Dor-de-cabeça

A cefaleia, ou dor de cabeça, é um sintoma banal que emotiva muitas vezes uma consulta médica. A homeopatia, sozinha ou em associação com tratamento clássicos, permite espaçar a frequência das dores, diminuir a sua intensidade encarregando-se globalmente do paciente que sofre destas ores com frequência.

Diagnóstico

O diagnóstico das cefaleias nunca é evidente para o médico durante a primeira consulta de intensidade da dor, o seu carácter habitual, o seu aparecimento brutal, são sinais de alarme que devem alertá-lo e levá-lo a consultar um médio imediatamente.

De facto, estes sinais podem conduzir a uma urgência neurológica (tumor, infeção meníngea) ou vascular (hemorragia meníngea ou hipertensão arterial) ou a uma banal dor de cabeça. Apenas o médico poderá concluir da urgência e da gravidade dos sintomas. Vá consulta-lo à mais pequena inquietude de apreensão.

  • A cefaleia banal é a mais frequente: é uma dor de cabeça surda, difusa, que aparece espontaneamente ou é desencadeada por um acontecimento que não é habitual.
  • A cefaleia quotidiana crónica — cefaleia de tensão crónica, segundo a nomenclatura internacional — é uma forma de dor de cabeça que persegue o doente à anos. A dor lancinante, quase permanente, manifesta-se através de sensações de incómodo, de peso na cabeça, de torno, de capacete, de faixa, de aperto. Embora o mecanismo destas cefaleias seja mal conhecido, pensamos que combina fatores psicológicos (stress, cansaço, contrariedade, nostalgia, ou depressão) e musculares. De fator, as tensões psicológicas criariam tensões musculares na origem de does nos pontos de inserção dos tendões e dos músculos do rosto e da nuca.
  • A cefaleia de tensão episódica, também ligada ao stress da vida, é uma dor de cabeça menos frequente, menos contínua do que a cefaleia quotidiana crónica. As dores assemelham-se às precedentes, visto que atacam a cabeça inteira, e manifestam-se através de sensações de pressão, aperto, peso na cabeça. Por vezes, atribuímos ao stress psicológico uma origem física. Assim, uma má posição no trabalho pode criar tensões musculares nas costas e na nuca. Estas cefaleias devem ser rapidamente tratadas para não se tornarem crónicas. Não têm o carácter de dor pulsátil que encontramos nas enxaquecas, ver o artigo sobre as enxaquecas. Segundo um estudo de grande envergadura realizado na população dinamarquesa (Rasmussen, 1995), 66% das cefaleias primárias (sem causa conhecida) seriam provocadas pelas cefaleias de tensão episódicas.

Tratamento

Cefaleia Banal

Não há mais simples e mais anódino do que um comprimido de aspirina ou de paracetamol se a dor de cabeça aparecer raramente e sem qualquer razão aparente. Em contrapartida, pode ficar mais aliviado com um tratamento homeopático se foi desencadeada por circunstancias anteriormente identificadas.

Aparece a seguir a excessos alimentares

Os medicamentos indicados a seguir a excessos alimentares são:

  • habitualmente: Antimonium crudum, Nux vomica. Ipeca;
  • nas pessoas que comem muito: Aloe, Antimonium crudum, Sulfur;
  • nos hepáticos: Juglans regia. Lycopodium clavatum, Taraxacum;
  • a seguir a abuso de excitantes: Nux vomica, Selenium, Sulfur, Zincum metallicum.

Originally posted 2014-04-01 08:46:21.

Comments

comments