Artigos

humic acid potassium pure - Kalium carbonicum

Kalium carbonicum

Origem

Kelium carbonicum, o carbonato de potássio, é obtido por calcinação do bicarbonato de potássio. É um pó branco que se apresenta sob a forma de cristais ou de sal branco pulverulento.

É muito solúvel na água e insolúvel no álcool puro

Indicações

Perturbações digestivas

  • Inchaço de lodo o abdómen aparecendo durante ou logo a seguir às refeições, acompanhado por aerofagia e arrotos frequentes.
  • Hérnia hiatal com refeição de líquido ácido e ardente na boca.
  • Hemorróides que melhoram se o sujeito estiver sentado num assento duro.
  • Prisão de ventre com hemorróides das pessoas de idade.

Perturbações respiratórias

  • Rinofaringites crónicas das pessoas de idade.
  • Rinofaringites agudas com o nariz entupido, espirros frequentes e corrimento nasal muco-puru lento.
  • Traqueio-bronquite com tosse seca, dura, penosa, incessante, provocando um inchaço na pálpebra superior. A expetoração de pequenos escarros é difícil.
  • Asma que piora entre 2 e 4 horas da manhã, melhora se o sujeito se inclinar para a frente com a cabeça nos joelhos.

Dores lombares persistentes

  • melhoram quando nos deitamos num plano duro;
  • sobretudo depois de uma gravidez;
  • ou na menopausa.

Incontinência de urina

  • com a tosse ou com o esforço no adulto;
  • depois do parto;
  • nas mulheres, muitas vezes na menopausa, com uma descida de órgãos,
  • nos idosos.

Medicamento das pessoas de idade que respondem bem

  • muito cansadas, com artrose e “fraqueza” nos membros inferiores;
  • e/ou com doenças cardíacas e pulmonares.

Originally posted 2014-04-10 13:30:16.

DSC 0033 - Atrose Parte II

Atrose Parte II

Fatores de risco da artrose

  • A idade: a artrose aumenta com esta última, principalmente entre quarenta e cinco e sessenta e cinco anos.
  • A obesidade: aumenta a frequência do aparecimento da artrose nos joelhos.
  • A etnia: as populações do Cáucaso têm mais artrose na anca (coxartrose) do que as populações chinesas ou africanas (1 a 4% contra 7 a 25%). Em contrapartida, um outro estudo mostrou que a frequência das artroses no joelho (gonartrose) era mais elevada nas mulheres de raça negra do que nas mulheres de raça branca.
  • Os fatores genéticos desempenhariam um papel ainda mal elucidado.
  • A artrose das mãos e dos joelhos é mais frequente nas mulheres.
  • Os antecedentes de traumatismos agravariam os riscos de artrose. Isto é principalmente nítido nos joelhos onde a ablação de um menisco é um fator que favorece o aparecimento de artrose nesta articulação.

Por outro lado, os estudos mostram que o centro da artrose varia em função da atividade profissional ou da catividade desportiva.

Os agricultores têm mais coxartroses; as profissões onde é necessário carregar pesos ou fletir o joelho aumentam o risco de gonartrose. Os jogadores de futebol, os bailarinos ou os jogadores de futebol americano também têm mais riscos de coxartroses.
Em contrapartida, a frequência de artrose nos membros inferiores não parece aumentar nos ciclistas, nos corredores a pé e nos nadadores.

Principais complicações

O desgaste da articulação provoca a agravação das dores e portanto uma perda da autonomia. A artrose da anca e do joelho, articulações que são mais atingidas, limitam o perímetro de marcha e aumentam a dependência, porque a pessoa, muitas vezes idosa, tem medo de sair sozinha, de cair e já não pode fazer as compras ou a limpeza da casa.

Quando está associada uma artrose dos membros superiores, os gestos da vida quotidiana — cozinhar, abrir latas de conserva, transportar panelas — podem tomar-se difíceis, até mesmo perigosos.

Regras de higiene

A artrose só se usa se nos servirmos dela. “De facto, quanto mais forçar a sua articulação mais a artrose evolui. Por exemplo, quando, no caso de artrose da anca (coxartrose), se obriga a andar apesar da dor.

Ao agir assim, aumenta a inflamação da articulação, dos seus tecidos próximos, a contractura muscular de defesa criada pela dor. Ao contrário, logo que a dor aparece, deve parar de andar para ficar mais aliviado.

No caso das articulações dos membros inferiores, deve economizar as suas articulações emagrecendo, se tiver um excesso de peso importante, e usar uma bengala no lado oposto à articulação doente.

Evite longas caminhadas, ficar de pé durante muito tempo, transportar cargas pesadas. Arranje períodos de repouso de um quarto de hora a uma meia hora durante o dia. Uma ginástica quotidiana adaptada deve ser empreendida, e os desportos constrangedores para as articulações (tais como o ténis ou o futebol) devem ser abandonados.

Originally posted 2014-04-08 09:02:11.

DSCN1532 - Tratamento da Papeira

Tratamento da Papeira

Tratamento

Primeiro aconselhamos, o que parece uma evidência, o repouso na cama.

Dores e inflamação da parótida

  • Mercurius solubilis 5CH é o medicamento das parotidites e principalmente da papeira. Apesar de uma transpiração noturna abundante e de uma sede intensa, a febre não baixa. A língua fica branca, mole, guarda a marca dos dentes; o hálito é fétido, a transpiração viscosa. Este medicamento também acalma as dores nas parótidas quando estas últimas são violentas.
  • Pulsatilla 5CH não só faz baixar a temperatura do corpo, como também previne a orquite (inflamação do testículo), que é a principal complicação da papeira no homem É indicado quando suores nocturnos e arrepios acompanham a febre, e as parótidas são pouco dolorosas e aumentaram de volume de uma forma desigual.

Posologia 2 grânulos 5 vezes por dia durante 2 dias, depois 3 vezes por dia a seguir.

No caso de febre

O interesse destes medicamentos é duplo: permitem diminuir a temperatura do corpo e atuar sobre a evolução da papeira.

Se a criança não tiver sede

  • Pulsatilla 5CH.
  • Apis mellifica 5CH tem as mesmas indicações que Pulsatilla. mas previne a complicação feminina da papeira: a ovante (inflamação dos ovários). A pele fica seca, vermelha, entrecortada de transpiração no caso de febre

Se a criança tiver sede

  • Mercurius solubilis 5CH.
  • Belladonna 5CH é mais um medicamento de febre do que de papeira. É indicado quando a febre aparece brutalmente e é logo acompanhada por suores e uma sede importante. Associado a Mercurius solubilis, atua sobre os fenómenos dolorosos.

Posologia: 2 grânulos 5 vezes por dia durante 2 dias, depois 3 vezes por dia a seguir.

Para prevenir as complicações

  • A orquite: Pulsatilla 5CH.
  • A ovarite: Apis mellifica 5CH.

Para recuperar no fim de doença

  • Uma dose de Sulfur 9CH acelera a convalescença.

Originally posted 2014-04-02 08:49:23.

Stomach Pain Medication For Children Girl With Stomach ache - Tratamento das dores abdominais da criança Parte II

Tratamento das dores abdominais da criança Parte II

Provocadas por uma otite

Ver o artigo sobre as otites

Provocadas por uma pneumonia

Ver o capitulo sobre a tosse.

Provocadas por uma infeção urinária

Ver também o capítulo sobre as cistites

Dores abdominais psicogénicas

São as mais frequentes Têm algumas características evocadoras

  • situam-se sempre à volta do umbigo; não estão ligadas às refeições;
  • podem ser acompanhadas por mal-estar, palidez, sensação de vertigens e de palpitações;
  • são muitas vezes desencadeadas por erros alimentares, um conflito entre os pais, dificuldades escolares, uma vida social difícil (precariedade), um luto;
  • não têm qualquer repercussão sobre o crescimento da criança que tem um peso e uma altura normais para a sua idade

São muito difíceis de tratar e necessitam muitas vezes de um tratamento de terreno.

Consecutivas a um ataque de fúria

  • Bryonia alba 9CH, nas crianças com prisão de ventre com fezes grossas e duras, cujas dores melhoram quando estão deitadas de barriga para baixo.
  • Cina 9CH, numa criança colérica cujas dores também elas acalmam, deitada de barriga para baixo.
  • Chamomilla vulgaris 9CH. nas crianças muito nervosas e caprichosas que só se acalmam quando são embaladas ou passeiam de carro.
  • Colocynthis 9CH.
  • Nux vomica 9CH refere-se às crianças que se enervam facilmente, têm ataques de fúria violentos e sobressaltam com o mais pequeno barulho.
  • Staphysagria 9CH dirige-se às crianças que pensam ter sofrido uma frustração ou uma injustiça (criança castigada injustamente ou obrigada a calar-se).

Posologia: 2 grânulos 3 vezes por dia durante 2 dias; mais tempo e 2 vezes por dia se os sintomas persistirem.

Consecutivas ao medo

  • Argentum nitricum 9CH: com diarreia verde, explosiva, com náuseas e vómitos.
  • Ignatia amara 9CH: diarreia com taquicardia, nó na garganta e náuseas, melhora quando comemos.

Posologia: 2 grânulos 3 vezes por dia durante 2 dias; mais tempo e 2 vezes por dia se os sintomas persistirem.

Originally posted 2014-04-03 08:19:24.

Cal en Terron - Calcarea phophorica

Calcarea phophorica

Origem, composição

Calcarea phosphorica é o fosfato de cal que contém pelo menos 80% de fosfato tricálcico e 34.5% de cálcio. Apresenta-se sob a forma de um pó branco insolúvel na água e no álcool a partir do qual a tintura-mãe é preparada.

Indicações

Atraso de desenvolvimento do bebé

Notaremos um atraso:

  • do fecho das fontanelas;
  • da dentição o romper dos dentes é longo e penoso, os dentes amarelados ganham cáries facilmente;
  • das aquisições motrizes (marcha, posição sentada).

O seu crescimento faz-se bruscamente.
Tem uma tendência para o raquitismo.

Doenças do bebé e da criança pequena

  • Perturbações ORL a repetição (rinofaringites. bronquites, otites, anginas) que são desencadeadas ou pioram com o frio húmido nas crianças longilíneas com amígdalas grossas e gangliões cervicais
  • Perturbações digestivas
  1. tendência para os vómitos e para as diarreias esverdeadas com cólicas e gases fétidos;
  2. apetite variável: ou fome voraz com desejos de comida defumada ou salgada, ou anorexia para o leite e os lacticínios.

Perturbações no adolescente que responde bem

  • Acne.
  • Dores no conjunto da raque.
  • Cifose e/ou escoliose.
  • Atraso de consolidação dos ossos no caso de fraturas, também nos sujeitos que não respondem bem.
  • Cefaleias dos estudantes esgotados intelectualmente no período de exame.
  • Puberdade precoce com menstruação dolorosa nas adolescentes.

Calcarea phosphorica convém se

Os fatores desencadeantes forem:

  • O frio húmido

As modalidades forem:

  • Uma agravação com o frio e a humidade, o esforço Intelectual, a dentição.
  • Melhoras no Verão, com o tempo seco e quente.

Os sujeitos que respondem bem a Calcarea phosphorica

O bebé é alegre, vivo, muito esperto e colérico. É grande para um peso normal de nascença, um tórax comprido e um abdómen flácido que anuncia uma morfologia longilínea. A criança cresce irregularmente.

Cansa-se depressa intelectual e fisicamente, o que ocasiona resultados escolares que baixam no fim do trimestre e performances físicas inconstantes.

Adolescente, a sua morfologia longilínea é evidente, o seu crescimento rápido é acompanhado por dores na raque. O sujeito é magro, alto e um pouco curvado; as suas mãos são compridas e estreitas, os dedos esguios.

Está sujeito às dores de cabeça que pioram com o trabalho intelectual. Neste período da sua vida, é sonhador, discreto, criativo, instável também; é hesitante, desejando acabar tudo rapidamente. Também pode ter tendência para fugir de casa. Tem inclinação para comer demasiado e sente-se atraído pela comida defumada e salgada.

Posologia

Calcarea phosphorica é principalmente utilizada como tratamento de fundo: portanto as diluições serão elevadas em função do grau de similitude.

Originally posted 2014-04-09 10:06:59.