bigstockphoto Backache 1260545 - Ciáticas

Ciáticas

O nervo ciático, o nervo mais grosso do corpo, sofre diferentes agressões no seu trajeto. A hérnia discal é o problema mais conhecido, está na origem de um sofrimento mais vulgarmente chamado “ciática” ou “lombosciática”.

A hérnia discal provocada pela saída da parte central (nucleus) do disco intervertebral no canal raquidiano está na origem do sofrimento do nervo ciático. É uma das causas da ciática, mas está longe de ser a única.

Diagnóstico

A ciática pode aparecer logo a seguir a um esforço para levantar um peso ou ao contrário estar associada a um lumbago Conforme a raiz atingida, distinguimos:

  • As ciáticas L5 que partem dos lombos e das nádegas, depois seguem a face antero-externa da coxa e da barriga da perna, e percorrem o peito do pé até ao dedo grande;
  • As ciáticas S1 têm o mesmo trajeto inicial, mas irradiam na face posterior da coxa e da barriga da perna, e terminam na planta do pé até aos últimos dedos.

A dor é mecânica, o sujeito sente melhoras deitado, de noite (nem sempre) e com o repouso, as dores aumentam durante o dia, no início do movimento, com a caminhada ou a posição de pé prolongada.
Dificuldades para andar, formigueiros impõem uma consulta médica, do mesmo modo que um primeiro episódio de ciática.

Tratamento homeopático

O repouso na cama de pelo menos dez dias sobre um plano dur (tábua sob o colchão) é indispensável. Este repouso nem sempre é bem compreendido; no entanto, o facto de retomaras atividades cedo de mais pode ser uma fonte de ciáticas ou de lumbagos a repetição.

Em 1991, os peritos preconizavam, associado aos tratamentos clássicos e ao uso eventual de um lombostato, um repouso deitado de pelo menos um mês.

Originally posted 2014-04-08 09:56:21.

Conheca a terapia floral2 - Tratamento de Cistite

Tratamento de Cistite

Tratamento das crises

  • Cantharis vesicatora 5CH é o medicamento das cistites com ardores urinários que aparecem antes, durante e a seguir a cada micção.
  • Equisetum hiemale 5CH, quando a dor na bexiga não melhora urinando e os ardores urinários aparecem em fim de micção e logo a seguir.
  • Formica rufa 5CH, quando as urinas são turvas, abundantes, mal cheirosas e têm tendência para sangrarem.
  • Mercurius corrosivus 5CH, nas cistites extremamente dolorosas com presença de sangue nas urinas, espasmos da bexiga e vontades prementes e urgentes de urinar.
  • Mercurius solubilis 5CH, se a micção, muito dolorosa, for acompanhada por uma sensação de ardor, de falsas vontades de urinar e de espasmos da bexiga.
  • Staphysagria 5CH é indicado nas cistites em que os ardores que se fazem sentir entre as micções desaparecem com estas últimas. Este medicamento convém às “cistalgias com urinas claras”, ou seja, aos ardores urinários sem infeção, às “cistites dos jovens casais” que aparecem a seguir às primeiras relações sexuais, ou às cistites que aparecem a seguir ao coito.
  • Terebinthina 5CH convém às mulheres que têm ardores urinários, espasmos da bexiga, vontades urgentes de urinar, muitas vezes só algumas gotas, e que têm por vezes sangue nas urinas.
  • Pareira brava 5CH, nas cistites com vontades constantes e ineficazes de urinar, e necessidade de fazer esforços para esvaziar a bexiga.
  • Populus tremula 5CH, nas infecções urinárias das mulheres grávidas desencadeadas por uma sondagem urinária (pela colocação de uma sonda urinária).
  • Senecio aureus 5CH, nas mulheres com ardores urinários (cistalgias) antes da menstruação, quando esta última está em atraso.
  • Soro anticolibacilar 6DH é um tratamento de complemento interessante que completa utilmente os medicamentos mais indicados.

Posologia (para lodos estes medicamentos): 2 grânulos 5 vezes por dia, até mesmo mas vezes se necessário, durante 2 dias, depois 3 vezes por dia durante 6 dias.

Na ausência de melhoras rápidas (vinte e quatro ou quarenta e oito horas), consulte o seu médico que lhe dará um tratamento apropriado e verá se é útil ou não fazer um exame citobateriológico das urinas.

Tratamento de terreno

É inútil expecto no caso de infecções urinárias a repetição.
Os principais medicamentos são: Equisetum hiemale, Sepia, Soro anticolibacilar, Silicea Staphysagria.

Os tratamentos termais são por vezes benéficos nesta indicação Aulus-les-Bains, Capvern-les-Bains. Châtelguyon, Contrexéville, Eugénie-les-Bains, Évian-les-Bains, La Preste-les-Bains, Saint-Nectaire, Thonon-les-Bains, Vittel.

Originally posted 2014-03-28 14:54:07.