A confusão entre esta terapêutica e as medicinas ditas “suaves” é tal que nos parece essencial incluir algumas precisões. A título anedótico, a consulta do índice do léxico da Encyclopedia Universalis – obra de referência se por acaso for uma – mostra a amplitude desta falta de reconhecimento. Esta obra – que supostamente responde às perguntas que o leitor se põe, e serve de referência para obter a informação que procura – envia-o para o termo “mesoterapia” a propósito da homeopatia, quando estas duas disciplinas são extremamente diferentes, tal como poderão verificá-lo.
Este mal-entendido também se encontra tanto no meio médico como no grande público Assim, este capítulo vai permitir-lhe compreender melhor a especificidade da homeopatia graças a uma primeira aproximação que contribuirá para eliminar as ideias erradas que a cercam e fazer refletir os céticos.

National Doctors Day 2011 freecomputerdesktopwallpaper 1280 - Os Médicos

Os Médicos

Os números

Em França, segundo um folheio editado pelos diferentes sindicatos homeopáticos.

5.000 médicos são ditos “médicos homeopatas”, ou seja, prescrevem na maioria das vezes em primeira intenção a homeopatia, e recorrem a outras terapêuticas quando o consideram necessário. Estão indicados na rubrica “Orientação homeopática” nos anuários departamentais de França Telecom.

 

  • 500 médicos especialistas são prescritores de homeopatia; entre eles. contamos aproximadamente 10 pediatras. Para além destes últimos, os dermatologistas, os ginecologistas, os ORL e os pneumologistas, os alergiologistas e os geriatras parecem cada vez mais atraídos por esta disciplina

 

  • 13.000 médicos prescrevem a homeopatia ocasionalmente, e não são mencionados na rubrica “Homeopatia” dos anuários.

 

A Caixa Nacional de Segurança Social classifica os médicos homeopatas na categoria “Omniclínicos com modo de exercício especial” (MEE), juntamente, entre outros, com os acupunctores. os alergiologistas, flebologistas e os angiologistas. São classificados nesta categoria, porque exercem práticas especificas não reconhecidas como especialidades pela Segurança Social.

O número total de MEE em 1995 era de 6.806. Para a CNAM. o número dos médicos homeopatas sena mais restrito, visto que conta 1.398, ou seja, 20,5 % do conjunto dos MEE. Por entre outras categorias que também praticam a homeopatia, notamos 30,5 % (2.074) de clínicos acupunctores e 1.056 que pertencem a grupos próximos.

Um estudo mais antigo mas mais completo da CNAM indica que 23,6 % dos médicos homeopatas exercem em sector 1. Efetuam 88% dos seus atos em consulta e, contrariamente ao preconceito segundo o qual os médicos homeopatas não vão a domicilio, as deslocações constituem 9,7% dos seus tratamentos.

A maior parte das patologias é tratada por médicos generalistas homeopatas, as doenças dermatológicas são por uma boa parte tratadas pelos dermatologistas homeopatas (20,7%).

Com todos os atos em conjunto (consultas, consultas a domicílio, medicamentos, exames complementares, baixas, etc), um médico homeopata custa lodos os anos à sociedade 1.366.422 francos contra 2.370.249 francos para um médico generalista, ou seja, aproximadamente um custo menos elevado de 42%.

Originally posted 2014-03-24 16:06:30.

shutterstock 60487504 - A Mesoterapia

A Mesoterapia

Os mesoterapeutas reclamam-se da alopatia e com razão. A mesoterapia é uma técnica inventada paio Dr. Pistor que consiste em infectar, sob a pele, uma quantidade muito pequena de medicamentos clássicos – anti-inflamatórios, corticoides, relaxantes, por exemplo – o mais perto possível de uma dor ou de uma lesão.

Esta técnica é sobretudo conhecida pelo seu interesse nos tratamentos localizados da celulite.

A área de predileção dos mesoterapeutas é a reumatologia e o tratamento das dores da toda a espécie como as tendinites, as entorses, por exemplo. Esta terapia também atua eficazmente nas perturbações venosas e arteriais. Contrariamente à homeopatia, a mesoterapia utiliza injeções e tem um procedimento puramente alopático que não toma em consideração o terreno. Alguns médicos homeopatas praticam contudo a mesoterapia.

Originally posted 2014-03-21 15:04:59.

acupuntura - Quais sao os principios da acupunctura?

Quais sao os principios da acupunctura?

A lógica do raciocínio — filosófica ao princípio — é-nos familiar, visto que nos apercebemos de que se baseava num sistema binário (o zero e o um), a antepassado dos nossos computadores, o yin e o yang que estão na origem da reflexão. São complementares e opostos: o yin representa o princípio feminino, a lua, a noite, a noção de vacuidade, a matéria: o yang, o princípio masculino, o sol, a noção de plenitude, a energia.

Sobre estes dois conceitos está também baseada a doença: falamos de excesso ou de insuficiência de yin ou de yang, de matéria ou de energia, de um órgão ou de uma função.

Corrigimos estas perturbações utilizando a lei dos cinco elementos: o Fogo gera a Terra e domina o Metal, a Terra gera o Metal e domina a Água, o Metal gera a Agua e domina a Madeira, a Agua gera a Madeira e domina o Fogo, a Madeira gera o Fogo e domina a Terra.
A cada elemento estão ligados meridianos que percorrem a pele e que podemos imaginar como uma rede elétrica que atravessa o corpo. O acupuntor seria o eletricista que repararia os curto-circuitos.

As suas ferramentas, as agulhas e as moxas, serviriam para corrigir o excesso ou insuficiência de energia verificados, “tonificando” ou “dispersando” os meridianos. Estes últimos estão ligados a uma função ou a um órgão. Os pontos de acupunctura são zonas de entrada favoráveis no circuito dos meridianos.

~S6W24D6SgWI6dBh+kqo9fFkr6Md9Hk1khMLQsiTdjzHgJUs34gvSslUkH+5xnu02p1AiKIwDlab7yXvtMs3uDz3rqjN6ge8Z6NrA41qSwAAAABJRU5ErkJggg== - Quais sao os principios da acupunctura?

De facto, verificámos, ao nível da pele, que apenas estes sítios apresentavam uma diferença de potencial (uma pequena corrente elétrica). O meridiano que conhece provavelmente é o do coração, redescoberto pelos cardiologistas. Deste modo, durante um enfarte ou uma angina de peito, a dor cardíaca propaga-se até à face interna do braço e continua no dedo mindinho, seguindo assim o trajeto exato descrito pelos chineses nas doenças do meridiano do coração há mais de trás mil anos.

Não iremos mas longe nas nossas explicações, porque já compreendeu que esta mediana é bem diferente da homeopatia.

No entanto, alguns tentaram estabelecer relações entre pontos de acupuntura e medicamentos homeopáticos: chamamos-lhes os “pontos de Weihe”. Por exemplo, à Arnica Montana corresponderia o 14° ponto do estômago, situado grosseiramente sob o maio da clavícula direita; os dois são utilizados a seguir a traumatismos; golpes, quedas.

 

“Por que razão alguns médicos associam nos seus tratamentos a homeopatia e a acupuntura?”

A acupuntura também desenvolveu uma noção de terreno – diferente da noção de terreno da homeopatia e da oligoterapia – que alguns tentaram aproximar da homeopatia. Isto compreende- se, porque à priori estas duas terapêuticas são energéticas, e portanto respondem provavelmente — por mais surpreendente que possa parecer! — a mecanismos físicos principalmente. É uma das razões pela qual muitos médicos homeopatas associam a acupuntura à sua atividade terapêutica. Para além disso, estas duas terapêuticas completam-se bem e criam, na prática medica, uma sinergia.

 

 

 

 

 

 

Originally posted 2014-03-21 14:55:13.

alimentar 2008 - A nutriterapia

A nutriterapia

A nutriterapia atua fornecendo micronutrimentos (vitaminas, minerais, ácidos gordos, ácidos aminados essenciais) ao organismo, reequilibrando a alimentação, com o objetivo de prevenir uma doença, até mesmo de completar e perfazer o tratamento de alguns estados patológicos.

Baseia-se na nutrição e na complementação através de diversos micronutrimentos, necessita de conhecimentos nestas duas áreas. É uma técnica de tratamento difícil de dominar, mas cujo real interesse preventivo e curativo deveria ser mais conhecido pelos médicos.

Os micronutrimentos utilizados englobam não só as vitaminas e os oligoelementos — já rapidamente apresentados — como também os ácidos gordos polinsaturados, os ácidos aminados assim como outras substâncias presentes na alimentação ou no organismo.

A nutriterapia utiliza doses na maioria das vezes fracas, mas outras vezes maciças em certas doenças (quando queremos obter um efeito antálgico). Em mãos competentes é benéfica e sem efeitos secundários. Em princípio, é praticada por médicos que seguiram um curso específico.

Uma boa higiene alimentar assim como uma complementação adaptada deveriam fazer parte integrante de todos os tratamentos, porque aumentam as suas probabilidades de êxito.

Originally posted 2014-03-21 13:23:19.

homeopatia1 - Podemos associar a homeopatia aos outros medicamentos?

Podemos associar a homeopatia aos outros medicamentos?

A homeopatia é uma terapêutica que pode ser utilizada sozinha e em primeira intenção nas afeções vulgares. Enquanto não provar a sua eficácia nas doenças mais graves, pode e deve ser associada ás terapêuticas clássicas. Para além disso, seria bom, nesses casos, tomar os grânulos cinco a dez minutos antes dos outros medicamentos, quer se trate de alopatia, de oligoterapia ou de fitoterapia.

“Porque não há folhetos explicativos?”

Quando se utiliza um medicamento clássico, os folhetos explicativos permitem ao doente conhecer as suas indicações. as suas contra-indicações. as precauções que deve tomar, a sua posologia e o seu modo de administração.

Isso é possível porque a atividade da substância é especificada a partir da suas propriedades intrínsecas e não das reações que provoca no homem são. como em homeopatia. De facto, as regras de prescrição da homeopatia são ajustadas em função das indicações terapêuticas e das reações Individuais: o que é impossível de especificar num folheio global.

Originally posted 2014-03-24 12:56:11.