fundo02 - Tratamento da Diarreia Parte IV

Tratamento da Diarreia Parte IV

Diarreia de stress

Que aparece antes de uma data importante

  • Argentum nitricum 15CH, num sujeito agitado, ansioso, que nunca está quieto. A diarreia, no geral, aparece nos dias que precedem uma data importante.
  • Coffea cruda 15CH, nas diarreias emotivas com uma vontade frequente de urinar, taquicardia, e impossibilidade de adormecer — ou adormecimento muito difícil — na véspera de uma prova. Medicamento bem indicado para o estudante que abusa de café “para aguentar”.
  • Gelsemium sempervirens 15CH, nas diarreias e vontades frequentes de urinar nas pessoas que o receio paralisa, faz tremer e impede de dormir.
  • Ignatia amara 15CH: diarreia emotiva com taquicardia, nó na garganta e náuseas que melhoram quando comemos.

Posologia: 2 grânulos 3 vezes por dia nos dias que precedem o exame, e uma dose no próprio dia por exemplo.

Consecutivas a uma fúria
Encontramos os mesmos medicamentos que mais atrás aos quais podemos acrescentar

  • Chamomilla vulgaris 9CH: é mais verdadeiro nas crianças, mas também se encontra no adulto que, depois de uma fúria, têm diarreia, dores cólicas, ansiedade.
  • Colocynthis H. se a fúria desencadear uma diarreia muito dolorosa com dores abdominais violentas tipo cãibras, que melhoram quando nos dobramos ao meio e com a pressão
  • Staphysagria 15CH: uma fúria interior, contida, no momento da qual o sujeito foi obrigado a controlar-se, pode provocar nas pessoas extremamente suscetíveis perturbações digestivas como cólicas e diarreias.

Posologia: 2 grânulos do medicamento indicado até ao fim da crise, de duas em duas horas no inicio, depois 5 vezes por dia no dia a seguir

Originally posted 2014-03-28 09:54:21.

curare bambini omeopatia - Tratamento da Diarreia Parte I

Tratamento da Diarreia Parte I

Gastroenterites agudas

Manifestam-se através de diarreia, vómitos, febre e dores abdominais.

Diarreias por intoxicação

Distinguimos principalmente:

  • A “turista”

Aparece nos primeiros dias de uma viagem num pais exótico, a seguir a ingestão de agua não fervida ou cubos de gelo, legumes crus, frutos com a casca.. Aparece brutalmente, acompanhada por uma perda de apetite, dores abdominais, náuseas e por vezes febre moderada.

  • A intoxicação alimentar às salmonelas

A contaminação é provocada por alimentos estragados (charcutaria, carne, gelados, bolos), muitas vezes no enquadramento de uma restauração coletiva. O diagnóstico é evidente: a gastroenterite aparece nas oito a doze horas após a ingestão da refeição, uma febre a 40ºC, uma diarreia fétida, dores abdominais, por vezes vómitos assinam o diagnóstico.

Os medicamentos principais destas diarreias são:

  • Arsenicum álbum 5CH, medicamento das intoxicações alimentares — carnes ou conquilhas — acompanhadas por fezes irritantes nauseabundas, dores abdominais ardentes que melhoram com bebidas quentes, náuseas e vómitos. A febre faz beber regularmente pequenas quantidades de água e ocasiona uma sensibilidade ao frio importante e uma necessidade de se aquecer.
  • Carbo vegetabilis 5CH, nas diarreias fétidas acompanhadas por inchaços situados logo por cima do umbigo, e cãibras abdominais que obrigam o doente a dobrar-se ao meio. Este último tem necessidade de ar, fica aliviado com as eructações e os gases, mas sente-se pior deitado.
  • Ipeca 5 CH, na presença de uma diarreia de fezes esverdeadas, cãibras abdominais e sobretudo náuseas intensas e persistentes que não melhoram com os vómitos. A língua está limpa, ou seja, cor-de-rosa.
  • Mercurius solubilis 5CH é indicado nas diarreias com fezes esverdeadas, uma vontade urgente de ir à casa-de-banho e a sensação de nunca mais acabar. O hálito é fétido, a língua branca, a febre é acompanhada por uma sede intensa e suores que não aliviam o doente.
  • Podophyllum 5CH, nas diarreias aquosas, abundantes, amareladas, fétidas, em jatos, acompanhadas por gases, dores parecidas com cãibras que melhoram quando nos deitamos de barriga par baixo, e vontade frequente de ir à casa-de-banho. O doente fica esgotado depois de ir à casa-de-banho.
  • Pyrogenium 9 CH não é um medicamento de diarreia, mas, sim, de alteração do estado geral e de febre a seguir a uma intoxicação alimentar com produtos estragados.
  • Paratyphóidinum B 15CH, uma dose potencializa a ação dos medicamentos precedentes.
  • Um pouco à parte: Dulcamara 5 CH, diarreia de fezes esverdeadas no regresso de uma viagem a um país quente, sem noção de infeção.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos 5 vezes por dia sistematicamente e depois de ir à casa-de-banho durante 2 dias, depois 3 vezes por dia nos 2 dias seguintes. Pare o tratamento um dia depois do desaparecimento dos problemas.

Originally posted 2014-03-28 09:22:02.

remedio - Doenças digestivas

Doenças digestivas

A homeopatia tanto atua em certa doenças digestivas, graves, tais como as hepatites ou as pancreatites, como em perturbações banais tais como a prisão de ventre, as as hemorroides, as fissuras anais. Conforme o estado da doença, os medicamentos homeopáticos podem ser dados em primeira intenção ou em complemento de um tratamento alopático.

Originally posted 2014-03-28 12:13:23.

Aree d’intervento - Geriatria - Higiene Alimentar

Geriatria – Higiene Alimentar

Este pequeno parêntese permite-nos dizer algumas palavras sobre a alimentação das pessoas
de idade.

De facto, as pessoas com muita idade, ou que vivem sozinhas, têm por vezes tendência para fazerem dietas cada vezes mais restritivas e para comerem cada vez menos. Ora, é necessário saber que a má nutrição é um dos fatores fundamentais da fragilização das pessoas de idade.

É a primeira causa de deficiência adquirida do sistema imunitário no mundo que tem por consequências, mais ou menos a longo prazo, a doença e a morte.

A pessoa de idade sã. com peso normal, deve comer da mesma maneira que o adulto em atividade; é necessário proibir-lhe a dieta e, até mesmo, autorizar o vinho em quantidade limita porque diminui a frequência das doenças cardiovasculares.

Deve vigiar nos seus pais ou nas pessoas de idade que estão à sua volta os sinais precursora de uma má nutrição, tais como por exemplo, um problema dentário, uma modificação do humor (levantar tarde), uma depressão.

Originally posted 2014-03-28 11:44:59.

placebo - Prisão de ventre

Prisão de ventre

A prisão de ventre é um sintoma extremamente frequente. Muitas pessoas, sobretudo mulheres, pensam que têm prisão de ventre quando o funcionamento dos seus intestinos é estritamente normal. Não é indispensável ir à casa-de-banho todos os dias.

Diagnostico

  •  A prisão de ventre é caracterizada por uma diminuição da frequência das fezes – menos de três por semana —. e/ou fezes difíceis de emitir, e/ou fezes duras, secas e de fraco peso. Portanto, não é indispensável ir à casa-de-banho todos os dias. Do mesmo modo, a sensação de evacuação incompleta, as dores, o inchaço abdominal não são sinais de prisão de ventre.
  • A prisão de ventre pode ser ocasional quando aparece em circunstâncias bem precisas mudança de hábitos alimentares, clima, viagem, tomar certos medicamentos, gravidez, antes à menstruação.
  • A prisão de ventre pode aparecer brutalmente sem razão e persistir durante alguns dias de seguida. Nesse caso, deve absolutamente ir consultar um medico, porque a prisão de vem torna-se um sintoma revelador de uma doença.

Principais complicações

A obsessão de algumas pessoas que pesam que têm prisão de ventre e querem ir â casa-de-banho todos os dias. Utilizam laxativos que lhes provocam lesões intestinais na origem da “doença dos laxativos” que origina uma falsa diarreia enganosa.

Regras de higiene

O tratamento da prisão de ventre não existe sem estas regras de higiene:

  1. Higiene de vida:
  • lute contra a sedentariedade com uma caminhada quotidiana ou andando de bicicleta;
  • reforce a faixa abdominal fazendo ginástica;
  • vá à casa-de-banho a horas fixas e se possível quando a vontade se faz sentir; coma devagar, de preferência a horas fixas e num ambiente calmo;
  • mastigue corretamente;
  • evite petiscar;
  • as técnicas de relaxação são aconselhadas.
  1. Conselhos dietético
  • Beba um litro e meio de água. Comece o dia bebendo em jejum um grande copo de água fresca;
  • ao pequeno almoço, opte por doces em vez de mel porque são mais ricos em frutos e em fibras;
  • faca uma dieta rica em fibras vegetais. Coma por ordem crescente: frutos frescos, pão e arroz completos, legumes secos, frutos secos (que deve deixar de molho algumas horas antes de os consumir) e farelo (no iogurte, no queijo branco ou na compota);
  • coma legumes crus e cozidos a cada refeição, expecto no caso de intolerância individual. Coma frutos frescos inteiros mais ricos em fibra do que o seu sumo, e tome uma ou duas colheres de azeite de manhã em jejum. Não utilize quotidianamente o óleo de parafina, porque impermeabiliza a parede intestinal e impede a absorção dos minerais e das vitaminas.
  • Taraxacum 6 DH, se a língua estiver despapilada e dolorosa, 20 gotas antes do almoço e do jantar.

Ligadas a medicamentos

Os medicamentos com mais frequência em causa na prisão de ventre são os tranquilizantes, os soníferos, os anti-depressores, alguns pensos gástricos antiácidos, alguns xaropes contendo
codeína, e os laxativos irritantes que vamos agora abordar.

Originally posted 2014-03-28 11:19:12.