Artigos

curare bambini omeopatia - Tratamento da Diarreia Parte I

Tratamento da Diarreia Parte I

Gastroenterites agudas

Manifestam-se através de diarreia, vómitos, febre e dores abdominais.

Diarreias por intoxicação

Distinguimos principalmente:

  • A “turista”

Aparece nos primeiros dias de uma viagem num pais exótico, a seguir a ingestão de agua não fervida ou cubos de gelo, legumes crus, frutos com a casca.. Aparece brutalmente, acompanhada por uma perda de apetite, dores abdominais, náuseas e por vezes febre moderada.

  • A intoxicação alimentar às salmonelas

A contaminação é provocada por alimentos estragados (charcutaria, carne, gelados, bolos), muitas vezes no enquadramento de uma restauração coletiva. O diagnóstico é evidente: a gastroenterite aparece nas oito a doze horas após a ingestão da refeição, uma febre a 40ºC, uma diarreia fétida, dores abdominais, por vezes vómitos assinam o diagnóstico.

Os medicamentos principais destas diarreias são:

  • Arsenicum álbum 5CH, medicamento das intoxicações alimentares — carnes ou conquilhas — acompanhadas por fezes irritantes nauseabundas, dores abdominais ardentes que melhoram com bebidas quentes, náuseas e vómitos. A febre faz beber regularmente pequenas quantidades de água e ocasiona uma sensibilidade ao frio importante e uma necessidade de se aquecer.
  • Carbo vegetabilis 5CH, nas diarreias fétidas acompanhadas por inchaços situados logo por cima do umbigo, e cãibras abdominais que obrigam o doente a dobrar-se ao meio. Este último tem necessidade de ar, fica aliviado com as eructações e os gases, mas sente-se pior deitado.
  • Ipeca 5 CH, na presença de uma diarreia de fezes esverdeadas, cãibras abdominais e sobretudo náuseas intensas e persistentes que não melhoram com os vómitos. A língua está limpa, ou seja, cor-de-rosa.
  • Mercurius solubilis 5CH é indicado nas diarreias com fezes esverdeadas, uma vontade urgente de ir à casa-de-banho e a sensação de nunca mais acabar. O hálito é fétido, a língua branca, a febre é acompanhada por uma sede intensa e suores que não aliviam o doente.
  • Podophyllum 5CH, nas diarreias aquosas, abundantes, amareladas, fétidas, em jatos, acompanhadas por gases, dores parecidas com cãibras que melhoram quando nos deitamos de barriga par baixo, e vontade frequente de ir à casa-de-banho. O doente fica esgotado depois de ir à casa-de-banho.
  • Pyrogenium 9 CH não é um medicamento de diarreia, mas, sim, de alteração do estado geral e de febre a seguir a uma intoxicação alimentar com produtos estragados.
  • Paratyphóidinum B 15CH, uma dose potencializa a ação dos medicamentos precedentes.
  • Um pouco à parte: Dulcamara 5 CH, diarreia de fezes esverdeadas no regresso de uma viagem a um país quente, sem noção de infeção.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos 5 vezes por dia sistematicamente e depois de ir à casa-de-banho durante 2 dias, depois 3 vezes por dia nos 2 dias seguintes. Pare o tratamento um dia depois do desaparecimento dos problemas.

Originally posted 2014-03-28 09:22:02.

Eupatorium perfoliatum 0003 - eupatorium perfoliatum

eupatorium perfoliatum

Origem

«A erva da febre», a Eupatorium perfoliatum, erva alta, lenhosa, com caules avermelhados e flores paniculadas, é uma planta vivaz da família das asteráceas, originária das pradarias húmidas dos Estados Unidos, onde goza há muito tempo de uma grande reputação como tónico, purgativo, diurético, sudorífico.

Composição

A tintura-mãe é preparada através de maceração em álcool da parte aérea da planta fresca florida. Contém fitosteróis que explicam a sua atividade ocular:

Indicações

Gripe

Com:

  • febre e sede intensa de água fria;
  • dores no corpo e nos ossos que pioram com o movimento;
  • dores nos globos oculares que pioram com a pressão nos olhos;
  • rinofaringite com tosse seca e dolorosa.

Eupatorium perfoliatum convém se

As modalidades forem:

  • Uma agravação com a pressão dos globos oculares, com o movimento, ao acordar.
  • Melhoras com o repouso.

Originally posted 2014-04-09 14:48:43.

linhaça e seus benefícios - Folliculinum

Folliculinum

Origem

A foliculina ou estrona é, juntamente com a progesterona, uma das hormonas que rege o ciclo hormonal da mulher.

A sua atividade é importante nas perturbações da menstruação e do ciclo menstrual, porque estas últimas resultam principalmente de um desequilíbrio da relação estrógeno progesterona.

Indicações

Síndroma pré-menstrual

Trata-se de mulheres que apresentam, alguns dias antes da menstruação, vários sintomas que podem ser:

  • um inchaço doloroso do peito;
  • dores na parte inferior do ventre;
  • uma sensação de inchaço do corpo, edemas nas pernas;
  • um acréscimo de peso que aumenta antes da menstruação e diminui a seguir;
  • diarreia ou prisão de ventre, inchaços;
  • perturbações nervosas: nervosismo, depressão.

Perimenopausa

Aparece nas mulheres que, neste período da sua vida, têm ciclos anárquicos (ou muito longo ou muito curtos) e/ou menstruação que se modifica em abundância. A persistência ou a repetição perturbações deve levá-la a consultar um médico.

Folliculinum convém se

As modalidades forem:

  • Uma agravação antes da menstruação, na ovulação.
  • Melhoras a seguir à menstruação.

Os sujeitos que respondem bem a Folliculinum

As mulheres jovens com perturbações na menstruação ou no ciclo, ou as mulheres durante a perimenopausa.

Posologia

  • Da síndroma pré-menstrual: Folliculinum 9 ou 15CH, 2 grânulos por dia a começar alguns dias antes do início das perturbações até à menstruação.
  • Na perimenopausa: Folliculinum 9CH, uma dose por semana, trava a secreção de estrógenos e contribui para o reequilíbrio hormonal.

Originally posted 2014-04-09 15:16:43.

Aesculus hippocastanum fruit - Aesculus hippocastanum

Aesculus hippocastanum

Origem

O castanheiro-da-índia é uma árvore — da família das hipocastanáceas — originária da região oeste da Ásia. Que encontramos atualmente na Europa e na América do Norte.

Esta planta teria sido trazida por mercadores venezianos como planta ornamental; estava muito presente em Viena no século XVI é uma árvore que atinge por vezes 25 m de altura, cujos botões florescem na Primavera para se transformarem em grandes folhas verde-escuro.
As flores com um perfume estonteante, brancas e cor-de-rosa, dispostas em espiga sobressaem; os frutos, as castanhas-da-índia, contém os princípios ativos.

Composição

A tintura-mãe contém:

  • flavonoides que conferem propriedades vitamínicas – e um poder venoso.
  • um saponócido, a escina, que tem uma atividade vasoconstritora, anti-inflamatória e antiedema.

A castanha, ou seja, a semente e o seu tegumento, é utilizada em homeopatia.

Indicações

Perturbações circulatórias nos membros inferiores

  • Pernas pesadas com sensação de batidas e de peso, pioram com tudo o que aumenta a estase (abrandamento muito importante da circulação) venosa, melhoram com tudo o que a alivia.
  • Varizes nos membros inferiores.
  • Úlceras varicosas.

Hemorroides

  • Que sangram pouco mas são muito dolorosas, com a sensação de congestão na parte inferior do ventre e picadas “como uma pregadeira de alfinetes” no ânus:
  1. pioram ao levantar, com o calor, com a posição de pé;
  2. melhoram quando sangram, com o frio, com o exercício moderado e prolongado.
  • Muito indicado para as mulheres grávidas com prisão de ventre.

Dores sacroilíacas

  • Dores nas nádegas com a impressão de desmembramento revelando por vezes uma hipertrofia pélvica (uterina ou prostática).

Aesculus hippocastanum convém se

As modalidades forem:

  • Uma agravação ao levantar, com o calor, com a posição de pé.
  • Melhoras quando sangram, com o frio, com o exercício moderado e prolongado.

Posologia

  • Pernas pesadas: Aesculus hippocastanum 6DH, 50 a 100 gotas por dia conforme a intensidade das dores.
  • Hemorróides: 100 gotas 3 vezes por dia durante 3 dias.

Originally posted 2014-04-08 11:47:32.

820413181 - Terçolho

Terçolho

Diagnóstico

É um furúnculo de uma pestana de pálpebra, associado ou não a uma inflamação da borda da pálpebra (blefarite).

Tratamentos

Primeira recomendação: não lhe toque.

Logo ao princípio

Como nos calázios:

  • Apis mellifica 5CH, quando o edema da pálpebra predomina.
  • Aconitum napellus 5CH, se o terçollho aparecer durante o tempo frio e seco.
  • Belladonna 5CH, quando o vermelhidão do olho e a da pálpebra prevalecem assim como dores batentes.

Posologia: 2 grânulos 5 vezes por dia durante 2 dias.

A seguir, ou ao mesmo tempo, se o furúnculo começar a amadurecer

  • Hepar sulfur 5CH, para fazer amadurecer o furúnculo e apressar a sua evacuação.
  • Myristica sebifera 5CH, a associar a Hepar sulfur, tem as mesmas indicações e favorece a cicatrização.
  • Phytolacca 5CH.

Posologia: 2 grânulos 5 vezes por dia durante 3 dias, depois pare Hepar sulfur e continue Myristica sebifera e Phytolacca à razão de 2 grânulos 3 vezes por dia durante 6 dias.

No terçolho a repetição

Os medicamentos de terreno são: Graphites, Pulsatilla, Staphysagria, Tuberculinum.

Originally posted 2014-04-01 11:56:56.