Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/guiahome/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 210 and defined in /home/guiahome/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 1246
Está a visualizar medicamentos medicamentos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa para que serve a actea d5. Encontre os melhores tratamentos através da homeopatia! calcarea carbonica, ignatia amara, histaminum, nux vomica para que serve, argentum nitricum, mercurius solubilis, nux vomica.

Actea racemosa

30 Nov -0001
0 Comment
Actea racemosa

Origem Actea racemosa, ou Cimicifuga, é uma planta vivaz da família das ranunculáceas originárias da região este da América do Norte. O seu caule mede entre 1,5 m e 2,5 m e tem na sua parte terminal espigas de flores brancas. A parte utilizada em medicina é o rizoma (parte subterrânea do caule) que é […]

Parto

30 Nov -0001
0 Comment
Parto

O parto é um momento difícil porque, após ove meses de vida intra-uterina, o feto vai separar-se do organismo materno. Este fenómeno fisiológico que termina no nascimento da criança é delicado para esta última e para a mãe. Há aproximadamente 800.000 nascimentos por ano. Definição O parto põe um termo à gravidez e termina-se pelo […]

Como é que se tomam os medicamentos homeopáticos

30 Nov -0001
0 Comment
Como é que se tomam os medicamentos homeopáticos

Como tomar os grânulos homeopáticos? Fácil 10 antes das refeições. Não utilize os dedos, deite os grânulos na tampa que serve para isso. Sozinhos, sem agua. Sob a língua. Simples Dois ou três, uma ou varias vezes pro dia, para os grânulos O tubo inteiro, uma vez por semana, para as doses. Pratico Pode tomar […]

Tratamento das Artroses

30 Nov -0001
0 Comment

Apenas serão dados aqui elementos que permitam uma aproximação sintomática da artrose. É necessário recorrer ao médico, porque um tratamento homeopático de terreno é indispensável para a estabilização das lesões. A homeopatia é apenas um elemento da terapêutica da artrose que deve ser multidisciplinar e tomar em consideração, entre outros, o ambiente no qual evolui […]

O Placebo

30 Nov -0001
0 Comment
O Placebo

Medicamento e placebo O placebo é uma substancia neutra, muitas vezes açúcar, que não tem teoricamente qualquer atividade farmacológica e, portanto, não pode teoricamente curar um doente. Serve de referência, é o nível zero do mar, o meridiano de Greenwich, é em relação a ele que a eficácia de um medicamento é avaliada. Tem todas […]

Nux moschata

30 Nov -0001
0 Comment
Nux moschata

Origem Nux moschata, a noz-moscada, é o fruto do moscadeiro, uma árvore da família das miristicáceas, descoberta pelos portugueses em 1512 nas Molucas de onde é originária. Atualmente, parece que desapareceu desta região no estado selvagem, mas é aí cultivada assim como na ilha de Grenada nas Antilhas. Composição A amêndoa do fruto que serve […]

Qual forma e qual diluição?

30 Nov -0001
0 Comment
Qual forma e qual diluição?

“Quando optar por uma dose ou por grânulos?” Conforme os hábitos, a utilização de doses ou de grânulos tanto se justifica nos casos agudos como nas doenças crónicas. De uma maneira geral, a utilização de doses faz-se pontualmente: nos casos agudos, por ocasião de uma picada de abelha, uma dose de Apis mellifica 15CH pode […]

Tratamento de Cefaleias Parte II

30 Nov -0001
0 Comment
Tratamento de Cefaleias Parte II

Outros tipos de cefaleias Existem numerosos outros tipos de cefaleias que necessitam de uma consulta consulta médica. No entanto, algumas dores de cabeça, que aparecem em circunstancias especiais ou no seguimento de fatores desencadeantes, têm o interesse de orientarem logo para medicamentos precisos. Cefaleias ritmadas pela menstruação Quando a menstruação está na origem das dores […]

Torcicolos

30 Nov -0001
0 Comment
Torcicolos

O torcicolo corresponde a um espasmo doloroso do músculo esterno-cleido-mastoidiano. Ataca mais as mulheres do que os homens sobretudo entre trinta e sessenta anos. Diagnóstico O torcicolo manifesta-se brutalmente através de uma dor viva no pescoço com uma quase impossibilidade de fazer o mais pequeno movimento. Normalmente é unilateral e pode aparecer espontaneamente ou a […]

Parto Parte II

30 Nov -0001
0 Comment
Parto Parte II

Em caso de fadiga Arnica montana 5 H. China rubra 5CH, se durante o parto as perdas liquidianas (sangue, líquido amniótico) foram importantes. China rubra também pode ser dado preventivamente nesta indicação. Posologia: tome sistematicamente estes dois medicamentos togo a seguir ao parto. 2 grânulos 2 horas no primeiro dia, depois 5 vezes por dia […]