Artigos

alimentar 2008 - Sinais Gerais e Evoluçao

Sinais Gerais e Evoluçao

No modo reacional terminal predominam essencialmente:

  • perturbações cardiovasculares: hipertensão arterial, aortite, coronarite, arterite;
  • ataques reumatológicos tais como artrose patologia discal e radicular;
  •  tendências para as úlceras de pele, para más cicatrizações, para fístulas.
  • manifestações glandulares da parótida, tiroide. próstata;
  • perturbações da senescência tipo psicoses, nevroses, demências.

Os principais medicamentos de terreno desta fase são: Luesinum, Mercurius solubilis, Argentum nitricum, Aurum metallicum, Platina, Plumbum metallicum, Calcarea fluorica, Fluoncum acidum e Staphysagria

A descoberta de uma diátese num sujeito – assimilada por extensão ao modo reacional geral – será afirmada pela presença de pelo menos três sinais: um sinal etiológico e dois sinais gerais.

O luetismo

É antes de mais:

  •  um sujeito psiquicamente instável que dorme muito mal e que tem dificuldades para se adaptar à vida em sociedade:
  •  perturbações físicas sentidas principalmente nos ligamentos e nos ossos;
  • um estado geral que se agrava à noite

É por exemplo:

  • uma criança agitada, que torce facilmente os pés, com insónias e dificuldades escolares

O modo reacional luético pode ser desencadeado por infecções que aparecem durante a gravidez.

Corresponde a três grandes medicamentos:
Luesinum, Mercurius solubilis, Aurum metallicum.

Originally posted 2014-03-25 13:18:27.

fundo02 - Esterilidade

Esterilidade

A esterilidade traduz-se, num casal, pela impossibilidade de ter ou levar uma gravidez a termo. Uma consulta médica é necessária na ausência de gravidez depois de um ano de relações sexuais sem contraceção.

A homeopatia intervém nas esterilidades para as quais nenhuma cause objetiva (obstáculo mecânico, perturbações hormonais, do útero ou dos ovários) foi encontrada. Estas esterilidades ditas “psicogénicas”, ou seja, de origem psíquica, representam 10% dos casos de esterilidade feminina.

Um tratamento homeopático de terreno ajuda por vezes a erguer as barragens psíquicas naquelas que perderam toda a esperança de gravidez. Um consulta médica é evidentemente indispensável. Um medicamento homeopático de terreno aparece muitas: Sepia.

Originally posted 2014-03-28 15:01:05.

gravida - Tratamento de pequenos males da gravidez Parte II

Tratamento de pequenos males da gravidez Parte II

Prisão de ventre

  • Collinsonia 7CH, na mulher grávida que tem fezes grossas e hemorroides.
  • Sepia 9CH, nos sujeitos que respondem bem.
  • Symphoricarpus 7CH, pequeno medicamento extremamente precioso nas náuseas com vómitos e na prisão de ventre do primeiro trimestre da gravidez.

Posologia: (para todos estes medicamentos): 2 grânulos antes do almoço e do jantar.

Conforme o aspeto e o volume das fezes, podem ser indicadas numerosos outros medicamentos.

Diarreia

O aparecimento de diarreia durante a gravidez é muito mais raro.

Hemorroides

Pode tomar os três medicamentos seguintes:

  • Aesculus hippocastanum 6DH convém às mulheres com prisão de ventre e congestionadas na parte inferior o ventre que se queixam de hemorroides que picam “como uma pregadeira de alfinetes” no ânus. Ficam aliviadas com banhos de assento frios, pioram com o calor e com a posição de pé.

Posologia: 50 gotas 3 vezes por dia durante 8 dias.

  • Collinsonia 7CH, na mulher grávida que tem fezes grossas e hemorroides.
  • Hamamelis 7CH é indicado nas hemorroides de sangue negro que são acompanhadas por uma sensação de rebentamento das veias. As dores pioram com o calor.

Posologia (para todos estes medicamentos: 2 grânulos 5 vezes por dia durante dias e 3 vezes por dia durante 6 dias.
Localmente:

  • Banhos de assento.
  • Pomada de Ratanhia 4% tintura-mãe ou de Poeonia 4% tintura-mãe: 3 aplicações por dia.

Perturbações urinárias

Aparecem sobretudo no principio e no fim da gravidez, e resultam da compressão da bexiga e no útero. É necessário beber normalmente e até mesmo mais do que de hábito para evitar o aparecimento de uma infeção urinária.

Perturbações nervosas

Os dois medicamentos que são mais específicos das perturbações nervosas que aparecem na gravidez. Trata-se de:

  • Helonias dioica 9CH, indicado nas mulheres que se tornam depressivas logo ao princípio da gravidez a qual têm muitas dificuldades em assumir. Gemem sem parar, estão muito cansadas, não gostam de ser consoladas e sentem-se melhor quando estão distraídas e ocupadas. Têm dores na parte inferior das costas que se propagam até às pernas.
  • Nux moschata 9 CH

Posologia (para todos os medicamentos): 2 grânulos ao levantar e ao deitar.

Originally posted 2014-03-31 09:03:03.

Symphoricarpos albus1 - Symphoricarpus

Symphoricarpus

Origem

Symphoricarpus, o medronheiro da América, arbusto da América e das regiões temperadas do hemisfério Norte, é da família das caprifoliáceas (ordem das rubiais).

Composição

A tintura-mãe é preparada a partir do fruto.

Indicações

Vómitos da gravidez

  • Do primeiro trimestre da gravidez.
  • Com náuseas que pioram com o mais pequeno movimento, aversão pelos alimentos, borborigmos e prisão de ventre.

Posologia

Symphoricarpus 7CH, 3 vezes por dia conforme a necessidade, ou seja, logo que haja náuseas.

Symphoricarpus convém se

As modalidades foram:

  • Uma agravação com o mais pequeno movimento.
  • Melhoras com a imobilidade.

Originally posted 2014-04-14 11:37:17.

O que é o luetismo?

O luetismo, ou modo reacional luético, é considerado como o modo reacional:

  •  inicial do individuo, quando anomalias genéticas ou congénitas subnormais predominam;
  • terminal das diáteses psóricas e sicóticas, quando o ataque dos órgãos prevalece.

Sujeitos predispostos

Aviso:
O quadro do modo reacional luético apresentado aqui é caricatural. Felizmente que só raramente se manifesta sozinho; está por vezes presente a mínima nas crianças perfeitamente equilibradas que apresentam, por exemplo, formas menores de insónias, dificuldades escolares e uma agitação física excessiva.

Os sujeitos predispostos são na maioria das vezes instáveis nervosamente e sentem dificuldades para conseguirem uma vida regular. Esta instabilidade manifesta-se através de um excesso na vida profissional.

De facto, a sua grande capacidade de trabalho, aliada a uma inteligência viva, contrasta com períodos prolongados de inatividade ou de lentidão intelectual.

Do mesmo modo, a sua imaginação criadora é por vezes desperdiçada por uma análise deficiente e uma dispersão de ideias. O medo da noite pode estar na origem de uma agitação noturna e de insónias difíceis de tratar.

Fisicamente, o sujeito apresenta por vezes, com mais ou menos intensidade, uma e/ou outra
das imperfeições seguintes: olhos vairões (olhos de cores diferentes), genu velgum (joelhos virados para fora), pés chatos, uma hiperlassidâo ligamentar (entorses a repetição, luxações fáceis) e
anomalias dentárias.

Muitas vezes, o desenvolvimento psicomotor do bebé é ligeiramente retardado. A criança, por vezes sobredotada, torna-se, num meio desequilibrado, caracterial, agitada, instável, má aluna, muito fraca em matemática. Quanto ao adolescente, no mesmo meio, pode tomar-se fugitivo ou delinquente.

Adulto, pode ser inadaptado socialmente, ou fóbico, com a necessidade de se lavar continuamente as mãos; é frequentemente psicótico ou nevrótico. Por vezes alcoólico, tem então tendências perversas: sexuais, crueldade em relação aos animais, sadismo.

O seu estado geral agrava-se à noite, à beira-mar, e melhora na montanha.

Fatores desencadeantes

O modo reacional inicial é aquele que ê encontrado com mais frequência quando o desenvolvimento fetal foi perturbado:

  • durante a gravidez por infecções virais ou microbianas (rubéola, papeira, sífilis, toxoplasmose, sida), por intoxicações (álcool, drogas, medicamentos),
  • ou pela velhice dos genitores, ou por antecedentes familiares característicos (doenças venéreas).

Originally posted 2014-03-25 13:05:12.