dores_nas_costas

Modalidades de melhoras

Tome, se as suas dores melhorarem:

  • sentado: Natrum muriaticum;
  • sobre um plano, um assento duro: Bryonia alba. Kalium carbonicum. Natrum muriaticum;
  • com um movimento lento continuo, mas piorarem no início do movimento: Calcarea fluorica,
  • Radium bromatum. Rhus toxicodendron, Ruta graveolens;
  • com a marcha: Ammonium muriaticum, Rhus toxicodendron, Ruta graveolens;
  • com o repouso: Bryonia alba;
  • deitado: Ammonium muriaticum;
  • com uma pressão forte: Bryonia alba:
  • com o calor: Rhus toxicodendron. Ruta graveolens;

Posologia (para todos estes medicamentos) cada medicamento em 9CH, à razão de 2 grânulos 5 vezes por dia durante 2 dias, depois 3 vezes por dia durante 10 dias.

Modalidades de agravação

Tome, se as lombalgias piorarem

  • sentado: Ammonium muriaticum, Cobaltum;
  • depois de uma longa viagem de carro: Bellis perennis;
  • quando se levanta de uma cadeira: Sulfur;
  • de pé: Sulfur, Valeriana.
  • com o mais pequeno movimento: Bryonia alba;
  • com o repouso: Calcarea fluorica. Rhus toxicodendron. Ruta graveolens;
  • com o calor: Bryonia alba;
  • com a humidade: Rhus toxicodendron, Ruta graveolens.
  • Para os lumbagos a repetição: Calcarea fluorica.

Posologia (para todos estes medicamentos): cada medicamento em 9 CH, à razão de 2 grânulos 5 vezes por dia durante 2 dias, depois 3 vezes por dia durante 10 dias.

Tratamento de terreno

Um primeiro e único episódio de lumbago agudo não justifica um tratamento de terreno homeopático. Este último é benéfico se os lumbagos se repetirem com frequência ou se as dores lombares tiverem tendência para se tornarem crónicas.

Medicamentos das lombalgias crónicas

Estas últimas necessitam de uma consulta médica, porque as causas destas dores são múltiplas, e as indicações terapêuticas são várias.
A homeopatia (de terreno} e a oligoterapia são tratamentos complementares benéficos que retardam ou reduzem as doses de anti-inflamatórios.

Tratamentos complementares

Para além dos tratamentos clássicos (anti-inflamatórios, antálgicos, infiltrações) e do uso eventual de um lombostato, a acupunctura, a reeducação e os tratamentos termais são terapêuticas essenciais para a cura e para a consolidação das lombalgias e das ciáticas.

Acupunctura

A acupunctura tem uma ação antálgica preponderante. Deveria ser utilizada sistematicamente nesta indicação devido a sua grande eficácia e à sua inocuidade. É recomendada para os doentes que sofrem das costas e não podem tomar anti inflamatórios.

Reeducação

A reeducação deve ser feita fora e longe dos episódios dolorosos. Permite evitar o aparecimento de lumbagos ou de ciáticas a repetição ensinando o paciente a fazer gestos da vida corrente, poupando ao máximo a sua raque lombar na posição sentada, de pé e deitada.

Originally posted 2014-04-08 10:38:42.

Comments

comments