Solanum dulcamara 01 xndr - Dulcamara

Dulcamara

Origem

Parente selvagem do tomate e da batata, a erva-moira doce-amarga, Solanum dulcamara, é uma planta tóxica da família das solanáceas.

É um subarbusto com bagas vermelhas e flores violetas que encontramos muitas vezes nas moitas, nas sebes e nos taludes. Deve o seu nome à presença de dois saponócidos que estão na origem do sabor primeiro doce, depois amargo do caule mastigado.

Composição

A tintura-mãe, preparada a partir do caule jovem folhudo e florido, contém substâncias – gluco alcaloides e saponócidas – na origem da sua ação óssea e cutânea.

Em doses fitoterápicas, sob controlo médico, tem uma atividade depurativa, sudorífica, diurética e é utilizada em numerosas afeções cutâneas.

Indicações

Perturbações ORL

Rinofaringites

No início da constipação, o nariz entope-se; depois pinga abundantemente, e aparecem muito depressa gangliões no pescoço.

O doente tem necessidade de pigarrear para expetorar as mucosidades que ficam coladas no fundo da garganta. As rinofaringites são desencadeadas pelo tempo chuvoso ou no fim do Verão, no momento das primeiras chuvas frias.

Bronquites, traqueítes

Complicam muitas vezes uma rinofaringite ou aparecem logo com o tempo húmido. A voz torna-se rouca; aparece uma tosse grossa acompanhada por escarros claros (mucosos). Por vezes, está presente uma febre sem transpiração.

Asma

Desencadeada ou agravada com a humidade.

Reumatismos

Aparecem bruscamente quando o tempo passa do quente para o frio húmido, melhoram com o movimento.

Diarreias estivais ou outonais

Diarreias de fezes esverdeadas que aparecem quando o tempo arrefece, ou se toma húmido, ou no regresso de um país quente.

Verrugas

Largas, planas, moles que se desenvolvem no rosto e nas costas das mãos.

Urticária

Desencadeada pelo frio húmido (tempo, duche).

Dulcamara convém se

Os fatores desencadeantes forem:

  • A humidade.

As modalidades forem:

  • Uma agravação com a humidade (o frio húmido, a chuva, o nevoeiro).
  • Melhoras com o tempo seco, com o movimento.

Originally posted 2014-04-09 14:44:56.

Sambucus nigra fruit001 - Sambucus nigra

Sambucus nigra

Origem

Sambucus nigra, o sabugueiro preto, pequena árvore da família das caprifoliáceas, é conhecido desde a Antiguidade pelas suas virtudes terapêuticas diferentes conforme a parte utilizada: casca, folhas, flores ou frutos.

Foram encontrados vestígios desta árvore em sítios datando da idade da pedra, na Suíça e no norte de Itália; também era plantada perto das aldeias na Europa para atrair os espíritos bons.

Esta planta tem propriedades laxativas, diuréticas que favorecem a lactação quando as flores são frescas, e sudoríficas (ou seja, provocam a transpiração) quando são secas.

Composição

A tintura-mãe é preparada a partir das sumidades floridas (parte superior da planta, onde estão concentradas as flores com algumas folhas).

Indicações

Rinofaringites do bebé

O bebé tem o nariz seco e entupido, acorda em sobressalto durante a noite para respirar. Para além disso, tem dificuldades para mamar, porque só pode respirar pela boca.

Laringite

Típica, reconhecida na criança através:

  • do seu despertar brusco por volta da meia-noite;
  • das suas dificuldades para respirar: a inspiração é fácil, a expiração é difícil;
  • da necessidade de se sentar para respirar melhor.

A dar enquanto o médico não chega.

Sambucus nigra convém se

As modalidades forem:

  • Uma agravação durante a noite.

Posologia

  • Laringite: Sambucus nigra 5CH, depois de cada ataque de tosse, até à chegada do médico.

Originally posted 2014-04-14 09:09:58.

vacina1 - Vaccinotoxinum

Vaccinotoxinum

Origem

Vaccinotoxinum é um bioterápico. É uma vacina antivariólica preparada a partir de pedaços epidérmicos de uma erupção cutânea de vacina recolhidos através de raspagem numa vitela inoculada há cinco dias com o vírus vacinal.

Indicações

Herpes

A repetição ou agudo.

Zona

Ativo simultaneamente sobre as vesículas (pequenas bolhas cheias de líquido) da zona, oftálmica ou torácica, e nas sequelas dolorosas.

Vaccinotoxinum convém se

Os fatores desencadeantes forem:

  • A vacinação antivariólica.

Posologia

  • Herpes reincidente Vaccinotoxinum 15CH, uma dose por semana em complemento de um tratamento de terreno.
  • Crise de herpes: Vaccinotoxinum 30CH, 3 doses com 6 horas de intervalo, associado a outros medicamentos sintomáticos. A tomar até mesmo antes da salda da erupção, togo que aparece a sensação de ardor anunciadora da crise.

Originally posted 2014-04-14 15:25:05.

galena - Plumbum metallicum

Plumbum metallicum

Origem

Plumbum metallicum, Pb, o chumbo, é um elemento químico metálico de número atómico 82 e de peso molecular 207,19.

Este metal pesado, branco azulado, maleável, insolúvel na água e no álcool, tem efeitos tóxicos bem conhecidos na origem do saturnismo.

Por intermédio das indústrias químicas e dos veículos, tem, por outro lado, contaminado a biosfera inteira, incluindo os calotes polares assim, a sua concentração no gelo da Gronelândia é duzentas vezes supera à de há 6.000 anos.

Indicações

Prisão de ventre crónica

  • De fezes pequenas, duras, escuras, difíceis de evacuar, com falsa vontade de ir à casa-de-banho, e espasmos do ânus.
  • Acompanhada por espasmos abdominais extremamente dolorosos, que melhoram corai pressão forte nesta região e na posição dobrada ao meio.

Gengivite

Das pessoas de idade com hálito fétido, gengivas retraídas e por vezes sublinhadas cor linha azulada

Doenças das pessoas de idade

Principalmente:

  • Hipertensão arterial com perturbações renais;
  • Arteriosclerose;
  • Polinevrites, paralisias, nevralgias;
  • Anemia.

Plumbum metallicum convém se

As modalidades forem:

  • Uma agravação com a pressão forte.

Os sujeitos que respondem bem a Plumbum metallicum

São as pessoas de idade doentes, lentas, magras, secas, trémulas e com uma grande prisão de ventre. Têm dificuldades de compreensão e perturbações da memória.

Originally posted 2014-04-11 11:43:52.

1280px Phosphor - Phosphorus

Phosphorus

Origem

O fósforo branco, P, de número atómico 15 e de peso molecular 31, é um elemento químico metálico extremamente tóxico inscrito no quadro A da nomenclatura.

Apresenta-se sob a forma de um sólido branco quase insolúvel na água. É utilizado em oligoterapia como regulador da excitabilidade neuromuscular e intervém a este título, entre outros, na espasmofilia, nas colopatias funcionais.

Indicações

Perturbações do carácter

Dos sujeitos que respondem bem, sobretudo crianças e adolescentes.

Gastrite

A presença dos sintomas seguintes deve levá-lo a consultar um médico:

  • uma sensação de ardor;
  • uma intolerância gástrica absoluta e vómitos frequentes estriados de sangue;
  • bebidas rejeitadas logo que aqueceram no estômago.

A associar a outros medicamentos homeopáticos, até mesmo a um tratamento alopático se necessário.

Hemorragias

  • Em tratamento pré-operatório
  • Nas pequenas hemorragias. Uma vez feito o diagnóstico, Phosphorus, sozinho ou em complemento das terapêuticas clássicas, pára as hemorragias seguintes:
  1. as epistaxes (corrimento de sangue no nariz) as gengivorragias (sangue na gengivas);
  2. as hematúrias (sangue nas urinas);
  3. as pequenas feridas.

Laringite aguda

Que se manifesta através de uma tosse rouca, seca, dolorosa, que abana o corpo.
Consultar rapidamente o seu médico se as manifestações persistirem.

Vertigens

Dos sujeitos de idade que respondem bem.

Em complemento das terapêuticas clássicas

Phosphorus pode ser utilizado associado a um tratamento alopático em:

  • doenças digestivas graves;
  • hepatites virais;
  • pancreatites agudas;
  • alcoolismo crónico dos sujeitos que respondem bem;
  • doenças cardíacas e pulmonares, hipertensão arterial;
  • sequelas de hemiplegia.

Phosphorus convém se

As modalidades forem:

  • Uma agravação com o frio, antes da trovoada, com o esforço físico ou intelectual, à noite.
  • Melhoras com o calor.

Os sujeitos que respondem bem a Phosphorus

Crianças, que reconhecemos pelo seu comportamento imprevisível, passando da mais atenta escuta para a mais súbita agitação. Ansiosas, têm medos múltiplos: do escuro, dos objetos, do contacto (muitas vezes tomado por uma falta de afeição).

Adormecem dificilmente – por vezes enquanto abanam a cabeça -, fazem chichi na cama durante muito tempo, têm predisposição para os pesadelos e para o sonambulismo. Estes sujeitos longilíneos, altos, magros, curvam-se na adolescência devido a um crescimento demasiado rápido.

São muito ativos mas também se cansam depressa, alternando assim os períodos de excitação e de depressão físicos e intelectuais caracterizados por uma falta de constância no seguimento do trabalho profissional ou escolar e resultados com altos e baixos.

São sonhadores, imaginativos Em confiança, gostam de comunicar de se confiar, de se apaixonar. Num meio hostil, têm falta de confiança em si, fechando-se e tomando-se indiferentes ao que os rodeia. O tempo de trovoada, a noite e a solidão pioram o seu estado nervoso.

Têm muito bom apetite: até se levantam de noite para comer. O desejo de sal e a sede de água fria são muito importantes.

Posologia

  • Gastrite Phosphorus 5CH, 5 vezes por dia durante 2 dias, depois 3 vezes por da nos dias seguintes.
  • Em tratamento pré-operatório Phosphorus 9CH, ao levantar e ao deitar, alguns dias antes da intervenção.
  • Nas pequenas hemorragias Phosphorus 5CH, 2 grânulos de 2 ou de 3 em 3 minutos; espaçar as doses logo que a hemorragia diminui.

Originally posted 2014-04-11 11:16:10.