lirio3

Os sinais homeopáticos são classificados em função da importância que têm para a descoberta e para a prescrição do medicamento.

A classificação habitualmente reconhecida pelos médicos homeopatas, para além dos sinais da doença em curso, por ordem decrescente, é a seguinte:

  •  os sinais etiológicos, ou seja, o ou os fatores na origem do desencadeamento da doença e da reação pessoal do doente.
  • os sinais psíquicos, ou seja, a modificação do psiquismo que apareceu durante a doença. Estes sinais tem um interesse nas doenças somáticas, mas não nas doenças psíquicas, porque podem ser contundidos com os sintomas banais da doença mental;
  • os sinais gerais traduzem o modo de reação geral do organismo à doença. Classifica- mos ai: as modalidades gerais, a transpiração, os sabores alimentares, o sono e os sonhos, a sexualidade, a menstruação, a lateralidade, ou seja. a predominância dos sintomas num dos lados do corpo humano;
  • os sinais locais são muito numerosos e só intervêm na escolha do medicamento quando são bem marcados e característicos. Os sinais cutâneos não são sinais locais, são sinais gerais que traduzem na maioria das vezes um modo de eliminação preferencial do organismo.

Esta classificação sofre algumas variações em função do carácter agudo ou crónico da doença, e da sua natureza somática ou psíquica.

A importância dos sinais homeopáticos

Nas doenças agudas (por ordem decrescente)

  •  as circunstancias desencadeantes;
  • o modo do inicio:
  • os sinais psíquicos que apareceram durante a doença;
  •  os sinais gerais;
  • os sinais locais e as suas modalidades.

Nas doenças cronicas (por ordem decrescente);

  •  os sinais etiológicos:
  • os sinais psíquicos que apareceram durante a doença;
  • os sinais gerais;
  •  as modalidades;
  • os sinais locais.

Em conclusão, podemos dizer que a semiologia homeopática, para alem da linguagem comum que fornece, permite estudar de uma maneira coerente os modos reacionais gerais e chegar logicamente à prescrição do medicamento.

Vamos agora dar em detalhe o procedimento médico numa consulta, mostrando em cada etapa especificidade da homeopata. Votamos a repetir que a consulta do médico homeopata não difere da consulta do seu colega alopata, apenas o seu olhar é diferente.

O seu objectivo, para alem de diagnosticar a doença, consiste em encontrar os sinais homeopáticos da reacção individual do doente a fim de permitir a prescrição do ou dos medicamentos homeopáticos apropriados.

Originally posted 2014-03-25 16:28:04.

Comments

comments