Strychnos_nux-vomica_002

Origem

Strychnos nux vomica, a noz vomica, é a semente do fruto da árvore que dá a noz-vómica, árvore da Ásia do Sudeste, da família das loganiáceas, que cresce no estado selvagem na Índia, em Ceilão e no Indochina.

Composição

A tintura-mãe, preparada a partir da semente seca, contém os mesmos alcaloides tóxicos que Ignatia, a estricnina e a brucina, mas em proporções diferentes.

As preparações à base de estricnina eram utilizadas antigamente como estimulante, como tonicardíaco, nas gripes, na neurastenia, nas perturbações digestivas, na impotência, e em certas formas de paralisias.

Indicações

Perturbações do carácter

Dos sujeitos que respondem bem.

Espasmofilia

A seguir a esgotamentos impostos de propósito por algumas pessoas, que fazem delas sujeitos abatidos, moles, sem gosto para nada. Tornam-se rabugentos, irritáveis, violentos, consumidores abusivos de tabaco, álcool, medicamentos.

Não suportam mas nada, nem a luz, nem o barulho, nem os cheiros, nem o frio, e têm um sono muitas vezes perturbado.

Este medicamento, primeiro masculino, dizia cada vez mais respeito às mulheres devido aos constrangimentos da vida atual.

Insónia dos hiperativos

É o medicamento da pessoa esgotada que sofre de insónias. As perturbações do sono podem manifestar-se sob várias formas:

  • ou um adormecimento tardio devido a uma hiperatividade cerebral, seguido por um despertar por volta das 4 horas da manhã com impossibilidade de voltar a adormecer antes da madrugada no momento em que deve levantar-se;
  • ou uma pequena sesta num sofá depois do jantar, seguida por grandes dificuldades para voltar a adormecer quando está na cama;
  • ou um sono leve com despertares frequentes e sonhos agitados.

O levantar é difícil, o mau humor e a fadiga estão presentes. De facto, gostaria de ficar
deitado e, se puder, dorme uma pequena sesta para se restabelecer.

Inchaços

  • Caracterizados:
  1. pelo aspeto da língua: branca na parte posterior;
  2. por inchaços epigástricos que aparecem uma a duas horas a seguir às refeições;
  3. por sonolência, até mesmo necessidade de dormir uma pequena sesta reparadora;
  4. pela necessidade de desapertar o cinto das calças ou da saia, pouco suportável no período de digestão.
  • O paciente está sujeito às hemorroides.

Prisão de ventre ocasional

  • Quando há necessidade frequente e improdutiva de ir à casa de banho, ou expulsão de pequenas quantidades a cada esforço com a impressão de não ficar aliviado.

Se a prisão de ventre for recente e persistir, uma consulta médica é indispensável.

Excessos alimentares ou de álcool

  • Em prevenção
  • A seguir a excessos alimentares ou de álcool com náuseas, dores abdominais, inchaços, diarreias de pequenas fezes, e vómitos que o sujeito provoca para ficar mais aliviado.

Alcoolismo crónico: em complemento das terapêuticas clássicas.

Gripe

Reconhecida através:

  • de intensas dores no corpo que pioram durante a noite e predominam nos lombos. As dores são tais que o doente é obrigado a sentar-se na cama para se virar;
  • de arrepios logo que se destapa;
  • de constipação, típica pelo seu corrimento nasal claro e diurno que piora com o calor e melhora com o ar fresco; nariz seco e entupido durante a noite; espirros irrepressíveis ao levantar. Convém bem ao bebé se apresentar estes sintomas rinofaríngeos;
  • da sede importante no acme da febre.

Rinite alérgica

Dos sujeitos que respondem bem, com espirros em descarga, sobretudo ao levantar.

Nux vomica convém se

Os fatores desencadeantes forem:

  • O esgotamento.
  • Os excitantes (o tabaco, o álcool, o café).

As modalidades forem:

  • Uma agravação ao levantar, a seguir às refeições, com os excitantes (o tabaco, o álcool, o café), com o frio, as correntes de ar.
  • Melhoras com uma curta sesta.

Os sujeitos que respondem bem a Nux vomica

São as pessoas esgotadas, muito ativas e dinâmicas, que só resistem graças aos estimulantes (café, tabaco, álcool, especiarias, medicamentos) dos quais abusam, e graças à sesta que os restabelece. São intoxicados crónicos.

No limite, tornam-se autoritários, hipernervosos, muito irritáveis, a mais pequena contradição provoca-lhes uma fúria fora de proporção.

Posologia

Em prevenção dos excessos alimentares: uma dose de Nux vomica 15CH antes das refeições.

A seguir a excessos alimentares: Nux vomica 5CH, 2 grânulos todas as horas ou com mais frequência conforme a intensidade.

Originally posted 2014-04-11 09:46:40.

Comments

comments