1280px-Chelidonium_majus_bgiu

Origem

A celidónia é uma planta tóxica vivaz da família das papaveráceas, originária da Europa, da África do Norte e da Ásia. Muito vulgar, esta erva lenhosa, com flores amarelas em cruz, encontra-se sobretudo ao longo dos muros, nas sebes, nos jardins e os escombros.

Composição

Em doses fitoterápicas, devido à sua grande toxicidade, é reservada para a utilização médica. De facto, contém 1% de alcaloides (a Celidónia) e tem uma poderosa atividade bactericida, narcótica, diurética, purgativa e colagoga (que facilita a evacuação da bílis).

É chamada «erva-das-verrugas», porque o uso popular fez dela um excelente medicamento contra as verrugas, os calos e as excrescências em geral. Também lhe chamam o «grande clarão» devido ao poder lendário que tem de restituir a visão; é muito ativa nas úlceras das pálpebras, nas blefarites, nas oftalmias crónicas.

A tintura-mãe homeopática é preparada a partir da planta inteira florida.

Indicações

Perturbações hepáticas e da vesícula biliar

  • Dor ao nível do fígado que irradia sob a omoplata direita.
  • Cefaleia ou enxaqueca direita de origem hepática.
  • Dores no ombro direito nos hepáticos.
  • Sonolência a seguir às refeições nos hepáticos.
  • Em complemento dos tratamentos clássicos nas hepatites virais e nas crises de cólicas hepáticas.

Verrugas

Em aplicação local sobre as verrugas.

Originally posted 2014-04-09 11:25:58.

Comments

comments