bed bug on hand 2592x1944 - Picadas de animais

Picadas de animais

As picadas de himenópteros (vespas, abelhas, vespões) são na maioria das vezes benignas. A única consequência, nas pessoas não alérgicas, é uma dor viva no ponto da picada, uma vermelhidão e um edema.

Atenção!

Faz uma alergia se, depois de uma picada de himenóptero, sentir:

  • Comichão nas mãos, nos pés, nos lábios, no nariz, no corpo todo;
  • Dificuldades respiratórias, tosse;
  • Dores abdominais, diarreia, vómitos;
  • Uma indisposição.

Em contrapartida, nos sujeitos alérgicos, as picadas de vespas traduzem-se sobretudo por reações que podem ir da urticária simples até ao choque anafilático que necessita de socorro urgente.

Se o leitor for alérgico, aconselho-o a adquirir “kits de adrenalina prontos a usar” que permitem esperar serenamente a chegada do serviço médico de prestação de primeiros socorros a sinistrados.

Tratamento

  • Tome sistematicamente uma dose de Arnica montana 15CH.

No caso de picadas de insetos (vespas, abelhas, vespões, formigas vermelhas, aranhas)

  • Retire o dardo se este último ficou espetado na pele.
  • Aplique um cubo de gelo no sítio da picada para acalmar a dor.
  • Tome um dos medicamentos seguintes:
  1. Apis mellifica 15CH, quando a dor, que pica e arde, acalma com aplicações frias. Um edema cor-de-rosa e translúcido aparece rapidamente.
  2. Ledum palustre 5CH atua bem na ausência de edema.
  3. Tarentula cubensis 5CH, se, no sítio da picada, a pele ficar azulada e dura como cartão. Se sentir que a dor começa a subir ao longo do membro, faz um princípio de linfangite. Acrescente Pyrogenium 7CH e consulte o seu médico.

Posologia (para todos estes medicamentos); 2 grânulos de 10 ou de 15 em 15 minutos na primeira hora, depois, em função da intensidade da dor, repita as doses mais ou menos vezes no primeiro dia; tome a seguir os medicamentos 5 vezes por dia nos 2 dias seguintes. Não hesite em tomar os medicamentos com mais frequência nas primeiras horas.

  • Aplique localmente 3 vezes por dia 3 gotas de tintura-mãe de Ledum palustre

Se for alérgico, consulte um médico imediatamente.

Originally posted 2014-04-07 15:36:16.

Jetlag Woman in bed looking at alarm clock - Insónias

Insónias

Na maioria dos países industrializados, a prevalência da insónia é de 25 a 30%. O último estudo realizado em 1987 mostra que 10% dos franceses absorvem hipnóticos, dos quais 6,17% de uma maneira crónica.

O seu consumo em França é o mais elevado de Europa. O custo socioeconómico em termos de tratamento médico e de repercussão sobre o trabalho (absentismo), sobre o risco cada vez maior de acidentes, sobre o desencadeamento de outras doenças (depressão por exemplo), embota sem números concretos é, secundo a opinião de todos os perito, enorme.

O que é o sono?

No geral, o sono manifesta-se por um estado de bem-estar que se repercute sobre o dia todo. Um bom sono, é um bom dia; todas as pessoas que sofrem de insónias “sonham” com isso.

O sono é normalmente composto por cinco a seis a ciclos. A sucessão de um período de sono lente e de um período de sono paradoxal constitui um ciclo de sono.

O sono lento compreende cada uma das fases seguintes:

  • A fase 1, transição entre a vigília e o sono, é acompanhada por uma perda de controlo das faculdade de atenção e dos movimentos voluntários dos olhos. Ocupa 10% da duração do sono.
  • A fase 2, é uma fase de sono ligeiro que engloba metade da duração total do sono.
  • A fase 3, período de sono profundo durante o qual o despertar é difícil.
  • A fase 4, fase mais profunda do sono, corresponde a 20% do tempo do sono.

O sono paradoxal, cuja duração aumenta durante a noite, é a fase do sonho em que o sono é mais difícil.

O que é a insónia?

A insónia é uma queixa de mau sono que se traduz por dificuldade de adormecimento por despertares em série ou a horas fixas, e/ou por um despertar precose que não é sempre um novo adormecimento.

Para alem de qualquer doença psiquiátrica, a acumulação nervosas (o “stress”), a hiperatividade intelectual ou física, a ansiedade crónica são a insónia.

Originally posted 2014-04-01 10:06:06.

original costra herida cicatriz - Pequenas feridas superficiais

Pequenas feridas superficiais

Diagnóstico

Avalie o grau de gravidade da ferida. Se a considerar demasiado importante ou se o estado do ferido lhe inspirar a mais pequena inquietude, chame um médico.
Na ausência de traumatismo craniano, de localizações especiais (olho) e de corte de una artéria, com um pouco de bom senso e de experiência, todas as pequenas fendas superficiais podem ser tratadas simplesmente.

Desconfie das pequenas fendas provocadas por objetos pontiagudos e cortantes, pedem estar na origem de:

  • Um corte de pequenos fios nervosos que provoca uma perda localizada da sensibilidade e/ou das dores residuais fulgurantes;
  • Uma retração dos tendões e de uma limitação dos movimentos ao nível das pequenas articulações (dedos).

Verifique se a vacina antitetânica está em dia.

Tratamento

Localmente

  • Limpe e desinfete a ferida com um antisséptico local, ou com tintura-mãe de Echinacea se a ferida lhe parecer suja.
  • Aplique localmente, três vezes por dia, compressas da preparação das tinturas-mãe seguintes (20 gotas num copo de água fervida fria):
  1. Calendula tintura-mãe.
  2. Echinacea tintura-mãe.
  3. Myristica tintura-mãe.

Atenção!

Não aplique tintura-mãe de Arnica montana, que corra o risco de provocar uma inflamação, comichão, até mesmo vesículas e uma necrose dos tecidos feridos.

No caso de corte

Se as dores forem vivas, tome:

  • Hypericum perforatum 5CH, quando a de é em relação à fenda (um corte muito doloroso) e sobe ao longo do membro.
  • Staphysagria 5CH, nos cortes nítidos feitos por um instrumento cortante tal como uma faca.

Posologia (para lodos estes medicamentos): 2 grânulos 5 vezes por dia durante 2 dias.

No caso de picadas feitas por objetos pontiagudos

  • Hypericum perforatum 5CH, quando os pequenos fios nervosos foram atingidos, com dores intoleráveis, lancinantes, que sobem ao longo do membro.
  • Kalmia latifolia 5CH, nas dores lancinantes acompanhadas por formigueiro.
  • Ledum palustre 5CH, se a ferida não sangrar e a dor ficar muito localizada

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos todas as horas no primeiro dia, depois 5 vezes por dia nos 2 dias seguintes.

No caso de feridas nas partes mais sensíveis

Se as regiões atingidas forem muito ricas em fios nervosos (dedos. mãos. pés por exemplo), tome em conjunto os três medicamentos seguintes:

  • Hypericum perforatum 5CH.
  • Ledum palustre 5CH
  • Staphysagria 5CH

Posologia (para todos estes medicamentos): 2 grânulos todas as horas no primeiro dia, depois 5 vezes por dia nos 2 dias seguintes.

Originally posted 2014-04-07 15:17:37.

Disease of the stomach - Gastroenterologia

Gastroenterologia

A gastroentorologia é o estudo das afeções do tubo digestivo (do esófago ao ânus) e dos órgãos (fígado, vesícula biliar, pâncreas) que lhe estão ligados.

A função do tubo digestivo é a transformação dos alimentos a fim de permitir a sua assimilação pelo organismo. De facto, durante o seu trajeto no tubo digestivo, 95 a 99 % do conteúdo alimentar vai passar para o sangue Esta integração nem sempre se faz sem alguns embaraços que podem incomodar a vida quotidiana

Os principais problemas abordados aqui são a aerofagia, o inchaço, a diarreia, a prisão de ventre as hemorroides, as colopatias funcionais. Estas ultimas, ocasionais ou permanentes, embora pouco graves, são ou difíceis de suportar, ou pelo menos “indelicadas” em sociedade.

Não falamos, voluntariamente, das dores abdominais agudas tais como as gastrites as úlceras e as hepatites, porque o seu risco potencial necessita da ajuda de um medico homeopata com um objetivo diagnóstico e terapêutico.

O capitulo dedicado ao refluxo gastroesofagiano situa-se na pediatria, porque ataca essencialmente a criança.

Originally posted 2014-03-27 15:58:49.

IMG 0504 - Coffea cruda

Coffea cruda

Origem

O café verde, variedade arábica, da família das rubiáceas, é um arbusto originário dos altos planaltos da Abissínia. As suas virtudes teriam sido descobertas por um imã que não suportava ver os seus escravos a dormirem a sesta.

Um dia, viu “dançar” um camelo que tinha comido os frutos de um cafezeiro, assim se espalhou o uso do café.

Talhada de maneira a não ultrapassar 2,5m nas plantações, é uma planta muito perfumada, com flores brancas, cujos frutos vermelhos se assemelham a pequenas cerejas quando estão maduros A torrefação colora-os de castanho e desenvolve o seu aroma bem conhecido.

Composição

A tintura-mãe de Coffea cruda, preparada a partir do café verde – ou seja, do grão, sem os seus tegumentos, que ainda não foi torrificado -, contém, para além da cafeína, lípidos, matérias minerais responsáveis pelas suas propriedades estimulantes do sistema nervoso central e do aparelho cardiovascular.

Indicações

Insónia de adormecimento

Provocada, entre outros, por uma grande alegria, um abuso de café. No momento do adormecer, o sujeito apresenta uma efervescência intelectual e dos outros sentidos, por vezes com palpitações. A excitação nervosa impede-o de dormir.

Os hiperemotivos

A emotividade manifesta-se através de tremores, palpitações, até mesmo diarreia ou vontade frequente de urinar.

Os hipersensíveis

Ao barulho, à luz, aos cheiros, ao tocar, à dor.

Dentes a romper

Com muitas dores, que melhoram bebendo frio.

Coffea cruda convém se

Os fatores desencadeantes forem:

  • O excesso de café.
  • Uma grande emoção alegre.

As modalidades forem:

  • Uma agravação com os excitantes (café, chá, álcool), com as emoções excessivas e alegres.
  • Melhoras com o calor (exceto na dor de dentes).

Originally posted 2014-04-09 13:33:19.