tummytroublesjpg - Sintomas pré-menstruais

Sintomas pré-menstruais

Sintoma pré-menstrual é quase fisiológica visto que, segundo as estatísticas, 70 a 90% das mulheres declaram sentir mudanças de ordem física e psicológica no período que procede a menstruação, 20 a 40% queixam-se disso.

Diagnóstico

A apelação “síndroma pré-menstrual” reagrupa todos os sintomas que precedem a menstruação.

Antes ou durante a menstruação, a mulher é muitas vezes perturbada, ou por dores na parte inferior do ventre (pélvicas) e/ou no peito, ou por perturbações nervosas, ou por indisposições mais ou menos marcadas que a obrigam a deitar-se e a parar de trabalhar.

As perturbações reproduzem-se regularmente, ou seja, no mesmo período do ciclo, entre o segundo e o décimo quarto dia que precede a menstruação, e desaparecem quando chega. As mulheres desejam um alivio, porque esta síndroma pode fazê-las sofrer durante um período que pode ir até aos quinze dias por mês.

Compreendemos então facilmente o seu pedido, e ainda mais quando sabemos que a seguir a menstruação é dolorosa.
Estes sintomas são extremamente variados, mais ou menos intensos e mais ou menos incomodativos conforme as pessoas.

No geral, a mulher pode queixar-se:

  • de uma congestão dolorosa nos seios;
  • de um inchaço responsável por uma sensação de peso na pequena bacia;
  •  de perturbações venosas que ocasionam edemas nas mãos. nos tornozelos, nas pernas aliás pesadas, e por vezes de hemorroides;
  • de enxaquecas que só aparecem neste período;
  • de perturbações digestivas, cutâneas, articulares e musculares, urinárias, alérgicas, respiratórias e ORL;
  • de um aumento de peso de 1 a 3 quilos, que desaparecerá com a chegada da menstruação;
  • de sinais psicológicos que se manifestam através de irritabilidade, ansiedade, uma tendência depressiva, uma hiperemotividade, dificuldades de concentração e uma fadiga pouco habitual.

Estas sensações são menos penosas quando está de férias ou quando consegue durante o dia algum tempo de repouso e pratica exercícios de relaxação.

Em contrapartida, parece que os açúcares de absorção rápida, o sal e os excitantes (café, chá, álcool) acentuam estes sofrimentos
O tratamento clássico baseia-se principalmente na progesterona natural, na pílula e nos venotónicos.

Regras dietéticas

  • Diminua o consumo de açucares de eliminação rápida, como o mel, o doce, os bombons, as cenouras, os corn-flakes, o pão branco e as tostas. Evite sobretudo comê-los sozinhos.
  • Aumente a sua ração de proteínas, como as carnes, os peixes, os lacticínios, os ovos, os legumes secos, alguns cereais (arroz, massas).
  • Diminua o sal, evite o álcool, o café, o chá.
  • Tenha uma alimentação rica em magnésio (cacau, avelãs, soja), em cálcio (leite, queijos), em potássio (bananas, maçãs, arroz, avelãs, trigo) e em vitamina A (cenouras, tomates, óleos vegetais) e B6 (soja, batatas, gemas de ovos, legumes verdes).
  • Descontraia-se, pratique ioga, faça sessões de relaxação.

Originally posted 2014-03-31 15:03:59.

gravida - Tratamento de pequenos males da gravidez Parte II

Tratamento de pequenos males da gravidez Parte II

Prisão de ventre

  • Collinsonia 7CH, na mulher grávida que tem fezes grossas e hemorroides.
  • Sepia 9CH, nos sujeitos que respondem bem.
  • Symphoricarpus 7CH, pequeno medicamento extremamente precioso nas náuseas com vómitos e na prisão de ventre do primeiro trimestre da gravidez.

Posologia: (para todos estes medicamentos): 2 grânulos antes do almoço e do jantar.

Conforme o aspeto e o volume das fezes, podem ser indicadas numerosos outros medicamentos.

Diarreia

O aparecimento de diarreia durante a gravidez é muito mais raro.

Hemorroides

Pode tomar os três medicamentos seguintes:

  • Aesculus hippocastanum 6DH convém às mulheres com prisão de ventre e congestionadas na parte inferior o ventre que se queixam de hemorroides que picam “como uma pregadeira de alfinetes” no ânus. Ficam aliviadas com banhos de assento frios, pioram com o calor e com a posição de pé.

Posologia: 50 gotas 3 vezes por dia durante 8 dias.

  • Collinsonia 7CH, na mulher grávida que tem fezes grossas e hemorroides.
  • Hamamelis 7CH é indicado nas hemorroides de sangue negro que são acompanhadas por uma sensação de rebentamento das veias. As dores pioram com o calor.

Posologia (para todos estes medicamentos: 2 grânulos 5 vezes por dia durante dias e 3 vezes por dia durante 6 dias.
Localmente:

  • Banhos de assento.
  • Pomada de Ratanhia 4% tintura-mãe ou de Poeonia 4% tintura-mãe: 3 aplicações por dia.

Perturbações urinárias

Aparecem sobretudo no principio e no fim da gravidez, e resultam da compressão da bexiga e no útero. É necessário beber normalmente e até mesmo mais do que de hábito para evitar o aparecimento de uma infeção urinária.

Perturbações nervosas

Os dois medicamentos que são mais específicos das perturbações nervosas que aparecem na gravidez. Trata-se de:

  • Helonias dioica 9CH, indicado nas mulheres que se tornam depressivas logo ao princípio da gravidez a qual têm muitas dificuldades em assumir. Gemem sem parar, estão muito cansadas, não gostam de ser consoladas e sentem-se melhor quando estão distraídas e ocupadas. Têm dores na parte inferior das costas que se propagam até às pernas.
  • Nux moschata 9 CH

Posologia (para todos os medicamentos): 2 grânulos ao levantar e ao deitar.

Originally posted 2014-03-31 09:03:03.

placebo - Tratamento dos sintomas pré-menstruais Parte II

Tratamento dos sintomas pré-menstruais Parte II

Quando a acne volta antes da menstruação

  • Eugenia jambosa 5CH, no caso de aparecimento ou de recrudescência da acne no período pré-menstrual.

Posologia: 2 grânulos ao levantar e ao deitar, 1 ou 2 dias antes da data suposta do início das perturbações até ao primeiro dia da menstruação.

Quando o herpes labial ou genital volta antes da menstruação

  • Rhus toxicodendron 15CH, se as erupções peribucais aparecerem alguns dias antes da menstruação. Esta lesão que dá comichão e arde melhora com aplicações de água muito quente. A eficácia é ainda maior quando o medicamento é tomado precocemente, ou seja, logo que sente a sensação de queimadura que precede o herpes.
  • Borax 7CH, se o herpes for genital. Vá a uma consulta se se tratar de uma primeira vez.
  • Sepia 7CH, nas mulheres que respondem bem.
  • Estes medicamentos devem ser acrescentados a Vaccinotoxinum e a Natrum muriaticum, prescritos sistematicamente.

Em caso de rouquidão antes da menstruação

  • Gelsemium sempervirens 5CH: a perda da voz aparece alguns dias antes da menstruação numa mulher com uma menstruação no geral pouco abundante, dolorosa e em atraso.
  • Graphites 9CH, quando, antes da menstruação, as mulheres que respondem bem — gordas, friorentas, apáticas — sofrem de uma perda da voz, de uma rouquidão, de uma tosse seca e de dores no peito. A sua menstruação chega em atraso e é pouco abundante.
  • Heliotropium europoeum 5CH, quando a rouquidão aparece antes ou durante a menstruação habitualmente dolorosa.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos ao levantar e ao deitar, 1 ou 2 dias antes da data suposta do inicio das perturbações até ao primeiro dia da menstruação.

Em caso de ardores urinários antes da menstruação

  • Senecio aureus 5CH, nas mulheres com adores urinários antes da menstruação quando está em atraso.

Manifestações psicológicas

  • Murex purpúrea 9CH é um medicamento das síndromas pré-menstruais caracterizadas por uma fase de tristeza, até mesmo de depressão, associada a uma congestão mamária e uterina, e a uma excitação sexual. Aparecem nas mulheres cuja menstruação está em avanço, dolorosa e muito abundante, até mesmo hemorrágica.

Existem muitos outros medicamentos, que são sobretudo medicamentos de terreno; os principais são Ignatia amara, Lachesis mutus, Natrum muriaticum, Pulsatilla, Sepia.

Originally posted 2014-03-31 15:32:11.

Fisioterapia para gestante - Parto

Parto

O parto é um momento difícil porque, após ove meses de vida intra-uterina, o feto vai separar-se do organismo materno. Este fenómeno fisiológico que termina no nascimento da criança é delicado para esta última e para a mãe.

Há aproximadamente 800.000 nascimentos por ano.

Definição

O parto põe um termo à gravidez e termina-se pelo nascimento da criança. Alguns dias antes as contrações tornam-se mais frequentes mas são irregulares.

O parto propriamente dito é precedido pelo trabalho. Este último consiste numa série de contrações do útero ritmadas e progressivamente dolorosas até à saída da criança. O trabalho dura em média doze a quinze horas para a primeira gravidez e seis a oito horas pau seguintes.

Principais complicações

São da competência do obstetra.

Interesse da homeopatia

Antes do Parto

  • Actea racemosa 9CH acalma a inquietude, a agitação e a ansiedade das mulheres no mês que precede o parto.

Posologia: 2 grânulos ao levantar e ao deitar.

  • Arnica montana 15CH limita o traumatismo físico ligado ao parto.

Posologia: uma dose por semana no mês que precede o parto.

  • Caulophyllum 5CH, se sentir, nos últimos dias da gravidez, falsas dores de trabalho, cãibras, espasmos.

Posologia: 2 grânulos 3 vezes por dia se necessário.

Durante o parto

Conheça as contrações

Se estas últimas são irregulares, dolorosas e quando o trabalho se prolonga deve tomar:

  • Actea racemosa 9CH, se a sua excitação metal se manifestar atraves de uma tagarelice incessante.
  • Caulophyllum 5CH, se o trabalho for lento e as contrações muito fortes, curtas, irregulares, incessantes. Acelera a dilatação do colo.
  • Gelsemium sempervirens 5CH deve ser associado aos dois medicamentos precedentes.

Posologia: nestes casos, dado as circunstancias, utilizamos alternada ou concomitantemente Actea racemosa 5CH, Caulophyllum 5CH e Gelsemium sempervirens 5CH. As doses são ritmadas e são muito frequentes.

Acalme-se

Podem ser úteis:

  • Aconitum napellus 9CH, quando a ansiedade e o medo da morte predominam durante o parto: pede aos gritos para que a aliem.
  • Actea racemosa 9CH, se fizer parte daquelas que não param de falar durante o parto.

Posologia: 2 grânulos conforme a necessidade para se acalmar.

Depois do parto

Para ajudar a expulsão da placenta

A “libertação”, ou seja, a expulsão da placenta durante a última parte do trabalho, produz-se graças às contrações que vêm a seguir à saída da criança. A expulsão faz-se naturalmente na maioria das vezes logo a seguir ao parto. Se não for esse o caso. acelere as contrações tornando em conjunto os três medicamentos seguintes:

  • Actea racemosa 5CH.
  • Caulophyllum 5 CH.
  • Gelsemium sempervirens 5CH.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos de 3 em 3 minutos 5 vezes de seguida.

Se a expulsão não tiver lugar nos três quartos de hora que se seguem, o obstetra deve intervir manualmente para descolar a placenta e retirá-la do útero.

Depois de uma episiotomia ou uma cesariana

Tome em conjunto os três medicamentos seguintes:

  • Arnica montana 5CH.
  • Staphysagria 5CH é um medicamento das feridas lancinantes, nítidas, cirúrgica associar sistematicamente a Arnica montana nesta indicação.
  • Pyrogenium 5 CH previne uma eventual infeção.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos 3 vezes por dia sistematicamente depois de uma episiotomia até à cicatrização.

No caso de cefaleias depois de uma epidural

  • Natrum sulfuricum 15CH: uma dose a seguir ao parto até mesmo preventivamente permite evitar as dores de cabeça que aparecem depois de uma epidural. Volte a torna uma dose duas horas mais tarde se o resultado for insuficiente.
  • Hypericum perforatum 15CH é indicado quando as cefaleias estão associadas a dores lombares à volta da picada.

Posologia: uma dose do medicamento mais indicado logo no começo das perturbações, 2 grânulos 5 vezes por dia durante 2 dias.

Originally posted 2014-03-31 14:31:42.

tumblr static 01 book de gravida - Parto Parte II

Parto Parte II

Em caso de fadiga

  • Arnica montana 5 H.
  • China rubra 5CH, se durante o parto as perdas liquidianas (sangue, líquido amniótico) foram importantes. China rubra também pode ser dado preventivamente nesta indicação.

Posologia: tome sistematicamente estes dois medicamentos togo a seguir ao parto. 2 grânulos 2 horas no primeiro dia, depois 5 vezes por dia nos 3 dias seguintes, e finalmente 3 vezes durante 10 dias.

Em caso de depressão

Os dois medicamentos mais indicados são.

  • Actea racemosa 9CH.
  • Sepia 9CH. nas mulheres que respondem bem.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos ao levantar e ao deitar durante 1 mês. Consulte o seu medico homeopata, porque este tipo de depressão pode ser muito grave.

Em caso de incontinência urinária

A seguir ao parto ou a seguir a um esforço de tosse ou a uma

  • Causticum 15CH, logo que as perturbações aparecem. Quando se toma uma dose deste medicamento as perturbações desaparecem rapidamente. Senão, tome 2 grânulos ao levantar e ao deitar durante 15 dias. Na ausência de melhoras rápidas, vá a uma consulta.

Em caso de retenção de urina

A seguir ao parto: uma dose de Hyoscyamus niger 15CH.

Originally posted 2014-03-31 14:44:21.