herbs-larger-pic

A consulta

A remuneração dos médicos homeopatas é muito variável conforme o tipo da consulta (duração, dificuldade, investimento pessoal) as regiões e o sector de atividades destes últimos.

Os médicos do sector 1 (sector convencionado) são obrigados a aplicar o preço de uma consulta de médico generalista, ou seja, 110 francos; os seus honorários são reembolsados a 65%, sendo o restante pago pelos seguros complementares.

Os médicos do sector 2 (com honorários livres) praticam preços muito diferentes conforme as regras, as tarifas vão de 110 Bancos a 500 francos, ate mesmo mais nas grandes cidades.

O preço médio varia entra 150 a 300 francos; os seguros complementares compensam mais ou menos a diferença. O preço médio francês era de 156 francos mas voltamos a repeti-lo, as disparidades são fortes, principalmente na Ilhe-de-France (Paris:252 francos) e nos Alpes-Marítimos (Nice: 196 francos) ou Thionville (121 francos), Angouleme (128 francos).

Os medicamentos

O medicamento homeopático é efetivamente um medicamento, tanto do ponto de vista legislativo como do ponto de vista das normas rigorosas de fabricação e de controlo que o definem. Portanto, é reembolsado pela Segurança Social de França. Os medicamentos homeopáticos estão divididos em três grupos:

As especialidades com nome comum correspondem aos medicamentos mais utilizados. Englobam 1.163 medicamentos unitários selados e reembolsados a 70% pela Segurança Social.

As preparações magistrais dizem respeito a todos os outros medicamentos homeopáticos unitários ou não. Não são reembolsadas pela Segurança Social, expecto quando se trata da mistura de especialidades com nome comum. Quando um preparação apresenta um único componente que não figura na lista dos 1.163 medicamentos, esta ultima não é reembolsada.

As especialidades com nomes fantasia sob a forma de complexos (mitras de numerosos homeopáticos) ou de formulas unitárias exploradas sob um nome fantasista não são reembolsadas pela Segurança Social.

Originally posted 2014-03-24 15:42:55.

Comments

comments