fundo02

Menopausa é definida pelo cessar definitivo da menstruação depois de um ano. É uma etapa da vida de todas as mulheres, sem exceção, que aparece entre quarenta e cinco e cinquenta e cinco anos e em média por volta dos cinquenta e um, cinquenta e dois anos.

No reino animal, são as únicas a “sofrer” estas paragem da atividade ovariana.
Longe de ser uma questão unicamente médica, a menopausa também é um problema económico e social. De facto, o envelhecimento da população deixa esperar uma sobrevivência pelo menos trinta anos após a menopausa.

Em França, o custo de um tratamento hormonal individual é de cerca de mil francos por ano, o que corresponde a novo biliões de francos.

História natural da menopausa

Distinguimos artificialmente:

A perimenopausa, que traduz a fase de instabilidade hormonal que precede a parte da menstruação e o ano que se segue a esta suspensão;
A menopausa, que corresponde à paragem da menstruação depois de um ano.

Perimenopausa

A perimenopausa começa logo que os ciclos e tornam irregulares e termina um ano depois do aparecimento da ultima menstruação. Esta fase corresponde a um empobrecimento progressivo da secreção da progesterona.
Pode manifestar-se atraves de:

  • Perturbações do ciclo menstrual: os ciclos tornam-se irregulares, muito longos ou muito curtos, a abundâncias da menstruação varia;
  • Uma síndroma pré-menstrual com tensão mamária, nervosismo, insónia, sensação de inchaço geral, edemas;
  • Hemorragias entre as menstruações ou metrorragias:
  • Perturbações do comportamento ligadas a uma “angustia de espera” da menopausa,

Menopausa

A menopausa dita “confirmada” é definida pela paragem definitiva da menstruação depois de um ano. É provocada por uma insuficiente de estrógenos.
Os sinais da menopausa são:

  • Afrontamentos mais ou menos fortes e incomodativos durante cinco anos
  • Perturbações psicológicas; ansiedade; depressão;
  • Insónias, perturbações de memória, enxaquecas, uma astenia;
  • Um aumento de peso com uma modificação da silhueta;
  • Os seios descaem, desidratação da pele, acne;
  • Mais ou menos a longo prazo, as relaxes sexuais podem ser mais difíceis, pois a lubrificação e a extensibilidade das parede vaginais são mais difíceis de obter.

Principais complicações

Num primeiro tempo, são benignas e sem incidências para o futuro, mas perturbam fortemente a vida quotidiana das mulheres. A longo prazo, a menopausa – ou antes, não será muito simplesmente devida à idade – é a fonte de complicações tais como acidentes cardiovasculares e osteoporose.

Por exemplo, esta ultima manifesta-se primeiro atraves de achatamentos vertebrais dolorosos, mas sem gravidade. A seguir, bastante mais tarde, visto que a idade média de aparecimento é de 81,3 anos, a osteoporose pode ser a causa de fraturas do colo do fémur.

Regras dietéticas

São destinadas a prevenir a osteoporose, sabendo que a diminuição fisiológica (normal) do tecido ósseo é difícil de evitar e de avaliar, porque é em função:

  • da herança genética,
  • do exercício físico moderado,
  • de um fornecimento suficiente de leite, lacticínios e queijos.

Também é necessário prevenir os acidentes coronários mais frequentes neste momento da vida da mulher.

Necessidade em cálcio

  • da mulher na perimenopausa: 1.500 mg/dia
  • da mulher de idade: 1.200 mg/dia.

Originally posted 2014-03-31 11:56:05.

Comments

comments