Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/guiahome/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 210 and defined in /home/guiahome/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 1246
Está a visualizar homeopatia medicamentos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa baryta muriatica para que serve. Encontre os melhores tratamentos através da homeopatia! calcarea carbonica, ignatia amara, histaminum, argentum nitricum, nux vomica para que serve, mercurius solubilis, staphysagria.

Baryta carbonica

30 Nov -0001
0 Comment
Baryta carbonica

Origem Baryta carbónica, o carbonato de bário, é uma substância tóxica que se apresenta sob a forma de um pó branco insolúvel na água e no álcool. Indicações Anginas a repetição Crianças com amígdalas grossas, gangliões endurecidos e volumosos no pescoço. Atraso das aquisições Intelectuais e físicas da criança Aprende muito tarde a falar, a […]

Como é que se tomam os medicamentos homeopáticos

30 Nov -0001
0 Comment
Como é que se tomam os medicamentos homeopáticos

Como tomar os grânulos homeopáticos? Fácil 10 antes das refeições. Não utilize os dedos, deite os grânulos na tampa que serve para isso. Sozinhos, sem agua. Sob a língua. Simples Dois ou três, uma ou varias vezes pro dia, para os grânulos O tubo inteiro, uma vez por semana, para as doses. Pratico Pode tomar […]

O Placebo

30 Nov -0001
0 Comment
O Placebo

Medicamento e placebo O placebo é uma substancia neutra, muitas vezes açúcar, que não tem teoricamente qualquer atividade farmacológica e, portanto, não pode teoricamente curar um doente. Serve de referência, é o nível zero do mar, o meridiano de Greenwich, é em relação a ele que a eficácia de um medicamento é avaliada. Tem todas […]

Nux moschata

30 Nov -0001
0 Comment
Nux moschata

Origem Nux moschata, a noz-moscada, é o fruto do moscadeiro, uma árvore da família das miristicáceas, descoberta pelos portugueses em 1512 nas Molucas de onde é originária. Atualmente, parece que desapareceu desta região no estado selvagem, mas é aí cultivada assim como na ilha de Grenada nas Antilhas. Composição A amêndoa do fruto que serve […]

Qual forma e qual diluição?

30 Nov -0001
0 Comment
Qual forma e qual diluição?

“Quando optar por uma dose ou por grânulos?” Conforme os hábitos, a utilização de doses ou de grânulos tanto se justifica nos casos agudos como nas doenças crónicas. De uma maneira geral, a utilização de doses faz-se pontualmente: nos casos agudos, por ocasião de uma picada de abelha, uma dose de Apis mellifica 15CH pode […]

Timidez

30 Nov -0001
0 Comment
Timidez

Diagnóstico A timidez, ou aquilo que é reconhecido com tal pelas pessoas próximas, é uma forma menor de inibição. Traduz-se por uma falta de audácia e de decisão – na ação ou no pensamento – por dificuldades que a criança encontra nas suas relações com os outros. A inibição, forma principal deste traço de carácter, […]

Dentes a romper Parte II

30 Nov -0001
0 Comment
Dentes a romper Parte II

Em vez de Chamomilla vulgaris prefira Podophyllum 7CH, se a criança se sentir aliviada quando aperta os maxilares ou os dentes, “mordendo” objetos com forca, se tiver as duas bochechas vermelhas e uma diarreia amarelada, fétida e indolor. Posologia 2 grânulos 5 vezes por dia durante 2 dias. depois 3 vezes por dia se necessário. […]

Primeira Impressão Parte II

30 Nov -0001
0 Comment
Primeira Impressão Parte II

Para lembrar Em homeopatia, a aparência física tem uma importância secundária As constituições datam do século XIX: corresponderiam a morfologias e a temperamentos característicos, que predisporiam para doenças. De facto, variam em função da cultura de uma sociedade e do dogmatismo médico de uma época. A constituição é fixa no tempo, descreve homens de boa […]

Urologia

30 Nov -0001
0 Comment
Urologia

Adenoma da próstata Só poderá fazer este tratamento se o diagnóstico for feito pelo seu médico. Em todos os casos, deve absolutamente ir a uma consulta. Tome sistematicamente: Baryta carbónica 7CH: 2 grânulos ao levantar e ao deitar. Pereira brava 6DH, nos adenomas da próstata acompanhados por vontades constantes e ineficazes de urinar, e de […]

Tratamento da Prisão de Ventre

30 Nov -0001
0 Comment
Tratamento da Prisão de Ventre

O seu lugar é reduzido, porque as regras dietéticas são fundamentais e, respeitadas, podem por si só resolver o problema. No entanto, podemos auxiliar-nos com: No bebé amamentado ao peito Magnesia muriatica 5CH: nas crianças com fezes pequenas, duras, secas, “como excrementos de ovelha”, difíceis e dolorosas de expulsar, que se esmigalham à saída do […]