leaf

Destas indicações sobressairão os sinais ditos “sinais homeopáticos”. Estes últimos são noções alargadas que englobam:

Os sintomas da doença

Ou seja, indicações úteis para o diagnostico de uma doença. Um sintoma com um elemento distintivo característico torna-se um sinal homeopático de grande valor. Um sujeito cujo medicamento será Colocynthis (a coloquintida) apresentará – para além dos sinais clássicos de úlcera sinais homeopáticos que permitirão a sua prescrição. Assim, a úlcera será caracterizada:

  • pela violência da dor;
  • pelo seu aparecimento brutal;
  • pela sua natureza, por cãibras intensas;
  • pelo seu modo de desencadeamento ou de agravação por uma fúria, um vexame;
  • pelas suas modalidades locais: melhoras ao carregar com força no estômago, ou dobrado ao meio. e com o calor;
  • pelas suas modalidades gerais: agitação muito importante durante a dor.

O doente

Um sinal é homeopático porque é descoberto através da experimentação no homem são. E desaparece no sujeito doente.

Por exemplo: a dor de uma úlcera do duodeno é caracterizada por dores no epigastro (parte superior do abdómen situada sob o esterno que corresponde, em profundidade, aproximadamente ao estômago), cãibras de estômago, ritmadas pelas refeições (ou seja, aparecem entre uma e quatro horas após as refeições e acalmam com a alimentação).

O conjunto destes sintomas é típico da doença ulcerosa (que será obrigatoriamente confirmada pela fibroscopia), mas não permite a prescrição de um medicamento homeopático.

A escolha deste medicamento depende dos sinais homeopáticos que foram encontrados; por exemplo: a violência das cãibras, o seu desencadeamento através de uma fúria, as suas melhoras quando carrega com força no estômago ou quando está dobrado ao meio, e a agitação geral do paciente orientarão para o Colocynthis.

O medicamento

De facto, o sinal homeopático existe, porque a experimentação no voluntário são ou a intoxicação pelo Colocynthis produziu as mesmas dores epigástricas, e/ou a sua administração suprimiu os sinais que tinham aparecido durante a úlcera ou revelou-os no homem são e sensível. Ê

É por isso que a prescrição do medicamento homeopático depende da presença dos sinais homeopáticos.
A semiologia propriamente homeopática permite, através de um interrogatório diferente, reunir os sinais homeopáticos – ou sinais da reação individual do doente à doença – a fim de extrair diretamente os elementos necessários à prescrição do ou dos medicamentos homeopáticos.

O outro objetivo da homeopatia consiste em reconhecer os modos reacionais gerais a fim de elaborar uma terapêutica de fundo, ou seja. tratar o terreno.

Lembramos que a descoberta de uma diátese num sujeito – assimilada por extensão ao modo reacional geral – é afirmada pela presença de pelo menos três destes sinais: um sinal etiológico e dois sinais gerais.

Originally posted 2014-03-25 15:34:49.

Comments

comments