1dandelion3 - Geriatria

Geriatria

O envelhecimento da população constitui, com toda a evidência, uma formidável parada de saúde pública visto que aproximadamente 20% dos franceses têm mais de sessenta anos (cerca de 11,5 milhões), 13% mais de sessenta e cinco anos e 10% de setenta e cinco a orientamos.

Os últimos números publicados mostram que a esperança de vida ao nascer vai até aos oitenta e dois anos nas mulheres francesas e aos setenta e quatro anos nos homens

Só estes números bastam para explicar a importância socioeconómica das pessoas de idade na área da saúde, as quais consomem em media duas vezes mais de tratamentos do que o resto da população.

No decorrer dos anos, a pessoa de idade vê muitas vezes aumentar o números dos sintomas dos quais sofre. Assim à hipertensão arterial podem acrescentar-se a diabetes, os reumatismos, depois uma diminuição da visão, do ouvido, perdas de memória.

Estas diferentes perturbações estão por vezes na origem de uma redução progressiva das suas atividades em sociedade, de um isolamento, e finalmente de uma dependência difícil de aceitar.

Assim, a prevenção tem sobretudo por objetivo, para além dos tratamentos das doenças propriamente ditas, evitar a dependência dos sujeitos de idade A prevenção da dependência situa-se em três níveis:

  •  evitar as grandes doenças responsáveis por mortes prematuras: doenças cardiovasculares, diabetes, cancros;
  •  tratar as perturbações que podem incomodar a vida social; perturbações urinárias, perturbações dos órgãos dos sentidos, dores nas costas e nas articulações;
  • preservar a vida de relação perda de memória. depressões demências

Os doentes com muita idade necessitam da intervenção de uma equipa pluridisciplinar coordenada pelo médico generalista. Esta colaboração engloba as especialidades e os profissionais paramédicos tais como as enfermeiras, os fisioterapeutas, os ergo-terapeutas.

A ajuda social, a tonta, os amigos, os vizinhos também fazem parte desta intervenção. Todo este ambiente ajuda o doente a sair do seu isolamento, retarda ao máximo a dependência e dá-lhe uma vida social indispensável para o seu equilíbrio mental e físico.

No entanto, o tratamento das diversas afeções também implica um crescimento em número e “em intensidade” dos medicamentos, com o seu lote inevitável de efeitos secundários. Ainda é mais surpreendente quando sabemos que é o sujeito mais sensível ás medicações e aos seus efeitos que consome mais.

A propósito disso, é interessante constatar que mais de 10% das pessoas com mais de oitenta anos são hospitalizados devido a um acidente iatrogénico, ou seja, provocado por medicamentos.

Prevenção

Começa cedo e não diz respeito só ao campo da homeopatia. Quase que não ousamos falar da menopausa e da osteoporose ao abordarmos este tema, porque estas últimas dizem respeito às mulheres jovens que ainda estão longe da terceira idade.

Mas é necessário saber que o capital ósseo (quantidade de ossos) é em parte determinado geneticamente e em parte adquirido através do consumo de cálcio na adolescência. Compreendemos então por que razão a prevenção deve ser precoce.

Concebemos assim o papel de educação das nossas avós numa época em que, à merenda, o copo de Coca-Cola é dado mais vezes aos nossos filhos do que o copo de leite.

Originally posted 2014-03-28 11:40:36.

1dandelion3 - Inchaços e Tratamento Parte I

Inchaços e Tratamento Parte I

Diagnostico

  • Os inchaços dão uma impressão de dilatação do estômago e do abdómen. Traduzem muitas vezes um meteorismo — que o médico sabe reconhecer através de um exame – ou seja, um aumento de volume do abdómen provocado por um excesso de gases nos intestinos.
  • Podem passar despercebidos em certos sujeitos e, noutros, provocar dores abdominais importantes, eructações e gases intestinais abundantes e/ou nauseabundos.

Regas dietéticas

  • Diminua os feculentos.
  • Previna e/ou limite a aerofagia.

Tratamentos

Conforme a localização

Inchaço de todo o abdómen

  • Aloe 5 CH 6 um medicamento de meteorismo importante de todo o abdómen dos sujeitos obesos, sedentários, que comem muito com predisposição para as colites e sujeitos a diarreias.
  • China rubra 5CH é indicado quando o abdómen está esticado, muito doloroso, ruidoso, com borborigmos e um sabor amargo na boca. Os inchaços não melhoram com a emissão de gases ou de eructações. Muitas vezes, são acompanhados por uma diarreia pós-prandial quando bebemos leite, ou no Verão depois de uma ingestão excessiva de frutos.
  • Kalium carbonicum 5CH, no inchaço de todo o abdómen que aparece durante ou logo a seguir a uma pequena refeição. É acompanhado por aerofagia com eructações azedas e regurgitações todas na boca.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos antes do almoço e do jantar.

Inchaço localizado por cima do umbigo

  • Carbo vegetabilis 5 CH, se o meteorismo for desencadeado ou agravado com a absorção de alimentos gordurosos ou de álcool, e aparecer logo a seguir ás refeições. As perturbações agravam-se se o sujeito se deitar, e melhoram com as eructações e com os gases
  • Nux vomica 5 CH e indicado para o inchaço epigástrico que aparece uma ou duas horas depois das refeições nos sujeitos que ficam sonolentos com a digestão. A sua língua, característica, fica coberta por um revestimento esbranquiçado na parte posterior. Para se sentirem melhor, desapertam o cinto das calças ou da saia e fazem, se puderem uma boa caminhada.

Posologia (para todos estes medicamentos) 2 grânulos antes do almoço e do jantar.

Inchaço localizado por baixo do umbigo

  • Lycopodium clavatum CH convém aos sujeitos cujo inchado é desencadeado ou agravado com a mais pequena refeição ou mudança de hábitos alimentares. E acompanhado por regurgitações ácidas e por cefaleias. Agrava-se logo a seguir ás refeições, depois das 16 às 20 horas. Não acalma com os gases e as eructações, mas melhora quando desapertamos o cinto das calças ou do vestido Estas pessoas digerem muito mal as ostras, os doces, as cebolas.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos antes do almoço e do jantar.

Inchaços não especificas

Ou seja, sem localização precisa, ou, mais exatamente, quando a localização pode variar

  • Bryonia alba 7CH. quando o inchaço, mais do lado de cima do abdómen, é acompanhado por uma sensação de peso no estômago
  • Thuya occidentalis 9CH, no inchaço com o qual pessoa tem a impressão bizarra de que algo mexe nos seus intestinos. No geral, o abdómen está completamente esticado e faz muitos ruídos.

Posologia para Bryonia alba, 2 grânulos antes do almoço e do jantar; para Thuya occidentalis 2 grânulos ao levantar.

Originally posted 2014-03-28 10:37:46.

lirio3 - Tratamento de Hemorróides Parte II

Tratamento de Hemorróides Parte II

No caso de fissuras anais sobre-acrescentadas

Enquanto não vai a uma consulta:

  • Nitricum acidum 7CH: hemorroidas com dores violentas e persistentes desencadeadas quando vamos à casa-de-banho e acompanhadas por corrimento e comichões.
  • Ratanhia 7CH pode ser associado ao medicamento precedente, porque as suas características são muito próximas.
  • Graphites 7CH.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos 3 vezes por dia durante 8 dias.

No caso de tromboses
Enquanto não vai a uma consulta:

  • Muriaticum acidum 7 CH.
  • Lachesis mutus 7 CH.

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos 5 vezes por dia durante 2 dias, depois 3 vezes por dia durante 6 dias.

Tratamento local
— Banhos de assento quentes ou frios conforme se sentir melhor, porque as opiniões são divididas.

  • Pomada Ratanhia 4 % tintura-mãe 3 aplicações por dia.
  • Pomada Poeonia 4 % tintura-mãe: 3 aplicações por dia.

Tratamento de terreno

O objetivo destes tratamentos de terreno consiste em prevenir as recaídas nos sujeitos predispostos
Ver:

  • Graphites.
  • Lachesis mutus.
  • Lycopodium clavatum, para as hemorroidas dos sujeitos que respondem bem.
  • Nux vomica 9CH. quando as hemorroidas aparecem nas pessoas com tendência para a prisão de ventre e a seguir a refeições de negócios bem condimentadas e alcoolizadas.
  • Sepia 9CH durante a gravidez as hemorroidas dos sujeitos que responderem bem pioram. Durante este período, poderá aparecer um prolapso.
  • Sulfur 9CH hemorroides dos sujeitos que respondem bem, que comem muito e que apreciam a comida picante e o álcool.

Originally posted 2014-03-28 10:21:00.

Homeopatia para adelgazar 2 - Tratamento da Diarreia Parte II

Tratamento da Diarreia Parte II

Diarreia de pessoa constipada

É de origem viral e cura-se depressa. No entanto, se o tratamento não for rapidamente eficaz, deve ir consultar um médico porque estes sinais podem ser anunciadores, entre outros, de uma hepatite virai.

  • China rubra 5CH é indicado para as diarreias líquidas indolores que contêm restos alimentares. São acompanhadas por um inchaço de todo o abdómen, uma febre sem sede, arrepios, tremores, e são seguidas por um esgotamento geral num sujeito pálido.
  • Gelsemium sempervirens 5CH: medicamento de diarreia pouco característica que aparece num sujeito congestionado, extenuado, febril, trémulo, esgotado.
  • Nux vomica 5 CH: nas diarreias formadas por pequenas fezes num doente com dores no corpo que aumentam à norte.
  • Soro de Yersin 15 CH: uma dose pode melhorar a situação.

Posologia 2 grânulos 5 vezes por dia sistematicamente e depois de ir à casa-de-banho durante as, depois 3 vezes por dia. Pare o tratamento um dia após o desaparecimento dos problemas.

Diarreias de origem medicamentosa

“Doença dos laxativos”

O paciente que toma laxativos de uma maneira incontrolada, abusiva ou excessiva, que sofre ou que pensa que sofre de prisão de ventre origina falsas diarreias.

Diarreia pós-antibiótica

Declara-se três a cinco dias depois de termos começado a tomar antibióticos. Na maioria das vezes é isolada, sem dores, sem febre, sem tocar no estado geral. Existem formas mais graves que necessitam de uma consulta.

  • China rubra 5CH, diarreia liquida indolor esgotante com inchaço global do abdómen
  • Nux vomica 5CH tem um papel de desintoxicante medicamentoso do organismo.

Posologia: 2 grânulos 5 vezes por dia sistematicamente e depois de ir à casa-de-banho durante os dias depois 3 vezes por dia. Pare o tratamento um dia depois do desaparecimento dos problemas.

Originally posted 2014-03-28 09:32:05.

1dandelion3 - Diarreia aguda do adulto

Diarreia aguda do adulto

Só abordaremos as diarreias agudas, ou seja, aquelas que aparecem de uma maneira brutal. Se as diarreias forem crónica, deve ir consultar um médico.

Diagnóstico

A diarreia define-se pela emissão quotidiana de fezes demasiado frequentes (mais de três por dia) e/ou demasiado liquidas e/ou demasiado abundantes.

As circunstâncias principais durante as quais a diarreia aparece são:

  • a diarreia do viajante ou turista”, no regresso de um pais estrangeiro;
  • a diarreia provocada pelas salmonelas durante uma intoxicação alimentar;
  •  a diarreia depois de um tratamento antibiótico. Há numerosos medicamentos que podem provocar as diarreias; informe-se junto do seu médico se estas últimas aparecerem durante um novo tratamento.
  •  a diarreia de origem viral, que aparece num sujeito com gripe;
  •  a falsa diarreia daqueles que sofrem de prisão de ventre, que abusam de laxativos;
  •  a diarreia provocada pela má digestão de um alimento ou a seguir a excesso alimentaras
  • a diarreia de stress.

Existem, claro, múltiplas outras causas de diarreia que necessitam de uma opinião médica autorizada. Deve ir a uma consulta se tiver:

  • mais de seis fezes por dia ou sangue nestas últimas;
  • dores abdominais violentas;
  •  uma febre persistente;
  • um estado geral alterado.

A diarreia aguda, no geral, cura-se muito rapidamente no adulto são e raramente se complica com desidratação

Regras dietéticas

Seja qual for a causa da diarreia, as regras que se seguem fazem parte integrante do tratamento:

  1. o repouso ao quente;
  2. uma alimentação principalmente à base de líquido durante vinte e quatro a quarenta e oito horas, ou seja:
  • pelo menos um litro e meio de água;
  •  caldos de legumes cozidos durante muito tempo (para dissociar bem as fibras) e ligeiramente salgados (para reter a água), excluindo legumes irritantes para o intestino tais como os alhos franceses, as cebolas, as couves, os nabos, o cercefi;
  •  água de arroz no primeiro dia, uma sopa de cenouras, maçãs cruas finamente raladas, polpa de alfarroba no segundo dia;
  • nos dias seguintes: sêmola, sopa de massa, arroz bem cozido, peixe magro muito fresco cozido, bife picado depois de cozido, manteiga crua. puro de legumes e um iogurte.

A seguir, recomece progressivamente uma alimentação normal.

Originally posted 2014-03-27 16:53:49.