Drosera_rotundifolia_cd

Origem

Drosera rotundifolia, o orvalho-do-sol, da família das droseráceas, chama-se assim porque tem um suco brilhante na extremidade dos seus cílios.

De facto, esta temível pequena planta carnívora – dos pântanos e turfeiras do hemisfério Norte – possui folhas viscosas cobertas de cílios vermelhos que, ao curvarem-se para o centro, constituem uma armadilha mortal para os insetos que se envisgam ali.

Composição

A tintura-mãe, preparada a partir da planta inteira, contém derivados da naftoquinona, enzimas proteolíticos, flavonósidos, traços de óleo essencial e ácidos orgânicos.

É um medicamento clássico sedativo da tosse, da coqueluche, e antigamente da tuberculose.

Indicações

Perturbações ORL agudas

São acompanhadas por ataques de tosse seca, espasmódica, que aparece ao deitar e depôs da meia-noite, juntamente com uma congestão do rosto. A tosse é de uma tal violência que prova dores nas costelas e nos músculos do abdómen que aliviam com a pressão das mãos nos sita doridos.

Portanto, Drosera rotundifolia é indicada;

  • na coqueluche;
  • nas laringites, traqueítes, bronquites, rinofaringites.

Rinofaringites a repetição

Aparecem nas crianças delgadas, friorentas, facilmente cansadas, com muitos gangliões no pescoço.

Drosera rotundifolia convém se

As modalidades forem:

  • Uma agravação depois da meia-noite, com o calor da cama, quando estamos deitados.
  • Melhoras em pleno ar, com o movimento.

Originally posted 2014-04-09 14:33:59.

Comments

comments