Artigos

Allergy - Histaminum

Histaminum

Origem

Fisiologicamente, a histamina é o principal mediador que intervém nas manifestações alérgicas. O dicloridrato de histamina, utilizado em homeopatia, é um medicamento de complemento utilizado nesta indicação.

Indicações

As alergias

  • Tratamento de complemento de todos os tipos de alergias, sobretudo cutâneas, eczemas, edemas, urticárias.
  • Mas também, num grau menos, nas alergias:
  1. Respiratórias: asma, rinite alérgica, sinusites;
  2. Nas conjuntivites alérgicas.

Histaminum convém se

Os fatores desencadeantes forem:

Os alérgenos, ou seja, as substâncias suscetíveis de desencadear uma alergia nos sujeitos predispostos.

Os sujeitos que respondem bem a Histaminum

Os sujeitos alérgicos.

Posologia

Uma dose de Histaminum 9CH, em complemento de um tratamento de fundo.

Originally posted 2014-04-10 09:28:51.

Mycobacterium tuberculosis 14313982 1 - Aviaire

Aviaire

Origem

O bioterápico Aviaire é preparado a partir de uma tuberculina bruta obtida a partir de culturas puras de Myobacterium tuberculosis de origem aviar.

Indicações

Perturbações ORL a repetição

Infeciosas:

Rinofaringites, traqueítes, bronquites, anginas, otites, com a presença de gangliões cervicais nas crianças que se constipam quando apanham a mais pequena ponta de frio húmido.

Alérgicas: asma destas mesmas crianças.

Aviaire convém se

Os fatores desencadeantes forem:

O tempo frio e húmido.

As modalidades forem:

Uma agravação com o tempo frio e húmido.

Posologia

Perturbações ORL a repetição: Aviaire 15CH, uma dose por semana em complemento de um tratamento de fundo clássico.

Originally posted 2014-04-09 08:26:06.

curare bambini omeopatia - Rinites alérgicas

Rinites alérgicas

As rinites alérgicas incluem duas entidades distintas: a rinite alérgica espasmódica, ou febre-dos-fenos, que aparece todos os anos na mesma estação, e a rinite alérgica “peranual”, ou seja, mais ou menos permanente, muitas vezes associada à asma.

As rinites alérgicas, segundo os dados, atacariam 10 a 20% da população mundial.

Tal corno para a asma, as crises são desencadeadas pela presença de alérgenos (substâncias que provocam a alergia).

Na rinite alérgica espasmódica, ou polinosa, encontramos todos os anos, na mesma estação, a tríade característica seguinte;

  • espirros em descargas,
  • nariz a pingar um liquido claro, fluido, muitas vezes abundante,
  • obstrução nasal constante.

Na rinite peranual, estes sintomas, no geral menos nítidos, são associados à asma.

Nestas duas entidades, encontramos em 50 a 90% dos casos antecedentes alérgicos pessoais ou familiares e antecedentes de sinusites em 50 % das rinites peranuais.

Os alérgenos na origem de rinites alérgicas são:

  • a maioria das vezes pólenes. O momento do aparecimento das crises informa sobra o seu tipo
  • na Primavera, é o pólen das árvores (carvalho, olmo, ácer, bétula, zimbro, oliveira, plátano)
  • no Verão, é o pólen das pastagens cultivadas (fléolo dos prados, flora odorante, dáctilo enovelado, tufo de Alep), e ervas selvagens (cardo russo)
  • no Outono, o pólen das ervas selvagens (ambrósia, ou erva dos piolhos, na região de Lião);
  • os bolores e os fungos estão bastante presentes durante as estações húmidas e no interior das casas.
  • o pó de casa, no qual o ácaro mais vezes responsável é o Dermatophagoides pteronyssinus. Adora as escamas humanas e as películas, prolifera nas casas frescas e húmidas e detesta o sol. As almofadas, os colchões de penas, os edredões de penas são reservatórios de ácaros,
  • os animais: as aves, os gatos, os cães, os cavalos.

Regras de Higiene

As regras de higiene das rinites peranuais são idênticas às da asma, porque os alérgenos em causa são os mesmos na maioria das vezes.

Devemos desconfiar sobretudo do ar condicionado, do aquecimento pelo chão demasiado seco e, claro, dos tapetes e das carpetes.

Tratamento

Só abordaremos o tratamento da febre-dos-fenos. Este último será bastante eficaz visto que um tratamento de terreno será instituído.

Deixaremos de lado a terapêutica das rinites alérgicas peranuais, porque esta última é complexa e necessita de uma consulta ao médico a fim de também instaurar um tratamento de fundo.

Originally posted 2014-03-27 14:54:03.

stress22 - Tratamento do Stress

Tratamento do Stress

A reação ao stress provoca doença quando as capacidades de defesa ou as possibilidade de adaptação do individuo são ultrapassadas.

Estas perturbação da adaptação são na maioria das vezes transitórias, podem durar mais se o stress foi muito intenso ou repetido.

Repercussão do stress sobre o psiquismo

Ansiedade e doença depressiva são as duas principais consequências do stress sobre o psiquismo.

Perturbações ansiosas

Manifestam-se sob diferentes formas.

  • Ansiedade reacional

Esta diretamente em relação com o stress: é a componente psíquica natural do stress, aparece e desaparece com o agente angustiante.

Perturbações ansiosas e fóbicas

A repetição ou a persistência de um stress pode fazer com que a ansiedade se prolongue. Estas situações necessitam de uma consulta médica.

Síndroma de stress pós-traumático

A ansiedade aparece muitas vezes dois a seis meses depois de um acontecimento angustiante, ou físico, tal como um traumatismo craniano num acidente muito grave, ou psíquico, consequência de um acontecimento inesperado e súbito do qual o sujeito foi testemunha, tal como um grande incêndio uma explosão, um assassinato.

A ansiedade deve ser tratada muito bem e imediatamente para evitar que se organize em “nevrose autónoma”, ou seja. em doença individualizada.

Esta síndroma reconhece-se através de de sobressalto a um estimulo qualquer e inesperado (barulho por exemplo), através da revivescência situação (ruminação, pesadelos), através de uma diminuição da vontade própria, dificuldades para pensar e uma baixa da atividade física,

A título preventivo a seguir a qualquer traumatismo físico ou psíquico:

  • Arnica montana 15CH, uma dose.

Enquanto não vai a uma consulta:

  • Arnica montana 15CH.
  • Hypericum perforatum 15CH, nas pessoas que apresentam, alguns meses depois um stress muito importante, para alem de ansiedade, de cefaleias, de vertigens, de perturbações da memória e de insónia.
  • Natrum sulfuricum 15CH. quando estes mesmos sintomas aparecem nos sujeitos que respondem bem, ou seja, quando são motes, obesos, com tendência para os reumatismos, infecções ORL (rinofaringites, asma).

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos ao levantar e ao deitar.

Originally posted 2014-04-01 11:06:59.

Sem Título - Arsenicum album

Arsenicum album

Origem

É o anidrido arsenioso, mais vulgarmente chamado arsénico.

Descrição

Apresenta-se sob a forma de um pó branco muito tóxico.

Indicações

Asma

Com as suas crises noturnas típicas, que acordam o doente entre 1 e 3 horas da manha, e acompanhadas por agitação e ansiedade, que obrigam o doente a levantar-se e a abrir a janela à procura de ar fresco.

Rinite alérgica

A lacrimação, mas sobretudo o corrimento nasal ardem e são irritantes. O nariz fica entupido. As crises pioram durante a noite e melhoram com o calor.

Eczema seco

Caracterizado pelas dores ardentes que melhoram com aplicações quentes.

Intoxicação alimentar

Está na origem de uma gastroenterite que se manifesta através:

  • de dores abdominais tipo queimadura;
  • de diarreia (fezes irritantes nauseabundas);
  • de náuseas e de vómitos à vista ou com o cheiro de alimentos;
  • de uma astenia muito importante.

É acompanhada ou não por uma febre característica

Gastrite

  • Com dores ardentes no estômago que melhoram com bebidas ou alimentos quentes.

Convalescença difícil

Grande fadiga, durante ou a seguir a uma doença grave, que esteve na origem de um emagrecimento e de uma sensibilidade ao frio.

Febre

É acompanhada por uma:

  • sede intensa e repetida de pequenas quantidades de agua;
  • sensibilidade ao frio com necessidade de estar agasalhado, mas também de ar;
  • extrema fraqueza e ansiedade, fonte de agitação. Por vezes o doente pensa que vai morrer.

Ciática

Na qual encontramos as características do medicamento, ou seja, dores tipo queimaduras que acalmam com o calor e o movimento, e pioram com o frio e entre 1 e 3 horas da manhã O sujeito sente-se por vezes ansioso e agitado, percorrendo o quarto durante a noite para acalmar a dor e o medo ao mesmo tempo.

Zona

Para um doente no qual encontramos as modalidades deste medicamento, ou seja, dores ardentes que melhoram com aplicações quentes e com uma agravação geral das dores e do seu estado geral entre 1 e 3 horas da manhã. Também é indicado se as dores persistirem depois do desaparecimento das vesículas (bolhas) da zona.

Arsenicum álbum convém se

Os fatores desencadeantes forem:

  • Uma intoxicação alimentar.
  • As doenças graves que são acompanhadas por uma grande fadiga.

As modalidades forem:

  • Uma agravação de 1 às 3 horas da manha, deitado (a asma), com o frio. As bebidas quentes.
  • Melhoras com o calor sob todas as suas formas.

Os sujeitos que respondem bem a Arsenicum album

De boa saúde, estes sujeitos magros são nervosos e ansiosos, temem a solidão. São meticulosos, arrumados, precisos, muito limpos, vestem-se com cuidado e requinte. Podem apresentar no decorrer da sua vida todas as manifestações alérgicas clássicas: asma, eczema, rinite, conjuntivite. Por outro lado, sofrem facilmente de perturbações digestivas.

Depois de uma longa doença, são magros, friorentos, sofrem de insónias e ficam muito fracos. Paralelamente, revelam-se muito agitados e são atacados por uma ansiedade mal definida, na qual alternam as fases de excitação e de depressão, de desalento e de bem-estar total.

Posologia

Crises de asma: Arsenicum álbum 9CH, 2 grânulos a repetir de 2 em 2 minutos até a crise parar. Na ausência de melhoras rápidas, começar um tratamento clássico.

Originally posted 2014-04-08 15:40:22.