou em complemento, a homeopatia permite reduzir as terapêuticas alopáticas,lutar indiretamente contra os seus efeitos secundários, e proporciona bem-estar e conforto ao doente de idade.
  • Nos diabéticos, a composição em lactose e em sacarose dos grânulos homeopáticosnão constitui uma contra-indicação para a sua utilização. Pelo contrário, muitas vezes,a adjunção de um tratamento homeopático permite um equilíbrio melhor da doença, euma redução dos tratamentos com um objetivo antidiabético.

Originally posted 2014-03-24 11:42:14.