1dandelion3

A utilização excessiva da alopatia lambem é consecutiva, é verdade, ao pedido dos doentes. De facto, os pacientes, em nome do modernismo, querem ser tratados com uma rapidez fulgurante. Não aceitam ter o nariz a pingar mais de três horas, recusam o repouso na cama receitado pelo médico para um lumbago agudo, depois ficam admirados com a persistência dos problemas.

Compreendem dificilmente que a doença deve seguir uma evolução que é preciso dominar, controlar, travar progressivamente; que é necessário deixar ao corpo o tempo de se defender, de se adaptar.
Assim, uma investigação sobre as rinofaringites da criança revela que 33% dos médicos têm a impressão de receitarem antibióticos porque os pais o pediram urgentemente. A propósito disso, é típica a reação dos pais face à febre: a maioria de entre eles não suporta sue a temperatura dos filhos ultrapasse 38ºC.

Também aqui ignoram que a febre é uma reação de defesa do organismo, inevitável na evolução de algumas doenças.

Portanto, é necessário, na maioria dos casos, controlá-la, vigiá-la, deixá-la agir evitando que ultrapasse 38-39° C (exceto quando a criança já teve convulsões). Voltamos a repeti-lo, é uma informação que devemos explicar bem aos doentes.

Originally posted 2014-03-21 16:05:32.

Comments

comments